terça-feira, 21 de maio de 2019

VELHAS ANOTAÇÕES

"Somos requisitados nestes dias a economizarmos energia, mais precisamente a partir de 1° de junho. O nome certo não é economia, é racionalismo mesmo, o uso da razão. Os técnicos do governo dizem que a energia vai faltar brevemente. Há dois caminhos para que isso não aconteça: a construção de novas hidrelétricas ou o racionamento. A primeira alternativa não serve pra curto prazo, pois é muito difícil se construir em poucos anos, aliás, isto não existe. Só resta a segunda alternativa."

O trecho acima - 14 de maio de 2001 -  anotei em um caderno sobre o racionamento de energia para evitar o apagão. 

Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Cipó não trepa em pau morto.