quarta-feira, 20 de maio de 2020

DIA DO PEDAGOGO

Pedagogo - Do gr. paidagogos - país - criança - condutor, mestre, professor, instrutor de alunos, pessoa que se dedica ao ensino, à pedagogia. (Minidicionário escolar da língua portuguesa Silveira Bueno).

Do grego paidagogós. O paidagogós era o escravo encarregado de levar os meninos à escola. Com o tempo, o termo evoluiu até significar o próprio mestre. Entre os romanos, aliás, os preceptores eram, frequentemente recrutados entre os escravos gregos que possuíam cultura muito superior à romana, e o mesmo se dava na própria Grécia; haja vista os maiores pedagogos e fabulistas da antiguidade, Esopo e Fedro; foram ambos escravos. (Dicionário da origem e da evolução das palavras, Luiz A. P. Vitória)

Os formados em Pedagogia preferem ser chamados de pedagogos e não professores. Outros chamam para si o nome de educador, tendo em vista que o professor também educa. Outros apelidos foram colocados naqueles que passam horas ao pé dos alunos: facilitador da aprendizagem, mediador da aprendizagem, mediador do conhecimento, docente. Aí esconde algo que se dissemina entre o meio educacional: a gente não ensina, mas ajuda os educandos em uma comunhão de conhecimento. Ninguém ensina ninguém. Daí, o termo ensino-aprendizagem está praticamente riscado dos meios educacionais atuais. Se ninguém ensina, então o pedagogo, segundo seu sentido original, conduz o aluno para quê? E para quê estudamos vários anos? Para ser igual a um aluno?

Parabéns, pedagogos! 


Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Cipó não trepa em pau morto.