segunda-feira, 4 de abril de 2016

COMO ROCHAS

Precisamos ser como as rochas para sobrevivermos aos inúmeros desafios da vida.

Diariamente os humanos engendram novas formas de viver politicamente incorreto.

Aliás, já faz tempo que não escuto essa expressão. Se vivemos a relatividade de tudo  - não há verdade e mentira; certo e errado, então, tudo pode acontecer.



Nenhum comentário:

AGORA FALTAM VINTE E DOIS

Ainda faltam vinte e dois centímetros para o transbordamento das águas da barragem de Umari. Tem sido uma luta medonha a sangria daquela bar...