domingo, 31 de janeiro de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

OLHOS

Alienação, perca de tempo, coisas para quem não tem o que fazer, são palavras dirigidas a quem curte os jogos pela TV. Apesar disso, os olhos de muitos upanemenses estão voltados para os jogos do futebol do Brasileirão, como todo o país do futebol. Há torcedores de toda qualidade, desde os fanáticos que chegam a "secar" um time adversário como se isso ajudasse em alguma coisa. A reta final promete muitas emoções para quem pode expor o coração pra essas coisas. Flamengo e Inter prometem uma boa disputa.

PERCA DE TEMPO

Tempo é ouro pra todo mundo. Para quem ainda não se firmou no chão na vida estudantil ou profissional o tempo vale mais que ouro.

Por isso, se tivessem mais juízo, não perderiam tempo com besteiras. Tornariam as redes sociais como aliadas e não adversárias ferrenhas.

HUMOR

Da folhinha do Sagrado Coração de Jesus

A menina de 12 anos, muito econômica, foi mandar revelar seu primeiro filme. Deram-lhe o preço para a revelação em uma hora e o custo mais barato se ela fosse buscar as fotos dali a três dias.

- E se eu deixar com vocês durante um mês? - perguntou. 

AULAS

A volta das aulas presenciais na rede estadual é fato do tipo "prego batido, ponta virada". Tão cedo não as teremos.


sábado, 30 de janeiro de 2021

LÍNGUA CERTA

O modo do falar formal, padrão, está a cada dia ficando fora do uso.

Tão falando por aí isso, aquilo. As coisas tá ruim.

É o desprezo explícito do falar formal. são pessoas com diplomas, em ambientes formais, agindo como pessoas que nunca pisaram na escola. 

Um dia a escola vai perder de vez o sentido de existir.

QUE PALAVRA!

Carbono: Elemento de número atômico 6, cristalino, de cor preta na grafite e incolor no diamante, cujos compostos constituem o objeto de estudo da química orgânica. Símbolo: C. (Aurélio)

Papel carbono - O papel carbono é um papel preto, que serve para reproduzir uma ou muito duas cópias. Nos tempos em que não havia impressora entre nós, o carbono fazia esse papel. Já o estêncil, produzia diversos.

Em sala de aula, o professor reproduzia as provas em estêncil. 

Passei a usar os verbos no passado porque hoje é raro encontrarmos um carbono ou estêncil.




RETORNO DAS AULAS

O retorno das aulas ainda serão de forma remota. Entendimento do governo do estado. Entendimento do Sinte.

As aulas remotas e precárias vão dar uma esticada até não sei quando. Se o ensino não era de qualidade, agora não se sabe que nome vamos dar.

PROVÉRBIO

Mais depressa se apanha um mentiroso que um capenga.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

QUESTÃO DA LÍNGUA

Os CDs e DVDs estão ficando pra trás assim como os discos e fitas no passado.

O que não podemos perder de vista é o plural daquelas abreviaturas.

25°C

25°C agora em Upanema. (Climatempo)

RETORNO DAS AULAS

O SINTE/RN  teve uma audiência ontem com a governadora do RN sobre o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino. 

O único ponto de pauta da audiência foi a decisão do Governo de retomar as aulas presenciais da rede estadual na próxima segunda-feira, dia 3.

A SEEC/RN reforçou a posição de início do ano letivo de forma presencial já no dia 3, o que gerou um descontentamento dos dirigentes do sindicato presentes à audiência. 

A expectativa é que se retomem as aulas de forma remota e mais na frente, de acordo com a situação da pandemia, uma nova avaliação e discussão seja feita. (Informações do Instagram do Sinte)

O retorno das aulas nunca na história da educação foi tão comentado  e tão desejado.

Antigamente não era assim. Mas como nesse mundo velho temos que ver de tudo, estamos aí esperando e desejamos a volta das aulas presenciais.



PROVÉRBIO

 Mais baixa que soleira de espora.

CHUTES: UMA DICA PARA O ENEM

Os chutes nas provas são iguais para todos. 

Os chutes em provas são diferentes de chutes no futebol. 

No futebol, os bons profissionais são bons chutadores e chutam tão bem que a direção é certeira e culminará em gol. Às vezes golaço.

Nos exames em geral, chutar não é bom negócio. Por isso, mais uma razão de estudar. Estudar com método. Se agora no mais recente Enem não deu, mais adiante poderá dar certo. Aos jovens, principalmente, esses pitacos fazem muito bem.

MAIOR TORCIDA AMANHECE TRISTE

Todos os torcedores anti-flamengo do país formam a maior torcida. 

Quando o time fluminense ganha, a maior torcida sofre como se seus respectivos times tivessem perdido. 

Isso é um fenômeno aqui e em todo território nacional.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

QUESTÃO DA LÍNGUA

Uso do artigo definido

O artigo definido serve para esclarecer o gênero e o número dos substantivos. O aluno, o lápis.

Por isso, que o uso diante de nomes de pessoas são dispensáveis, porque quando me refiro ao meu amigo Pedro, o meu interlocutor sabe que faço referência a alguém masculino. Para quê dizer o Pedro, a Maria?

A língua admite um artigo somente para pessoas da intimidade. A Maria, o João.

Apesar de haver a regra que admite o artigo, não gosto de colocá-los antes de nomes próprios.

CHICUNGUNYA

Do site do MEC -27/01/2021

O vírus causador da chikungunya perdeu a capacidade de infectar, em 91%, ao ter contato com substância desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Em alguns momentos do teste, a redução da atividade chegou a 100%. A experiência ainda apontou que isso ocorre sem toxicidade para as células. O estudo foi publicado na revista científica internacional e de acesso aberto Frontiers.

A chikungunya é causada por um arbovírus, ou seja, é transmitida por mosquitos. Chega aos humanos pela picada da fêmea de Aedes aegypti, mesmo agente da dengue e da zika. A doença tem baixa letalidade — em 2020, o Brasil teve mais de 70 mil casos e 17 mortes —, mas se torna crônica em 43% dos infectados, podendo durar anos. Os principais sintomas são febre, dores intensas nas juntas, pele e olhos avermelhados, dores pelo corpo e de cabeça, náuseas e vômitos. (Assessoria de Comunicação Social da Capes)

O ano passado ela fez muitas vítimas. O número exato de pessoas não conhecemos, pois muitas delas não vão ao médico. É estrondoso a quantidade de pessoas que claudicam por causa daquela doença. Uns conseguem melhorar, mas outros nunca mais ficarão bom.


 

 

 

 

PROVÉRBIO

Macaco velho não trepa em galho seco.

TRATAMENTO COM IVERMECTINA

Associação Médica do RN defende tratamento precoce com ivermectina e outros contra a Covid

Do Agorarn em 26/01/2021

A Associação Médica do Rio Grande do Norte (AMRN) reforça que o tratamento precoce com medicamentos como ivermectina e cloroquina no combate à Covid-19 – usados desde o ano passado – interrompem o ciclo viral do novo coronavírus. 

Na tarde desta segunda-feira 25, o presidente da AMRN, Marcelo Matos, também apresentou outros medicamentos que podem ser utilizados antecipadamente no combate ao vírus, como a heparina, usada para tratar as complicações tromboembólicas que podem surgir com a doença. “Nós podemos usar a ivermectina e hidroxicloroquina na primeira fase da doença, além dos corticoides e heparina na segunda fase, em casos de complicações, eles são eficazes para interromper a replicação viral”, explica. 

De acordo com ele, o tratamento precoce já é utilizado, porém a categoria sofre com críticas por sua utilização. “A gente precisava divulgar isso porque foi politizado e propagado no país que não se deve utilizar esses remédios”, afirmou. A Associação também esclarece que o uso dos medicamentos pode evitar maior número de internação nos hospitais e que apesar da chegada da vacina, nem todos podem se vacinar no momento e esta é uma alternativa para as pessoas que optarem pelo tratamento. 

A opinião da associação é divergente de outros médicos e é politizada também por outros. Quem não pertence ao corpo médico e da ciência fica na dúvida. Na dúvida, tomemos. É como os ateus que podem praticar a virtude. E se os cristãos estiverem certos?

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

QUESTÃO DA LÍNGUA

Um senhor me pergunta:
Qual a diferença entre fui eu e foi eu?
Respondi: É que fui eu é certo e foi eu é errado.
Fui eu que fiz.
Foi ele que fez.

ALEGRIA

É flagrante a enorme alegria dos pássaros e das árvores  nesse período. 

Eles não param de sorrir do jeito deles. Alegres cantam em seus galhos os pássaros. Verdes, verdinhas, as árvores se mostram e encantam as pessoas que passam e dizem: aguam-se o ano inteiro, mas não produzem o efeito de um dia de chuva.

É a natureza que que argumenta fortemente e convence a qualquer um que esteja disposto a entender que as coisas naturais não têm pra ninguém. 

Retraem as chuvas, a alegria cessa.

PROVÉRBIO

Macaco quando não pode comer banana, diz que está verde.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

PERSPECTIVA

Há perspectiva de um bom inverno e o consequente enchimento da barragem de Umari. Sua capacidade está acima dos 70%. Basta um inverno regular para que transborde.

PALAVRA CERTA NAS REDES

Nunca se viu tanto erro ortográfico e palavras trocadas como nos tempos atuais.

Quando as fontes de consultas eram os professores, os dicionários e as enciclopédias, havia uma preocupação dos "escreventes" em não errar pelo menos no item ortografia.

Agora nas redes sociais há um número descomunal de trocas de palavras ou erros ortográficos, mesmo que se tenha tudo num só lugar. No celular há quase todas as respostas que a humanidade faz. Temos muitos dicionários e enciclopédias à nossa disposição. Não podemos trocar cassar (impedimento em cargo) por caçar (procurar, perseguir ou apanhar animais).

E quando alguém escreve assim?

Onde já civil isso?

PROVÉRBIO

Macaco não enjeita coco.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

ENSAIO

Outro ensaio para a chegada do tempo chuvoso. Sentimos o cheiro de chuva há pouco.

QUESTÃO DA LÍNGUA

Fazem dez dias que não durmo direito

Para que durma tranquilo, diga: Faz dez dias que não durmo direito.

O verbo 'fazer,' em orações que dão ideia de tempo, não varia nunca. Mais um exemplo: Faz dois dias que não chove.

MARATONA NO ENEM

Na há milagres quando se trata de exames escolares, vestibulares, concursos, Enem.

Os maratonistas se dão bem. Os que começam a correr em cima da hora, não.

Foi o que ocorreu nos dois domingos de Exame Nacional do Ensino Médio.

PROVÉRBIO

Macaco de luva, sinal de chuva.

domingo, 24 de janeiro de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

Ainda continuamos genuflexos diante dele. Ele não vai nos dar folga. Não vai arredar o pé tão cedo. Perturbou todo mundo no ano passado e promete atrapalhar a vida dos humanos por muito tempo. O ano letivo, a economia, tudo está em desassossego. Ele vai embora, mas não agora.

QUARENTA E UM

Janeiro já nos deu quarenta e um milímetros de chuva.

MATRÍCULAS NA REDE ESTADUAL

As matrículas na rede estadual somente em março.

TUDO INDICA

Tudo indica que não tenhamos aulas presenciais antes de junho.

TRABALHANDO

O professor Josafá Inácio continua trabalhando no seu segundo volume da história de Upanema. Quando sairá? Ele não tem certeza.

A DEUSA

A deusa vacina chegou. Muita gente está se curvando diante dela.

FRASE

Muita gente não liga para o coletivo, mas somente para o seu carro.

HUMOR

Sabendo que seu filho não era chegado a assuntos religiosos, a mãe estranha ao ver Juquinha ajoelhado no quarto, ao lado da cama, de mãos postas.

- O que está fazendo, meu filho?
- Rezando para o Rio Amazonas vá para a Bahia - responde o menino.
- Mas por que?
- Por que foi isso que eu escrevi na prova de geografia.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

QUSTÃO DA LÍNGUA

Tampouco e tão pouco

É usado tampouco quando queremos reforçar uma negação.
Não sabe falar, tampouco escrever.

A expressão tão pouco quando intensificamos a palavra pouco.
Com tão pouco saber, como quer passar no concurso?

São palavras bastante parecidas que requerem mesmo do falante do vernáculo um pequeno esforço para aprender. É a riqueza da nossa língua e não o "pra quê essa besteira?"



CONSOLIDADO?

Ainda é cedo para se dizer que o inverno está consolidado. Os estudiosos do tempo dizem que vai ter chuva mais ou menos dentro da média. O mundo está pra chuva.  E começou a pingar. Esperemos!

ÁGUA NO BICO

O provérbio "lua com circo (círculo), água traz no bico" diz muito sobre as crenças populares na experiência sobre as chuvas baseadas na observação da natureza.

PROVÉRBIO

Lua de mel, lua de fel.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

DICA DA LINGUAGEM

Bouquet: Galicismo dispensável, uma vez que o vernáculo possui ramalhete e ramilhete. Ou então, podemos aportuguesar para buquê.

Ela gosta das flores que eu mando
E o cartão que eu escrevo 
Sorri quando lê
A minha usa flor no cabelo
Será que essa flor 
Não é do mesmo bouquet?

O trecho acima conta a história de dois amigos que relatam enredos semelhantes de encontros com uma namorada.

É da canção "Papo de esquina", de Roberto Carlos e Erasmo. A palavra em questão traz bouquet. É uma palavra francesa. E quando a usamos, dizemos que é um galicismo.

POUCA GENTE ACREDITA NISSO

Experiências populares sobre chuvas ao longo dos tempos

● Se cair tanajura e se não chover em cima dela, faz verão, nem que seja por alguns dias. Se cair chuva em cima, aí logo o inverno vai pegar.;

● Se formigas da lagoa se mudam, haverá chuva;

● Quando os cupins revestem suas casas, está próximo o inverno;

● Feijão bravo carregado, é sinal de bom inverno;

● Caboré cantado de noite: chuva;

● O sapo é um bom adivinhador de chuva. Se ele canta, é chuva na certa;

● Se a rã canta ou rapa, como preferem alguns, ela está dizendo que logo, logo vai chegar chuva.

● Se o enxu tem muito mel e fio, haverá chuva.

As experiências acima foram detalhadas por um experiente agricultor. Ele disse que tudo isso aconteceu desde o começo do ano de 2007. E se confirmou nos dias do carnaval.


CHUVA DE ONTEM

A boa chuva de ontem à noite cedo foi de 30mm.

RUDIMENTOS SOBRE A LUA

Satélite natural do planeta Terra; não tem luz própria e reflete a do Sol. É o corpo celeste mais próximo da Terra, de onde dista, em média, 384.400 km, atingindo 408.200 no apogeu e 357.200 km no perigeu. Em termos de comparação com a Terra, o seu raio equivale a cerca de 3/11 do terrestre, ou seja, 1.737 km; o seu volume, a 1/50; a sua massa, a 1/81; a sua densidade, a 3/5, isto é, 3,3; e a sua gravidade, a 1/6 da terrestre.  (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 7)

As informações acima são ainda dos anos 70, século passado. Pode ser que tenha havido novas descobertas.

São informações científicas, mas não fica proibido de descrermos dessas informações, já que as ditas provas não provam nada. Até mesmo a ida do homem à lua não é objeto de dúvida de muita gente. Para comprovar, é só perguntar a qualquer pessoa e veremos que muitas não acreditam até mesmo como artigo de fé.

PROVÉRBIO

Lua com circo (círculo), água traz no bico.

VACINA E FÉ

Virou questão de fé o ato de vacinar ou não. Há os que acreditam do íntimo da alma que a vacina o salvará da doença.

Há também os que não acreditam que haja eficácia ou mesmo que possa haver efeitos negativos. E por isso, não tomarão.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

CHUVA FORTE

Chove forte agora e um mundo de chuva daquele tamanho aqui na cidade.

QUESTÃO DA LÍNGUA

Bocejar ou boquejar?

Há alguns anos, uma pessoa que estudava inglês com um estrangeiro me fez a seguinte pergunta:

Qual o certo? Boquejar ou bocejar?

Antes que eu dissesse algo, ele me explicou, questionando o que discutiu com o estrangeiro. Era uma das dúvidas que ele tinha sobre as duas palavras.

Boquejar: Falar baixo. Falar mal de.

Bocejar: Dar bocejos. Dizer por entre bocejos, ou com enfado.

Bocejo: Abrimento espasmódico da boca. (Aurélio)

As duas palavras são corretas, mas com sentidos diferentes.

Depois de dá um sermão, nossas mães costumavam dizer: "E não boqueje!" Ou seja, não fique nem resmungando.




VACINA VIRA HISTÓRIA

Agora esquecemos os números dos doentes para darmos atenção à chegada da vacina na cidade, o primeiro a tomá-la, a prioridade e o calendário.

Se fosse há trinta anos atrás nem se discutia se tomaria ou não. Se houvesse alguma reação, estava sem jeito. Agora temos a opção de não querermos tomá-la? Ou não?

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

QUESTÃO DA LÍNGUA

Auscultar e escutar

Duas palavras de sentidos diferentes, mas têm uma relação entre si. 

O médico ausculta o paciente e em seguida escutamos o que ele auscultou através do auscultador (aparelho)

A PROPÓSITO, O QUE É CLIMA?

Conceito geral: É o conjunto de fenômenos meteorológicos que caracterizam o estado médio da atmosfera num determinado ponto da superfície terrestre.

Conceito técnico: São as condições meteorológicas para o mês e para o ano, calculadas sobre um período de 30 anos. Resolução da Comissão Climatológica das Organização Meteorológica Internacional

(Enciclopédia Brasileira Globo, volume 4)


TEMPO

O tempo agora em Upanema está pra chuva. O clima nosso é o mesmo. O tempo é que muda, me disse um estudioso do assunto.

QUESTÕES DO ENEM

"Também o papel da escola é dá acesso à norma culta para os alunos".

Estava eu escutando um avaliador da prova de linguagens do Enem, quando ele disse a frase acima. Era um comentário que fazia de uma questão.

Não estranhei porque há muito tempo percebi que esse mundo está mesmo virado pelo avesso. Algo que era até há alguns anos de uma maneira, agora é totalmente o contrário.

Falo para os alunos que eles e os pais conhecem e dominam desde criancinhas a norma popular. É aquele jeito de falar que ninguém precisa de frequentar uma escola para aprender. Para aprender a falar basta nascer e com boa saúde.

É na escola que aprendemos a norma culta. Ela tem o dever de ensiná-la como prioridade e não o contrário, como disse o autor da frase que abriu esse texto.

Também o papel da escola é dá acesso à norma popular para os alunos. 

Deve ser, na minha opinião, a frase correta. Não podemos desprezar o falar dos alunos, oriundo de suas casas. A escola ensinará a norma culta e dirá que as duas são importantes em contextos diferentes. 


PROVÉRBIO

A formiga quando quer se perder, cria asas.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

QUESTÃO DA LÍNGUA

Atender ao telefone

O valor e o sentido da preposição a é muito interessante. Na frase acima, ela tem o sentido de aproximação.

Por isso é que devemos dizer "fulano está ao telefone" e não "no telefone". Se estivesse no telefone, estaria dentro dele. Mesmo aqueles mais antigos não caberiam uma pessoa dentro.

A expressão "atender ao telefone" é muito antiga e mais adequada aos telefones fixos.

ABSTENÇÃO

Mais da metade dos inscritos não compareceram ontem ao primeiro dia de prova do Enem. 

Os motivos parecem ser claros: o medo da doença e o despreparo. Uma coisa puxou a outra. Se estivesse tudo em paz, o número de abstenções teria sido mínimo.

Aqui em Upanema somente quatro ônibus foram para Mossoró. E estavam vazios, segundo informações. 

REDAÇÃO DO ENEM: REPERCUSSÃO

O tema da redação de ontem do Enem será um dos assuntos mais discutidos hoje e nesta semana. 

O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira, foi o tema.

O que é um estigma?

É uma cicatriz, uma marca. Quando alguém é estigmatizado, ele sofre por aquilo. Alguém que tem a marca de "ser doido". Provavelmente seria esse norte do texto da redação. 

Essa é apenas uma lembrança que eu teria, caso tivesse feito a redação ontem. Por não conhecer os textos de apoio, não dá para ter uma ideia mais segura do que poderia ser um bom texto.

PROVÉRBIO

Brincadeira tem hora e não é pra ser agora.

domingo, 17 de janeiro de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

TEXTOS ANTIGOS

O ferro 

O ferro é um metal duríssimo, resistente e muito pesado. É o metal mais útil que se conhece pelas suas variadas aplicações. É cinzento-azulado e flexível

Dele é que se fazem todas as ferramentas, todos os instrumentos da lavoura e da indústria, máquinas de todas as espécies, locomotivas, trilhos, vagões, automóveis e navios.

O Brasil possui uma reserva de ferro capaz de abastecer o mundo inteiro, durante centenas de anos. 

As maiores jazidas de ferro brasileiro estão no Estado de Minas Gerais. 

O ferro bruto ou minério de ferro, como é chamado, depois de extraído das jazidas ou minas, é levado para as usinas onde se transforma em ferro fundido ou em aço.

O aço, que é o ferro puro, serve para o fabrico de lâminas, de molas, de utensílios domésticos, de chapas usadas na construção de embarcações e veículos.

Para purificar o ferro, transformando-o em aço, emprega-se o manganês, , outro metal encontrado em grande quantidade no Brasil: esse minério é também usado no fabrico do vidro.

O ferro exposto à umidade cobre-se de ferrugem. Evita-se a ferrugem pintando-se o ferro com uma camada de óleo ou de piche, ou cobrindo-o com uma camada de zinco ou de estanho. Coberto de zinco, tem-se o ferro  galvanizado. Coberto de estanho, tem-se o ferro estanhado, mais conhecido pelo nome de lata.

(Infância Brasileira, terceira série primária)

O texto acima contém algumas informações bastante primárias e infantis, pois foi extraído de um livro de terceira série primária. Era no tempo em que um livro desse tipo era uma riqueza numa casa.

Apesar da infantilidade das informações, há algumas que muita gente de anel no dedo não sabem e nunca irão saber.

 HUMOR

- Pai, ajudei você a economizar dinheiro.
- Quem diria! Como foi isso?
- Pai, você se lembra que me prometeu mil reais se eu passasse de ano?
- Lembro, filho.
- Pois pode guardar a grana.

PROVÉRBIO

Longe dos olhos, longe do coração.

sábado, 16 de janeiro de 2021

UMA DICA PARA A REDAÇÃO DO ENEM

Procure escrever frases curtas.

Frases longas podem deixar você cansado e ficar no meio do caminho.

QUE PALAVRA!

Carancho: Ave falconídea diurna, semelhante ao gavião; caracará, carcará. (Aurélio)

É conhecido por aqui por carcará.

PROGRAMA NA WEB RÁDIO INDEPENDÊNCIA

Logo mais às nove horas estaremos no programa dos sábados na Webrádio Independência.

Hoje teremos as participações dos professores Diógenes e Waguinho. O foco é o 

Enem.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

PROVÉRBIO

Lixo é o que não presta.

O QUE SE DIZ, O QUE SE ENTENDE

Revista Isto é - 18/12/2020

Bolsonaro sobre vacina da Pfizer: ‘Se você virar um jacaré, é problema seu’.

O presidente Jair Bolsonaro questionou os possíveis efeitos colaterais das vacinas contra o coronavírus, tomando como exemplo a da Pfizer/BioNtec, e afirmou que não há garantia de que ela não transformará quem a tomar em “um jacaré”.

“Lá no contrato da Pfizer, está bem claro nós (a Pfizer) não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um jacaré, é problema seu”, disse Bolsonaro, que questionou em várias ocasiões as vacinas e a gravidade da pandemia que já deixou quase 185 mil mortos no Brasil.

“Se você virar Super-Homem, se nascer barba em alguma mulher aí, ou algum homem começar a falar fino, eles (Pfizer) não têm nada a ver isso. E, o que é pior, mexer no sistema imunológico das pessoas”, continuou Bolsonaro em evento realizado nesta quinta-feira na Bahia.

O jacaré aí deve ser tomado como um símbolo e não algo literal. O jacaré simboliza qualquer efeito colateral e não a mudança de gente para jacaré, caso tome uma vacina.


quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

PROIBIÇÃO DA REALIZAÇÃO DO ENEM

Um argumento forte para haver o Enem é o recurso da comparação. 

Onde houver proibição do Enem e não da abertura de bares e restaurantes, por que proibir um e não outro?

Há casos que a permanência das pessoas em bares e restaurantes é equivalente ao tempo que os alunos passarão na sala. E há ainda uma desvantagem: nos bares e restaurantes as pessoas permanecem sem máscara. Na sala de provas a máscara é obrigatória e o álcool gel é disponível.

LÍNGUA FIGURADA E NÃO FIGURADA COMO PROBLEMA

A língua oferece muitas formas de expressão. A figurada tem causado problemas na vida de muitas pessoas.

Conotação e denotação

Quando empregamos uma palavra fora do uso literal, dizemos que é conotativa, ou seja, figurada. 
Flor pode não ser flor se for usada conotativamente. 
Flor é flor se usada denotativamente, ao pé da letra. Dicionarizada.

Se eu te chamar de probrezinho, pode ser que não esteja chamando de pobrezinho, mas de rico. Na língua portuguesa isso é ironia.

Todo uso da ironia é um risco. Devemos ter cuidado quando usarmos uma.

MANHÃ

A manhã entre nublada e sol forte.

PROVÉRBIO

Lenha verde mal se acende.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

LÍNGUA CERTA

A língua formal prega algumas peças contra os falantes. A mais comum é o uso da palavra obrigado.

Percebi que eram as mulheres que mais caíam na armadilha. Muitas erram por desconhecimento. Entretanto, vi recentemente homens utilizando erradamente também por puro desconhecimento do uso adequado do "obrigado."

Ao agradecer às pessoas que o parabenizavam numa rede social, um homem respondia às mulheres "obrigada", e "obrigado" aos homens.

Há esse pensamento no meio de muitos falantes. 

A regra é simples: Quando os homens agradecem, devem responder "obrigado". Quando as mulheres agradecerem, devem responder "obrigada". 

CHUVAS EM OUTROS LUGARES

Internautas informam de precipitações pluviométricas acima de 11, como registrei aqui ontem. Na Baixa do Tatu, por exemplo, foram 25 milímetros. Em outro lugar o pluviômetro marcou 18. E assim por diante. 

ALTERNÂNCIA

Passaremos o dia entre o nublado e o sol forte.

Amanhecemos debaixo de nuvens. Agora há pouco o sol veio forte e depois se escondeu.

UMA DEFINIÇÃO PARA A PALAVRA CHUVA

A chuva é um meteoro aquoso devido à condensação dos vapores d'água em suspensão na atmosfera. Sua quantidade e o tamanho de suas gotas depende do grau de saturação das camadas inferiores àquele em que se deu a condensação dos vapores. J. Bjerknes classifica as chuvas em quatro grupos ou espécies: 1° chuvas ciclônicas; 2° aguaceiros; 3° chuvas orográficas; 4° neblinas. Mede-se a chuva por meio do pluviômetro. (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 4).

O que temos por aqui a a chuva do tipo 2° e 4°. 

NA PROVA NINGUÉM CONVERSA

Um dos argumentos para que o Enem deste ano não seja adiado é que na prova ninguém conversa com ninguém. Não é uma aula. 

Fiz um Enem uma vez somente, como experiência. Lá ninguém fala, a não ser em linguagem não verbal. Levanta-se a mão para o fiscal da sala. Os candidatos saem mudos e voltam calados.

A PRIMEIRA CHUVA DO ANO

Ontem choveu 11mm.

PROVÉRBIO

 Leite de vaca não mata bezerro.

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

PRONÚNCIA CORRETA

Féche a porta ou fêche a porta?

O verbo fechar não tem, em rigor, nenhuma forma com "fé". Todas têm o "e" tônico fechado: fecho, fechas, fecha, fecham, feche, feches, feche, fechem. No Sudeste do Brasil, todavia, todo mundo fécha a porta. Não seria melhor (e até mais coerente) fechar?

É a opinião do estudioso da língua Luiz Antônio Sacconi. Estou com ele. Não precisamos complicar o que já é difícil.

QUENTURA

Estava muito quente. Todo mundo achava que teríamos chuva. É a sabedoria popular falando alto.

A PRIMEIRA DO ANO

Caiu há pouco uma breve precipitação pluviométrica. Num português fácil: uma chuva rápida. 
A primeira do ano. 

No ano passado ocorreu nos primeiros minutos logo após o "neste ano, quero paz no meu coração".

ENEM NÃO SERÁ ADIADO

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou nesta terça-feira (12) que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não será adiado e que apenas uma minoria é contra a realização da prova.

O Enem está agendado para 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e  31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital). Mais de 5,783 milhões de candidatos se inscreveram para participar do exame. 

"Não vamos adiar o Enem. Primeiro porque tomamos todos os cuidados de biossegurança possíveis. Queremos dar tranquilidade para você que vai fazer a prova, assim como aconteceu no domingo (10), em menor proporção, claro, no exame da Fuvest”, disse Ribeiro em entrevista à CNN.

Ribeiro também afirmou que o adiamento da prova é pedido por uma minoria. “Uma minoria, barulhenta, mas minoria. Neste ano, colocamos muito mais recursos para alugarmos mais salas, para haver o distanciamento preconizado pelas autoridades sanitárias.”

"É bom eu aproveitar essa oportunidade para dizer que um semestre a menos, se perdermos o Enem, vai atrapalhar toda a programação de acesso dos estudantes às escolas federais e públicas”, continuou.


PROVÉRBIO

Laranjeira doce é que apanha varada.

LIMOEIRO

Citrus medica - Espécie de arbusto ou árvore frutífera, da família das rutáceas, originária da China ou Indochina, e cuja cultura foi primeiro introduzida na Pérsia, estando hoje largamente difundida pelos países subtropicais. Entre as diversas subespécies figuram a Citrus limonum (limão-galego), de ramos delegados e frequentemente espinhosos; tem as folhas ovais, dentadas, e as flores brancas por dentro e de matiz arroxeado por fora; o fruto é amarelo, de forma ovóide e casca fina. Originária do NO da Índia, é cultivada no norte da Itália, na Sicília, no sul da França, na Espanha, na Grécia, na Califórnia e no Brasil. A espécie Citrus genuina tem a casca grossa e presta-se para a  feitura de doces. A fruta do limoeiro tem aroma e sabor característicos, e é muito rica em vitaminas. É usada para preparação de refrescos e como condimento. Seu sumo é muito rico em ácido cítrico, sendo por isso cultivado em grande escala para a preparação de citratos. Sua cultura tem as mesmas exigências que a da laranja, porém, é mais resistente ao frio.

Limoeiro, cidade - Município do Estado de Pernambuco. (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 7)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

PALAVRA CERTA

Antes de pê e bê nunca devemos escrever ene, mas eme.

Sabedor da regrinha acima - que decorávamos e disso não tínhamos vergonha - o aluno matava a pau qualquer palavra que estivesse nessa condição. 

Hoje vejo leitores das antigas que não possuem anel, mas sabem dessa regrinha de cor e ainda de quebra, criticam os que não sabem disso.

O exemplo acima é uma prova que muita coisa da didática do passado é preciso retornar.

Campo, pombo, tombo, lombo, rombo, lâmpada, se fossem escritas com ene teriam o mesmo som, mas estariam erradas.

ARGUMENTOS A FAVOR E CONTRA REALIZAÇÃO DO ENEM AGORA

A Ubes e o Inep debatem sobre a realização do Enem que começa no próximo domingo, 17.

Não deve ser realizado agora porque falta clareza quanto ao protocolo. Argumento da Ubes.

Considerando a periculosidade com as eleições, cerca de 148 milhões compareceram às urnas, enquanto há em torno de 6 milhões de candidatos inscritos. Argumento do Inep.

A essa altura, a realização ou não, não fará muita diferença para quem não estava preparado para disputar uma vaga pra valer.

Mesmo em tempos de paz e saúde, o número de alunos que participam das provas sem nenhuma chance de passar é muito grande. Uns vão para cumprir tabela. Outros para passar o tempo. Não são muitos os que disputam para valer, como alguns times disputam um campeonato.

Fará diferença para quem estudou. E quem estudou em tempo de doença, também estudaria em tempo de paz e saúde.

REDAÇÃO DO ENEM

Fuga do tema

A  fuga do tema consiste em sair do assunto proposto. 
Às vezes o candidato poderá fugir do tema inconscientemente. Poderá enveredar por um caminho longo e se perder em divagações. Mesmo que esteja escrevendo bem sobre um assunto, aquilo não interessa ao que é proposto na redação.

É bom que o candidato escreva, de vez em quando, "olhando para trás", ou seja, sempre de olho na questão.

ENCCEJA 2020 ABRE INSCRIÇÕES

Do G1

Exame é voltado para aqueles que não concluíram os estudos na idade esperada; participação é voluntária e gratuita.

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020 foram abertas nesta segunda-feira (11) e se encerram no próximo dia 22. A prova está marcada para 25 de abril.

As inscrições podem ser feitas na página oficial do Encceja: http://enccejanacional.inep.gov.br/

O exame é voltado para a certificação de jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada. Para o ensino fundamental, é necessário ter acima de 15 anos. Para o ensino médio, é preciso ter mais de 18 anos.

A participação no Encceja é voluntária e gratuita, e as provas serão aplicadas em todo o país. 

Em Upanema, há pessoas já participaram de edições anteriores. Será uma boa oportunidade para quem perdeu o bonde e quer alcançá-lo.


PROVÉRBIO

Lançar fora o fubá e poupar o farelo.

domingo, 10 de janeiro de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

CRÔNICA

Tomou o último gole de café torrado que  o pai havia comprado na bodega de seu Manuel. O cuscuz entre os dentes não queria sair. Enxaguou a boca, botou o pequeno caderno debaixo do braço, o lápis e a borracha na mão.
Saiu em direção do colégio, passos largos, pois ainda precisava passar na casa do coleguinha. Chegou lá logo e saíram para a escola. Livrou-se de uma rua mais reta por causa de uns meninos levados que arengavam quando eles passavam ali. Chegou na escola e entrou na fila de sua turma. Como era quinta-feira, o hino  nacional seria cantado. Ainda em fila, depois de cantado o hino, foram para a sala. A professora fez a chamada e mandou que todos abrissem o livro de português para estudar a lição do dia. "As calçadas de Pedrinho" era a história que passaram a ler. A professora aguardou que todos lessem silenciosamente para proceder a leitura oral. Um por um leu passagens do texto. Bateu o intervalo. Todos para o pátio. O menino  do começo da história resolve antecipar a volta da aula. 
Já no meio do caminho, é alcançado por alguns meninos desocupados que tinham faltado à aula. Resolveram bater nele com força e sem piedade. Era um acerto de contas de algumas arengas de algumas semanas. 
Depois de apanhar, foi para casa apanhar de novo. A mãe soubera pela boca do próprio. É que foi obrigado a dizer que tinha voltado da aula fora de tempo e apanhara dos meninos. Lição aprendida!
Nunca mais gazeou aula.

TEXTOS ANTIGOS

A história do pão-duro

- Olha o "Pão-duro"! Ali vai o "Pão-duro"!
Era assim que a turma de Mário passara a chamá-lo, primeiro uns, depois outros e, por fim, a turma toda. Ninguém sabia como havia começado, isto é, ninguém não, porque Pedro sabia. Fora ele mesmo que o apelidara.
Mário levava sempre muito dinheiro para a Escola e, entretanto, não comprava doces nem merenda, escrevia em papel-lousa ou em caderno dados pela professora e, se não fosse a Caixa Escolar, até hoje ainda estaria indo de tamancos! Pedro, que se sentava a seu lado, diariamente via Mário contando dinheiro ou descobria a pontinha de uma nota no bolso da blusa. Era mesmo um "Pão-duro"!
Mário, entretanto, sofria com o apelido.
A princípio, julgou melhor não dar importância, mas o apelido foi-se generalizando e, certo dia, até um menino de outra turma o chamara de "Pão-duro".
Resolveu, então, queixar-se à professora. À hora do recreio, aproximou-se de D. Elza e narrou-lhe tudo, com lágrimas nos olhos.
Quando os alunos voltaram do recreio, a professora chamou-lhes a atenção para a maneira indelicada como tratavam o Mário.
- Não era bonito, disse ela, pôr apelido nos colegas! Além disso, Mário era um menino tão pobre, que de maneira alguma poderia ser um "Pão-duro"!
Pedro protestou:
- Ah! D. Elza, ele não é tão pobre assim! Pergunte-lhe só quanto trouxe hoje.
- Esse dinheiro, D. Elza, contraveio Mário com voz tímida, é da minha vizinha. Na volta da escola sempre levo suas compras; sou pago para isso.
E, um pouco mais baixo e muito vermelho, continuou:
- Preciso trabalhar, pois minha mãe está doente.
- Não é motivo para você se envergonhar, meu filho. Seus colegas, sim, é que devem estar arrependidos da triste figura que fizeram.
Pedro falou em nome da turma:
- Perdoe-nos, Mário! procuraremos reparar o nosso erro. (Infância Brasileira, Terceira Série)

LÍNGUA CERTA

Pseudo-cientista. Se for feminino, não será uma pseuda-cientista, pois pseudo é prefixo, palavra invariável. Não cabe a flexão.

TEMPO ANTIGO

Lamparinas, cadeira de balanço e escravos - "As lamparinas ardiam na sala grande da casa da estância e, sentado na sua cadeira de balanço, com um pretinho escravo a descalçar-lhe as botas, Ricardo Amaral começou: 
- O governador me deu uma audiência... (O tempo e o vento, Érico Veríssimo)
O contexto fala de uma época bem remota. Uma lamparina era comum naquela época. Até os anos oitenta do século passado ainda havia lamparina em muitas casas.  Em poucas casas havia a energia elétrica.
Cadeira de balanço ainda é visto em casas da zona rural.
Escravos havia na época nas casas de pessoas que tinhas posses. Vivia-se a época pré-abolição da escravatura. A história é da primeira metade do século XIX.




sábado, 9 de janeiro de 2021

DATA DO ENEM MANTIDA

A Defensoria Pública da União pediu à justiça o adiamento das provas do ENEM. O motivo: havia dúvidas quanto às condições sanitárias.

Por enquanto está mantido para as datas previstas no formato escrito e digital.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO MEC

Medidas de biossegurança para realização da edição 2020 do Enem

Site do MEC

Em decorrência da pandemia de COVID-19, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) adotou um conjunto de medidas preventivas para garantir uma aplicação segura para os 5.783.357 inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O Enem 2020 será aplicado em 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital). 

Também foram estabelecidas regras específicas para reduzir aglomerações nos locais de prova, durante a aplicação. Os protocolos relacionados à COVID-19 foram definidos em conjunto entre o Inep e as empresas contratadas para a aplicação do exame, com base nas principais diretrizes do Ministério da Saúde e de outros órgãos e entidades de referência.

O Inep formalizou as diretrizes e os procedimentos de prevenção contra a COVID-19 a serem empregados durante a aplicação do exame no Edital n.º 55, de 28 de julho de 2020, que dispõe sobre as diretrizes, os procedimentos e os prazos para os inscritos no Enem 2020 Digital; e no Edital n.º 54, de 28 de julho de 2020, que dispõe sobre as diretrizes, os procedimentos e os prazos para os inscritos no Enem 2020 impresso. 

As principais medidas adotadas são:

1) MÁSCARAS – Será proibida a entrada e a permanência nos locais de aplicação sem máscara de proteção contra a COVID-19. Portanto, o uso durante a prova será obrigatório. O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde sua entrada até sua saída do local de provas, ou recusar-se, injustificadamente, a respeitar os protocolos de proteção contra a COVID-19, a qualquer momento, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei n.º 14.019, de 2020. O participante poderá levar mais de uma máscara para troca ao longo do dia. As máscaras serão verificadas pelos fiscais para evitar possíveis infrações, respeitando a distância recomendada. Durante a identificação, será necessária a higienização das mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas. O uso de máscara será obrigatório também para os aplicadores e acompanhantes de mães que estiverem amamentando. O descarte da máscara de proteção contra a COVID-19, durante a aplicação do exame, deve ser feito pelo participante de forma segura, nas lixeiras do local de provas.

2)  HIGIENIZAÇÃO – Durante a identificação do participante, será necessária a higienização das mãos com álcool em gel antes de entrar na sala de provas. Nos locais de prova, serão disponibilizados recipientes próprios com álcool em gel e, no banheiro, os participantes serão orientados a lavar as mãos com água e sabão, antes e após o uso. A ida ao banheiro será permitida desde que o participante seja acompanhado pelo fiscal, respeitando a distância prevista nos protocolos de proteção. As mãos deverão ser higienizadas ao entrar e sair do banheiro, durante toda a aplicação do exame. 

3)  LANCHES – A vistoria de lanches e a revista eletrônica nos locais de provas, por meio do uso de detector de metais, também deverão respeitar os protocolos de prevenção contra a COVID-19. Só será permitida a retirada da máscara para alimentação ou ingestão de líquidos.

4) SALAS DE PROVA – As escolas serão higienizadas antes da aplicação do exame e organizadas também para garantir um distanciamento social adequado. Os espaços passarão por higienização antes de cada dia de aplicação e a identificação dos participantes será realizada ao lado de fora das salas. Entre as medidas implementadas para o Enem 2020, em virtude do contexto de pandemia, está a disponibilização de álcool em gel nas salas. Assim como outras medidas de prevenção, consta, nos materiais instrutivos abordados na capacitação dos colaboradores, a determinação de possibilitar o máximo de ventilação natural e aeração dos ambientes.

5) DISTANCIAMENTO – O distanciamento entre participantes e aplicadores e os protocolos de proteção contra a COVID-19 deverão ser respeitados em procedimentos como ida ao banheiro e vistoria de materiais e lanches.

6)  GRUPOS DE RISCO – As pessoas consideradas de grupos de risco (idosos, gestantes e pessoas com doenças respiratórias ou que afetam a imunidade) receberão tratamento diferenciado no ensalamento. A ocupação nessas salas será de até 25% da capacidade máxima. Esses participantes foram previamente identificados na base de inscritos e, assim, alocados nas salas especiais. Além da redução do número de pessoas por ambiente de aplicação, uma sala especial, com ocupação de até 12 pessoas, será destinada aos participantes que, segundo o Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), são mais vulneráveis à COVID-19. Fazem parte desse grupo: gestantes, lactantes, idosos e pessoas com condições médicas preexistentes, como cardiopatias, doenças pulmonares crônicas, diabetes, obesidade mórbida, hipertensão, doenças imunossupressoras e oncológicas. Não há necessidade de realizar uma nova solicitação ao Inep, já que todas as providências necessárias foram adotadas.

7)  PARTICIPANTES COM DOENÇAS INFECTOCONTAGIOSAS – Pessoas acometidas ou com sintomas de COVID-19 e outras doenças infectocontagiosas, nos dias de realização das provas, não devem comparecer aos locais de aplicação. Nesses casos, a condição deverá ser comunicada, por meio da Página do Participante, antes da aplicação do exame. São doenças infectocontagiosas para fins de solicitação de reaplicação do Enem 2020 impresso: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenzahumana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e COVID-19.

Para a análise da possibilidade de reaplicação, o participante deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença. Na documentação, deve constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

Os participantes que apresentarem sintomas na véspera ou no dia da prova deverão procurar o serviço de saúde para diagnóstico e informar sua condição por meio da Página do Participante e pela Central de Atendimento (0800 616161), primando pela segurança da saúde coletiva. A aprovação ou a reprovação da solicitação de reaplicação deverá ser consultada na Página do Participante.

8)   INVESTIMENTOS EM BIOSSEGURANÇA – O Inep adequou os locais de prova sob critérios de biossegurança, incluindo disponibilização de produtos de higienização; realização de procedimentos controlados e orientados para acesso ao local de prova; identificação de participantes e distanciamento entre as carteiras. Também estão previstas a elaboração e a implementação de planos específicos de biossegurança para as etapas de produção e distribuição de provas, que incluem higienização de materiais, sempre que necessário, uso de equipamentos de segurança por parte dos profissionais e capacitação específica da equipe de profissionais envolvida em todas as etapas do exame. Ao todo, R$ 64 milhões estão sendo destinados às medidas de prevenção contra a COVID-19, incluindo aquisições de equipamentos de proteção individual, álcool em gel e mais locais de aplicação de prova. É importante lembrar que o Inep disponibilizará álcool em gel e materiais para higienização dos espaços. Também será reduzido o número de participantes por sala. Está prevista a ocupação de aproximadamente 50% da capacidade máxima de cada sala.

9)  CAPACITAÇÃO DOS APLICADORES – Os aplicadores foram capacitados não apenas nos procedimentos de aplicação do exame, mas sobretudo na prevenção contra a COVID-19, que envolve desde o distanciamento social nos contatos com os participantes até a forma de fiscalizar os lanches. Os colaboradores também foram orientados a realizar três vezes a troca de suas próprias máscaras durante a aplicação. 

Com todas as medidas de prevenção e os cuidados adotados pelo Ministério da Educação (MEC) e o Inep para realização do Enem 2020, somados à compreensão e à colaboração de todos os participantes, temos a confiança e a certeza de que realizaremos o exame com segurança para todos os envolvidos. A aplicação das provas é fundamental para garantir o acesso dos estudantes ao ensino superior em 2021. Contamos com o seu apoio e lhe desejamos sucesso!

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do INEP


QUE PALAVRA!

Latoeiro: Pessoa que trabalha com lata ou flandres. Funileiro.

VOLTA

Água volta às torneiras.

É a manchete melhor para o momento.

Que bom e que nunca mais falte.

FALTA

Falta d'água nas torneiras não é novidade por aqui. É bem verdade que não estamos vivendo os anos 80. A coisa melhorou bastante. 

Entretanto, vez por outra, a falta do precioso líquido, como dizia Emery da Rural de Mossoró, é assunto ruim na cidade. 

É a primeira do ano que chegou.

PROGRAMA

Logo mais às 9 horas, a Web Rádio Independência estará apresentando um programa sobre educação.

Hoje os professores vão destacar alguma dicas sobre o ENEM.

Está prevista a participação de Wagner Medeiros.

O endereço no facebook: https://www.facebook.com/radioupanema.

 

PROVÉRBIO

Lagartixa de tanto cumprimentar, perdeu a cabeça.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

DICA PRA REDAÇÃO DO ENEM

Todo texto deve ser revisado 

A dica não é somente para quem vai fazer Enem, mas para qualquer pessoa que escreve, nem que seja uma minúscula frase.

A fase preliminar da construção do texto é o rascunho. Falar de rascunho hoje em dia parece não ter sentido. Ao digitar um texto, temos a opção de corrigi-lo na hora ou depois. Nos antigamente, revisávamos depois, com riscos e emendas. Tínhamos a oportunidade de repetirmos o texto inteiro e a reescrita. 

A reescrita

Hoje chama-se refacção do texto. Refazer o texto é uma prática penosa, mas salutar. Se convencer alguém a construir o primeiro texto é penoso, imagina sugerir uma refacção do mesmo. 

Reescrita e revisão do texto: uma boa pedida para o produtor de textos. 

PROFETAS DA CHUVA

O encontro dos Profetas da Chuva está agendado para ser realizado na segunda semana de janeiro de 2021. Nele agricultores podem relatar suas experiências de observar plantas e pequenos animais e o que seus sinais dizem sobre a vinda das chuvas para a sua região. Segundo os profetas a natureza sempre manda recados antes da chuva chegar. O que ajuda no planejamento do plantio dos roçados e quintais produtivos dessas famílias.

O encontro é na cidade de Pedro II, estado do Piauí.

(Informação do blog de Ney Vital)

Entre nós também há os profetas da chuva. Não há um evento, mas eles se manifestam espontaneamente caso perguntemos sobre a previsão para o ano.

"Se o rouxinol põe no alto dos postes elétricos  e o enxu gordo aparecer com muitas capas de mel, então haverá um bom inverno."

"Se nos dias 7, 17 e 27 de janeiro chover, então haverá um bom inverno."


 

PREVISÃO DE CHUVAS

A previsão para janeiro de 2021 é de que o volume de chuva sobre a Região Nordeste do Brasil fique abaixo da média em praticamente todas as áreas. Uma pequena porção no oeste do Maranhão terá chuva dentro a acima da média.

Na faixa litorânea entre o Pernambuco e a região do Recôncavo Baiano, a tendência é de um janeiro com chuva dentro da normalidade.  Vale lembrar que janeiro é um mês de pouca chuva nessas regiões.

(Climatempo)

A riqueza que vem do céu é esperada por todos. Se as chuvas vierem na média, todos ficaremos satisfeitos, principalmente quem semeia.



PROVÉRBIO

Jurou, está endividado. A Deus não se caloteia. ((Gaúcho)

A GENTE VAMOS COM A MAIOR TRANQUILIDADE

A linguagem formal é tão bela que o mais analfabeto dos analfabetos acha belo alguém se expressar como mandam as regras da língua. Acham belo porque a linguagem articulada soa bem aos ouvidos. Nada mais agradável é uma frase com a concordância entre as palavras e uma palavra bem pronunciada. Chega suave aos ouvidos. Destoam as frases mal feitas. As palavras bem combinadas são doce ao paladar. Ainda que não seja bem compreendida, uma frase bem dita é mais agradável.

Triste é constatar que caminhamos ao inverso. A cada dia aparecem sabichões da língua, a pretexto de quererem igualar a todos, desestimulam a formalidade e enaltecem o falar fora das regras. Não pensam eles que prejudicam os que se aventuram a participarem de concursos públicos e as provas de Enem e vestibulares. Uma pena que isso aconteça.

O uso do a gente e do nós é uma regra elementar. A gente não combina com vamos, mas com vai. Estranho é constatar que há muita gente de anel no dedo que diz a gente vamos com a maior tranquilidade, apesar de ter passado pela escola.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

ANTROPONÍMIA: MANUEL OU MANOEL?

Há uma canção antiga de Ed Mota, cujo título é Manuel e tem o seguinte refrão:

Manuel
Foi pro céu
Manuel
Foi pro céu

O intérprete pronuncia a letra u bem explicado.

O nome da nossa avenida onde está localizada a Escola Estadual Professor Alfredo Simonetti e a Unidade Mista de Saúde é Manuel Gonçalves.

Há também um assentamento denominado "São Manuel".

Há muitas pessoas com esse nome.

A forma correta é Manuel, informa Luiz Antônio Sacconi. É assim que deve ser grafada.

O QUE É ANTROPONÍMIA?

Antroponímia é o estudo dos nomes próprios das pessoas.

Segundo os estudiosos, qual o correto: Manuel ou Manoel?

Aqui temos uma rua, transformada em avenida, que tem o primeiro nome.

ATUAL VOLUME DE ÁGUA DA BARRAGEM DE UMARI

Segundo o Instituto de Gestão das Águas (Igarn), informação do dia 18 de dezembro de 2020, o reservatório Umari, localizado em Upanema, está represando 219.996.145 m³, equivalentes a 75,13% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.



 

VOSSA EXCELÊNCIA

A abreviatura de Vossa Excelência é V. Ex.ª. Simples, então.

Estamos em bom tempo. Suas excelências vão precisar de fazer requerimentos. 

O QUE É UMA BARRAGEM

Barragem: Construção de madeira, terra, alvenaria ou concreto armado, maciça ou oca, que tem por fim impedir o livre curso de um rio ou riacho, criando dessa forma um reservatório e determinando pela elevação do nível d'água, maior altura de queda. As barragens destinam-se principalmente a regularizar o regime hidrográfico local, melhorar ou tornar possível a navegação nos rios, criar um potencial hidrelétrico e formar reservatórios para irrigação do solo com finalidades agrícolas. (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 2)

A primeira barragem que impactou aqui na nossa região foi a do Vale do Açu. Foi inaugurada em 1983. Dois anos depois, sangrava. Foi naquela época que muitas pessoas ficavam preocupadas com o possível desabamento da parede.

RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS NA REDE ESTADUAL DO RN

Uma das manchetes do site do Sinte dizia o seguinte no dia 20 de dezembro/2020:

Em última audiência virtual do ano, SINTE/RN e SEEC debatem pontos da pauta da Rede Estadual  

O 5° ponto dizia o seguinte:

"Retorno das aulas em fevereiro de 2021: A SEEC afirmou que seguirá a posição do Comitê Científico e apontou que algumas escolas estão sendo preparadas para receber professores, funcionários e alunos. Porém, o SINTE disse que a Rede Estadual só vai voltar ao trabalho presencial após a vacinação contra a Covid-19, conforme deliberação em assembleia da categoria realizada no dia 03 de dezembro."

Já entre professores, funcionários e alunos há muita gente com o pensamento diferente acerca da volta. O sentimento é a volta presencial, observando os protocolos e mesmo que seja de modo precário. Mas a forma presencial a cada dia ganha mais adeptos. Não há nada igual a uma aula presencial.

PROVÉRBIO

Junto à panela que ferve, não faltam amigos.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

PREVISÃO PARA OS PRÓXIMOS DIAS

Tudo vai ficar como está para ver como é que fica.

VACINA

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na noite desta quarta-feira (6) que o Brasil está preparado e tem seringas suficientes para iniciar a vacinação contra a Covid-19 antes de 25 de janeiro. (Diário do Nordeste)

Ela vai chegar, e vai pegar muita gente dizendo que:

a) ela não vem

b) não vai tomar

c) não presta pra nada





QUESTÃO GRAMATICAL

Assistir a uma sessão

O a não deve ser craseado, uma vez que não é seguido de artigo definido.

Portanto, as pessoas vão assistir a uma sessão da câmara de vereadores na primeira reunião do ano, em fevereiro. E não à uma sessão.

SANTOS REIS

Mago: Sacerdote dos medos e persas, a quem estavam confiadas as cerimônias do culto religioso. Os magos formavam um verdadeiro conselho consultivo do rei. Passavam por sábios e adivinhos, conhecedores dos mistérios da terra e dos astros. Os três reis magos, Melchior, Gaspar e Baltasar, conforme a tradição, que vieram do Oriente até Jerusalém para adorar o Menino-Deus, guiados pela luz de uma estrela. (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 7)

Quando Moisés ficou diante do Faraó para convencê-lo de que Deus era poderoso, Arão lançou a vara e ela transformou-se em serpente.

"O faraó, porém, mandou chamar os sábios e feiticeiros; e também os magos do Egito fizeram a mesma coisa por meio das suas ciências ocultas.

Cada um deles jogou ao chão uma vara, e estas se transformaram em serpentes. Mas a vara de Arão engoliu as varas deles." Livro do Êxodo 7:11,12.

Forte

No dia 6 de janeiro de 1598, doze dias depois da  chegada, (de uma expedição do almirante Antônio da Costa Valente) começou a construção de um forte sobre os arrecifes situados nas redondezas da chamada Boca da Barra. O Forte dos Reis Magos, nome dado em virtude da data de início de sua construção, foi concluído no dia 24 de junho do mesmo ano.

Nas circunvizinhanças do forte logo se formou um povoado que, segundo alguns historiadores, era chamado de Cidade dos Reis, numa clara referência à edificação que lhe deu origem. Algum tempo depois o povoado mudou de nome, passando a se chamar Cidade do Natal. (Marcos César Cavalcanti de Morais, em Terras Potiguares)


PROVÉRBIO

Jogar a pedra e esconder a mão. (Pará)

CRÔNICA

Correu muito quando soube que ele estava solto por aí. Para ser franco, nem sabia de sua existência.

Começou a grande fugida. Logo a imprensa noticiou algumas estratégias de proteção. O negócio era fugir, sem precisar correr. Proteger-se com um pequeno utensílio não comum para as pessoas comuns e banhar-se. Isolar-se, se possível.

Isolou-se até do emprego. Protegeu-se como mandava o figurino. Banhou-se como era recomendado.

"Cuidado" Higienize-se porque o bicho é perigoso. Já matou não sei quantas por aí.

Esperou pelo auxílio de pessoas amigas. Obteve ajuda. Depois veio a ajuda do governo. Trancado em casa, só ia na padaria pela manhã. 

"Mantenha distância!" 

Até aquele momento, o manter-se distante era só para os carros. Fiquem distantes porque senão poderá atropelar o outro carro a frente.

Pela força do decreto, não mandava mais os filhos para a escola. "Lá tem aglomeração". Como se em casa, com sete pessoas, não houvesse. 

Surgem as conversas desencontradas. "Tal remédio serve". "Não serve". "O bicho é perigoso". "Não mata ninguém". 

Os dias se arrastaram lentos. Não tinha nada o que fazer a não ser ouvir notícias venenosas na TV e no celular. O da vizinha era pior. "Dizem que morreram duzentos só neste mês em tal cidade." "Aqui diz que vai chegar logo, logo aqui. É bom entocar-se".

De repente, uma trégua. A campanha política chegou e o bicho desapareceu.

"Por onde anda? Que fim levou?" 

Santo remédio a folia. Mesmo com muita gente de nariz e bocas abertas, ele não entrava. Seria as belas canções do "sai fulano, sai sicrano" e o coiso pensava que era com ele?

De repente, mais que de repente, a folia acabou e ele voltou brabo. Voltou a derrubar muita gente. E no ar, o nosso personagem ainda está entocado, com os nervos abalados, recebendo os últimos tostões e com uma grande interrogação?

 "Que mistério é esse?" 

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

CARTÃO DE CONFIRMAÇÃO DO ENEM

A partir de hoje, o candidato que vai fazer o Enem tem à disposição o cartão de confirmação de inscrição. 

Neste ano a coisa está mais ensossa do que nos outros. Elevou-se o número de estudantes que vai fazer as provas sem ter estudado o suficiente ou de jeito nenhum. É como cumprir uma obrigação social ou participar de uma recreação de escola.

Tenho um palpite sobre os aprovados: os que forem aprovados não carecerão de muito esforço devido o pouco estudo dos concorrentes. 

QUESTÃO NA LÍNGUA

Arcaísmo: Consiste no emprego de palavras e construções obsoletas. 

Bassoura (vassoura)
Barrer (varrer)
Físico (médico)
Botica (farmácia)
Vosmecê (você)

RETROSPECTIVA 2020: CHUVAS DE MARÇO E ABRIL

Março: 184mm
Abril: 386mm
Total: 570mm

AONDE?

Emprega-se aonde com os verbos de movimento. Onde, com os verbos de estado ou quietação, indicando lugar em que. 

Aonde vais?

Onde estás?

Para que tanta complicação? É a tão propalada seleção  natural. Não há vagas para todos em Universidades. Não há vaga para todos em todos os empregos. 

Que língua bela, muito desprezada e pouco estudada!

"Amo-te assim, desconhecida e obscura", escreveu Olavo Bilac.

QUANDO COMEÇAM AS SESSÕES DA CÂMARA DE VEREADORES

Das sessões

A Câmara Municipal reunir-se-á anualmente, na sede do município, em sessão legislativa ordinária de 01 de fevereiro a 30 de junho, e de 01 de agosto a 15 de dezembro, independentemente de convocação, com mínimo de sessões semanais definidas em Regimento Interno. (Art. 32 da Lei Orgânica do Município de Upanema)

PROVÉRBIO

Joá com flor formosa, não garante terra boa.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

USO DOS PREFIXOS EM LÍNGUA PORTUGUESA

Ante 

Este prefixo dá ideia de anterioridade: anteontem, antebraço, anteceder, antediluviano, etc. É de origem latina. Não confundir com o prefixo anti. 

Anti

Dá ideia de oposição: antídoto, antipatia, anticonstitucional, antítese. De origem grega.

O latim e o grego enriqueceram a nossa língua. Convém estudarmos seus prefixos.


PINGOS

Pingos minúsculos há pouco caem no solo upanemense. Ao mesmo tempo, a ventania não cessa, desde os primeiros dias deste ano.

POESIA

Abastecimento

Abasteci-me
De suas palavras
De seus gestos
Do seu silêncio.

Enchi-me de ti
A ponto de agora
Não saber mais ser eu
Renegar o que sou.

Já não sei o que quero
Perdi meus objetos
E objetivos
De meu ser.

Estou cheio
Cheiíssimo de ti
De teus quereres
De tuas vontades.

RETROSPECTIVA 2020: CHUVAS DE JANEIRO E FEVEREIRO

Em janeiro: 146mm
Em fevereiro: 318mm
Total: 464mm

PROVÉRBIO

Jacaré é pra quem é e não pra quem quer.

domingo, 3 de janeiro de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

A ENTRADA DO ANO

A entrada do ano foi a seca. Recordemos que na entrada de 2020, logo após o canto de "neste ano, quero paz em meu coração", bateu uma chuva rápida. Já era ano novo. 9mm.

Em 2013, no dia 2 de janeiro caiu uma de 3.6mm. No dia 3, 7.3mm e dia 4, 34mm.

A CABRA, O CABRITO E O LOBO  (Infância Brasileira, 3ª série primária - Monteiro Lobato)

Antes de sair a pastar, a cabra, fechando a porta, disse ao cabritinho:

- Cuidado, meu filho. O mundo anda cheio de perigos. Não abra a porta a ninguém antes de pedir a senha.

- E qual a senha, mamãe?

- A senha é: Para os quintos do inferno, o lobo e toda a sua raça maldita.

Decorou o cabritinho aquelas palavras e a cabra lá se foi, sossegada da vida.

Mas o lobo, que rondava por ali e ouvira a conversa, aproximou-se e bateu. E disfarçando a voz, repetiu a senha.

O cabritinho correu a abrir, mas ao pôr a mão no ferrolho, desconfiou. E pediu:

- Mostre-me a pata branca, faça o favor...

Pata branca era coisa que o lobo não tinha e portanto não podia mostrar. E, assim, de focinho comprido, desapontadíssimo, o lobo não teve remédio senão ir-se embora como veio - isto é, de papo vazio.

Desse modo, salvou-se o cabritinho porque teve a boa ideia de confiar, desconfiando.

HUMOR

A dona de casa e o mendigo:

- Puxa, mas o senhor me parece tão forte e sadio, por que será que não consegue achar trabalho?

- Sei não, madame! Acho que é pura sorte!

CIÊNCIA

Mutuca - Nome comum de dípteros braquíceros da família dos tabanídeos, distribuídos por diversos gêneros (Tabanus, Chrysops, etc) com cerca de 200 espécies no Brasil. São moscas de cabeça grande e corpo robusto, atingindo de 15 a 30 mm de comprimento. O corpo em algumas espécies é unicolor, pardo ou preto, em outras apresenta um desenho amarelado. Possuem asas membranosas, porém fortes, com veias ligadas entre si, que em muitas espécies são diversamente coloridas. A tromba é um estilete, que às vezes chega a medir mais da metade do comprimento do corpo. Característico é o colorido verde rajado de seus enormes olhos. A fêmea é hematófaga e tem seu aparelho bucal desenvolvido para cortar a pele e sugar o sangue proveniente da ferida. O macho alimenta-se de néctar de flores. Vivem à beira das matas ou em campo aberto. Os ovos são postos em massa sobre talos de ervas ou vegetais que em geral vivam sobre a água. (Enciclopédia Brasileira Globo, volume 8)

Uma picada de uma mutuca é dolorida. É bichinho besta pra morrer. Basta a gente aguentar um pouquinho a dor. Depois é só chegar a mão perto e dar um tapa seguro. A cor dos olhos da fêmea nunca olhamos. Geralmente a matamos e abandonamos.

PRONÚNCIA CORRETA

Há umas palavras que nem todo mundo consegue pronunciar corretamente. Progresso e problema são exemplos. Há quem engula o segundo erre de progresso e problema ou coloque um erre no lugar do ele(l) de problema. É uma confusão dos seiscentos e tantos. Só com um bom treino poderá resolver isso.

FRASE DE UM ENGRAÇADO: Para que eu chupar limão se lá em casa as coisas já estão azedas?

sábado, 2 de janeiro de 2021

ANIVERSARIANTE

Aniversariou ontem o velho baobá da casa do pai de João Marinho, Seu Anélio Fernandes - in memoriam. Foi trazida por Seu Anélio de Curralim, município de Assu. 

A árvore foi plantada no dia 1° de Janeiro de 1961, no sítio Atoleiro, Upanema RN. Completou 60 anos. Tem um diâmetro de 6m e 26m de altura aproximadamente.

As informações acima são de João Marinho, via Facebook.


COMO SE ESCREVE

Alpercata: Há outras formas co-irmãs: alparcata, alpargata e alpergata. 

Há ainda a alparca, citada nos Evangelhos:

"...aquele que vem depois de mim, de quem eu não sou digno de desatar a correia da alparca." João 1:27  

"...não sou digno sequer de desamarrar as correias das suas sandálias. "Lucas 3:16

"...não sou digno sequer de curvar-me para desamarrar as correias das suas sandálias." Marcos 1:7

"...não sou digno nem de levar as suas sandálias." Mateus 3:11.

A passagem acima foi dita pelo profeta João Batista quando foi indagado se ele era o Messias. Ele negou e acrescentou que não era digno de desamarrar as sandálias daquele que estavam falando.

Segundo Silveira Bueno, é um "calçado grosseiro de sola de madeira ou de corda."

Uma sandália, diz simplesmente outro dicionário.

O que não deve ser dito ou escrito é zapragata.


QUE PALAVRA!

Caraminholas: Fantasias, mentiras (Aurélio)

Fulano está com umas caraminholas na cabeça.

A LIÇÃO DE DONA ZINA

De "Clarissa", primeiro romance de Érico Veríssimo, extraio a seguinte pérola: 

"A voz da mulata, dengosa e arrastada, quebra o silêncio:

- Seu Amaro, Dona Zina mandou pedir pro senhor não tocar mais porque o Tonico da Dona Tatá está passando mal.
Amaro ergue-se em silêncio. Com passos rápidos, sem dizer palavra, sai da sala, atravessa o compartimento vizinho, e sobe."

Tonico era um jovem deficiente que estava muito doente. O fato faz a nossa personagem pedir para que o rapaz tivesse sossego por causa do barulho do piano de Seu Amaro.

Neste mundo velho ainda há muitas pessoas respeitosas como Dona Zina e Seu Amaro.

Que neste ano apareçam mais Amaros e Zinas.


OS ERROS EM 2020

Todo mundo errou no tocante ao período difícil do ano que passou. De uma maneira ou outra.

Não só a economia sofreu um baque violento. Na área da educação os prejuízos são incontáveis. Incontáveis são também os equívocos. O maior de todos, o mais visto de longe foi o fato do afastamento total dos alunos e funcionários em geral.

A propaganda no período foi tão intensa que não cabia outra opinião a não ser a de que todo mundo deveria ir pra casa para se livrar do vírus que estava solto nas ruas, menos em casa. O isolamento total era impossível.

O pensamento único não permitiu que fosse adotada uma medida intermediária: alunos, professores e funcionários poderiam continuar na escola, mesmo que fossem com os distanciamentos e medidas conhecidas de todos.

Agora o prejuízo está feito. Espera-se que neste ano letivo pensamento único não mais prevaleça. 

PROVÉRBIO

 Ixe! Já viu sapo não querer água?

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

COMO SE DIZ E COMO SE ESCREVE

Estejam sempre alerta - É assim mesmo que se diz.

Alerta é advérbio. Ele está, como se diz em gramática, modificando o próprio advérbio. Aqui é a palavra sempre. 

Então, não estejam sempre alertas porque é uma falsa concordância.

JANEIRO

Segundo o nosso calendário, primeiro mês do ano, constante de 31 dias. Numa Pompílio, juntou com fevereiro, ao antigo  calendário romano, que se compunha apenas de dez meses. Tem-se discutido se seu nome (em latim januarius) deriva de janua (porta) ou de Jano, que olhava simultaneamente para o ano que entrava e para o que saía. Na Roma antiga, o primeiro dia deste mês era festejado em honra de Jano, a cuja divindade era dedicado o mês inteiro. Hoje, o primeiro dia do ano constitui uma festa civil e religiosa em que se celebra, respectivamente, a confraternização universal e a comemoração da  circuncisão do Senhor. 

(Enciclopédia Brasileira Globo, volume 6)

COMO FOI O ÚLTIMO DIA

Mesmo cônscio de que não há nenhuma mágica na mudança de um ano para outro - o povão faz de conta que existe - farei uma breve narrativa do último dia do ano passado aqui. Nada do que direi aqui terá significado para o ano que entrou.

Um risco no céu, bem cedinho. Risco branco, produzido por um avião vindo e indo não sei para onde. No mais, o céu estava limpo. Pouco azul. Mais tarde, aparecem algumas nuvens, mas sem chuva. Ruas desertas, se considerarmos os outros dias. Grande parte das pessoas fora da cidade. Aos poucos aparecem pessoas se preparando para as farras da noite. Compras e mais compras dos ingredientes. Indispensável o alcoólico. Espumantes e queimantes.

A noite prometia não haver fogos. Mas houve. Não o costumeiro. Fixo na 16. Na hora h, bei num, canto da cidade. Bei noutro ponto. E o ano se foi. Perdeu a graça da noite. A frase costumeira ecoou nos nossos ouvidos! Um desejo, uma frase jogada no ar. Peguemo-la e seguremos para que se torne realidade.

PROVÉRBIO

Isso cria, mas judia.

PRECIPITAÇÃO

A boa chuva de ontem foi de quarenta e cinco milímetros.