sexta-feira, 31 de agosto de 2012

ENTRE O CÉU E A TERRA

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que julga nossa vã filosofia". (Horácio)

Coisas assombrosas, em forma de palavras incoerentes e contraditórias, numa flagrante perda de memória da cúpula e da massa, é o quadro que se instala no contexto atual da urbe.

O dito e o crido está se tornando o não-dito e não-crido. Assombroso, portanto.

Nenhum comentário:

TERREMOTO

Ainda muito longe do ocorrido, os futurologistas, terremotólogos do povo, previam que poderia haver mesmo aquele reboliço na cidade.  "...