PROVÉRBIO

 A fortuna quando afaga, então espreita, e a próspera é mais suspeita.