terça-feira, 25 de agosto de 2015

50 ANOS - TEXTO 28

Saudades dos que se foram

Algumas pessoas do nosso convívio, não tem jeito. Um dia vão e nem sequer podem dizer adeus.

Minha lista é enorme. Destaco Dona Celina, moradora da Rua Francisco Agostinho. Em sua casa, muitas vezes acompanhado de minha mãe, escutava "A hora da coalhada" e a Ave Maria. O primeiro programa era na Rádio Rural de Mossoró. O outro, na Sociedade da Bahia.

Um comentário:

ednalva bezerra disse...

17/7/2004 iniciei meu trabalho de agente comunitária de saúde. Minhas primeiras visitas foram: dona Inácia Rosa, dona Celina Gertrudes e irmã Severina Carlos. Saudade das que se foram!!

LÁ PARA AS DEZESSEIS

Pingaram pingos leves, para depois engrossar e voltar a ser leves e, aos poucos, desaparecer. Eis o singelo quadro que posso pintar na tar...