domingo, 9 de agosto de 2015

QUEM SE LEMBRA?

No rastro de "Vou-me embora pro passado", de Jessier Quirino.

"Vou-me embora pro passado" é um texto de Jessier Quirino que parodeia "Vou-me embora pra pasárgada", belo poema de Manuel Bandeira.

Uma das recordações de Jessier é o pente Flamengo. Não sei se o poeta torce pelo time fluminense. Isso não importa. Importa a lembrança de coisas do passado, fruto do trabalho de um time vencedor naquelas eras.

Nenhum comentário:

LÁ PARA AS DEZESSEIS

Pingaram pingos leves, para depois engrossar e voltar a ser leves e, aos poucos, desaparecer. Eis o singelo quadro que posso pintar na tar...