sexta-feira, 24 de agosto de 2018

ESCREVO NO ESCURO

Escrevo no escuro
Tateio
Procuro palavras
No escuro da mente.

Acho-as vagando
Fugindo de mim.

Por que foge de mim?
Por que uma vez
As pronunciei erradamente?

Por que as maltratei?
Por que as conjuguei mal?

Enfim, as encontro
Escondidas no cantinho da mente
Trago para o meio da poesia.

Seus nomes são:
Melhore, homem!

Nenhum comentário: