domingo, 13 de janeiro de 2019

MÚSICA DA MINHA VIDA

Sertaneja

Muito criança ainda, ouvia "Sertaneja", de autoria do cantor Orlando Silva.

Produzida entre os anos trinta e quarenta, nos anos setenta eu a escutava e apreciava. Não sei bem onde e no rádio de quem, mas eu ouvia, além do rádio, das bocas de pessoas mais velhas.

O texto é todo costurado com belas figuras de linguagem, sem nenhuma agressão a quem quer que seja. Linguajar suave, bom de se ouvir:

Sertaneja se eu pudesse
Se papai do céu me desse
O espaço pra voar
Eu corria a natureza
Acabava com a tristeza
Só pra não te ver chorar.

E os teus olhos neste instante
Brilham mais que a mais brilhante
Das estrelas que eu já vi.




Nenhum comentário:

PALAVRA CERTA

Som alto não pertuba Disso não há dúvida: Som alto não pertuba. Nem os maiores paredões pertubam quem quer que seja. Se alguém me disser que...