segunda-feira, 12 de outubro de 2009

DUAS INTERPRETAÇÕES

A DOUTRINA CATÓLICA E A PROTESTANTE

A doutrina católica diz que os mortos nõ estão dormindo. Uma ala dos protestantes prefere acreditar que os mortos estão dormindo e esperando pela volta de Jesus.

Na Bíblia há texto para todo gosto. E este assunto é prato cheio para muitas especulações.

Ao fazer crer aos fieis que os mortos estão dormindo um sono profundo, uns protestantes tomam todos os becos para que não se acredite na intercessão dos santos.A Igreja Católica fica com a certeza de que não se morre depois da morte. Há abundantes passagens que comprovam isso.

No Novo Testamento, com a chegada do Messias, tudo muda! Com Cristo, que é o Messias esperado, os mortos não mais ficarão esperando, pois chegaram os últimos tempos! Recordemos aquela passagem de Lucas 23,42s, do ladrão: “E falou: ‘Jesus, lembra-te de mim quando vieres como Rei’. E Jesus lhe respondeu: ‘Eu te asseguro: ainda hoje estarás comigo no paraíso’”.

O ladrão, como os judeus da época de Jesus, esperava a Ressurreição no final dos tempos, quando o Senhor viria em glória: “Lembra-te de mim, quando vieres com teu Reino!”

Mas, o Reino já chegou, com a Ressurreição de Jesus chegaram os tempos finais. Por isso mesmo, Jesus responde: “Hoje mesmo estarás comigo!”

Paulo afirma preferir ausentar-se desta vida terrena para ir estar com Cristo: “Estamos, repito, cheios de confiança, preferindo ausentar-nos do corpo para morar junto do Senhor” (2Cor 5,8). Aqui aparece claramente que o término da existência terrena leva imediatamente a habitar junto do Senhor. Não tem essa de ficar dormindo: morrer é ir estar imediatamente com o Senhor.

No Apocalipse há uma passagem que prova a existência de pessoas já mortas que clamam. Se estivessem dormindo não clamariam.

"Vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam.

Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?" (Ap. 6)

O texto da parábola do rico e Lázaro tmbém atesta a verdade de que os mortos não estão dormindo feito uma pedra.
(Fonte: katolicando.blogspot.com

2 comentários:

Profº Francisco Gondim disse...

Você esqueceu de dizer que a intercessão do morto que falou por seus irmãos foi mal sucedida. Ele fez dois pedidos e recebeu duas negativas.

Quando o apóstolo Paulo fala em 1Co 15 sobre os que dormem no Senhor, ele estava usando uma linguagem figurada. O dormir fala da ausência da vida física.

Mas não cremos que os mortos estejam dormentes. Ao contrário, a Bíblia fala que o estado de gozo, para os que morreram em Cristo, começa simultaneamente com a morte. Já o estado de sofrimento, também inicia-se com a morte. Isso é muito claro na Bíblia. Quem não sabe disso, precisa de aula de reforço em Teologia.

Mas a Bíblia também diz que há um só mediador entre Deus e os homens (1Tm 2.5). Mas preste atenção que Paulo falou isso depois de Cristo.

ENTRETENDO & SINFORMANDO disse...

Não foi isso que aprendi dos seus chefes há vinte e seis anos atrás.

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

GÍRIA DO MOMENTO Uma das gírias do momento é "entrar na sua mente".  Preciso entrar em sua mente, ou seja, fazer com que você se c...