domingo, 26 de fevereiro de 2012

REPITA O QUE DISSE?

Duas histórias: uma é anedota; a outra, não.

Diz-se que um homem chegou numa casa morrendo de fome, bem na hora do almoço. O dono da casa o chamou, mas ele recusou-se, por pura vergonha. O homem insistiu, mas não teve jeito. A timidez venceu.

O homem disse: então fique aí sentado, que vou almoçar e depois volto.

O homem, lá na sala de fora com as tripas roncando e os pratos e colheres batendo, lá dentro. Todo mundo comendo e ele morrendo de fome.

"De besta, que sou eu". Pensou.

A fome convenceu-o a tomar uma atitude: levantou-se, de tamborete na mão, entrou na sala de almoço, decisivo:

"Repita o que disse", o faminto voltou-se para o dono da casa.

"Não disse nada não, meu senhor!"

"Disse, sim!"

"Não disse!"

"Disse".

"Disse que viesse almoçar com a gente".

"Ah! Isso mesmo! Então vamos!"

E sentou-se.

A outra conto depois.

Nenhum comentário:

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

GÍRIA DO MOMENTO Uma das gírias do momento é "entrar na sua mente".  Preciso entrar em sua mente, ou seja, fazer com que você se c...