quarta-feira, 26 de setembro de 2012

FOGOS REBOAM

Fogos desde a manhã cedo reboam nos ares upanemense.

O motivo, todo mundo queria saber. Era uma comemoração de não sei o quê mesmo. Talvez uma barreira que caiu ou pendeu, ou fez que ia cair e não caiu. Ou prometeu cair e não cumpriu a  promessa.

 Só sei que foi uma coisa desse gênero. 

Resumindo: fogos no ar e auês no chão.

Nenhum comentário:

QUE PALAVRA!

Celso Excelso, sublime (Aurélio) Elevado, alto, sublime, sublimado, excelso. Celso - personativo. (Diconário Escolar das dificuldades da Lín...