domingo, 30 de setembro de 2012

QUEM SE LEMBRA?

As merendas escolares do passado, não tão remoto assim, eram muito diferentes das de hoje. 

Pra começar, não havia programas do governo federal ou estadual. Cada estudante tinha que bancar sua própria merenda.

Quem tinha vontade de estudar ia mesmo, mesmo que não tivesse livros didáticos, prédio bom e merenda. Com o bucho pregado no espinhaço muitos alunos frequentavam a escola e conseguiam vencer. 

Os tempos mudaram pra melhor, mas a geração de hoje não está satisfeita.

Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Nem tudo que se espeta, assa.