domingo, 3 de fevereiro de 2013

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra da esteira de palha de carnaúba?

A esteira é artigo que nunca mais vi. Nem sei se entre nós alguém ainda confecciona.

No meu tempo de criança, a esteira esteve sempre presente. Ela me acompanhou nos momentos difíceis. Minha mãe fazia chapéus e esteiras para vendê-los e ganhar uns trocados para comprar o nosso material escolar.

A geração jovem não a conhece, mas deve ter uma ideia do que seja.

Havia uma naquele tempo um ditado assim: "Fulano é besta de cair de uma esteira". 

Ora, uma esteira é rente com o chão. Se uma pessoa cai de uma esteira é porque é besta acima da média.


Um comentário:

João Lopes disse...

Eu já passei uma chuva embaixo de uma esteira, não precisa dizer que me molhei todo. Eu, Luiz Martins, Marta Martins, Lucia Martins, Severino Ramos, Antonio Martins e Dona Mafalda. No caminho do Riacho das Carnaúbas. Bons tempos aquele.

PROVÉRBIO

Quem vai ao mar, perde o lugar.