quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

SALDO POSITIVO

Como todo ponto de vista é visto de um ponto, do meu ponto que vejo, o carnaval daqui e de todo país terminou com um saldo positivo. 

Ainda que tivesse havido muitos problemas, teria sido normal, porque numa festa como o carnaval, a anormalidade soa como normalidade. 

Não se escandalizem vocês com o que grifei em itálico, principalmente os que não entendem de paradoxo. É um paradoxo dizer que algo que é anormal, é normal.

A festa do carnaval, em si, já carrega o estigma do anormal, pois tudo ou quase tudo é transgredido. Até as palavras escritas de forma errada não merecem censura. 

Mesmo de fora, vi nomes escritos errados relaciodados com a festa e todos ignoram.

O barulho naquela época é tido como legítimo, pois "é tempo de carnaval.

Portanto, podemos dizer que nada podemos reclamar, visto que nada aconteceu fora do previsto.

Um comentário:

Anônimo disse...

COM CERTEZA AMIGO XAVIER GONDIM.

GENILSON CEZAR BEZERRA

GEOGRAFIA - UERN

A PRIMA

Peço que brotes E exales seu cheiro Mundo afora Que perfumes Onde estiveres Fincados no chão Seja em lugar plano Ou elevação. Nesses dias Em...