terça-feira, 9 de junho de 2020

A DENGUE FAZ RONDA

Na volta da dengue rondando a cidade, publico uns versos que produzi em 2004, mais precisamente em 27 de novembro e publiquei num programa que havia aos sábados na FM Liberdade 104,9. Era o Programa Arte e Cultura:

A dengue é uma doença
Muito perigosa
Mata jovens, crianças
Também a pessoa idosa
Por isso não devemos
Com ela tirarmos prosa.

A prevenção você já sabe
Cuidar do lixo direito
Cobrindo-o todos os dias
Juntando com muito jeito
Isso é tarefa de todos
Os que dizem ser direito.

A água deve ser cuidada
Coberta todos os dias
As caixas d'água também
Em toda freguesia
Porque o mosquito da dengue
Não é boa companhia.

Dores nos olhos, nos braços
No tórax, em todo corpo
São sintomas da dengue
Que nem sempre são expostos
Mas podemos evitá-los
Pra que não tenhamos desgosto.



Nenhum comentário:

FRASE

Humor demais é como fé demais.