quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

CARNAVAL 2009

INVESTIMENTO PÚBLICO

O investimento público do carnaval é um tema sempre debatido pelos foliões e pelos que não pulam o carnaval.

O poder público deve ou não investir no carnaval?

Sim, deve, porque há um ganho inegável no comércio local. Nessa época vende-se até palha pra se queimar. Muitos comerciantes levantam a cabeça nesse período.

Acima está o argumento central a favor do investimento público no carnaval.

Não, não se deve investir no carnaval porque há um prejuízo pecuniário e sem retorno do poder público. Não se deve investir porque é uma festa que moralmente não é boa. As pessoas ficam expostas demais ao perigo. Resumindo: ela prejudica mais do que ajuda.

Acima estão alguns argumentos contrários ao investimento público no carnaval.

Diante dessa situação, o melhor que podemos fazer é cada um fazer o que acha melhor para si. No final das contas, não tem jeito: todos somos responsáveis pelos nossos atos.

Se a justiça daqui não atuar, podemos esperar e apelar pela outra.

Um comentário:

Profº Erivan Silva disse...

O bom comerciante não depende de carnaval para sobressair-se. Entendemos que nesses, digamos seis dias de "joga dinheiro fora", os donos de bares são os mais beneficiados. A cachaça rola solta. Não discriminando quem a devora

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

GÍRIA DO MOMENTO Uma das gírias do momento é "entrar na sua mente".  Preciso entrar em sua mente, ou seja, fazer com que você se c...