quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

PÓS-CARNAVAL

COMO FICOU A CIDADE

Ao dar uma rápida espiada hoje pude notar visivelmente as marcas de uma festa de cinco dias. Como eu não dou o mínimo valor ao carnaval e estou numa democracia, não tenho a mínima obrigação de achar aquilo tudo engraçado.

Não acho nada engraçado o estado da minha Praça Padre Adelino. Quem puder veja como ficaram as plantas rasteiras: boa parte está machucada, pisoteada. A goma entranhada e misturada com bebida produziram um mal-cheiro daqueles.

Não se pode reclamar de lixo, pois o serviço é eficiente. Isso é o mínimo que se poderia fazer.

Agora o que resta é esperarmos pelo próximo ano. Não há nada que eu possa fazer. Se eu esculhambar o carnaval, ficará do mesmo jeito.

No próximo ano virão novas bandas e mais gente do que agora.

Nenhum comentário:

LINGUAGEM

Funções da linguagem Emotiva ou de expressão do eu - É a exteriorização das emoções e atitudes interiores de quem fala, sem se preocupar  co...