segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

FOME DE LEITURA

Uma cidade sem biblioteca é uma cidade sem um veículo que governe o saber de um povo.

Perguntará o leitor:

Mas nós não temos biblioteca? 

Sim, temos biblioteca em Upanema. Entretanto, é muito diferente uma bilbioteca - ou como preferem chamar, acervo cultural - entre os muros de uma escola é bem diferente de uma que esteja em um prédio com um nome bem grande: BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL.

E uma biblioteca pública municipal faz parte de uma boa lista de coisas que Upanema já teve.

É por isso que uma professora, muito preocupada com isso, está tentando desenvolver um projeto de leitura. Entre as estratégias está a luta pela reabertura da nossa biblioteca pública municipal que já tem maioridade de seu fechamento: 23 aninhos.

E o pior: o poder legislativo municipal não lutou - pelo menos do meu conhecimento - para mudar esse quadro e reabrir a nossa biblioteca municipal. 

Temos, sim, em Upanema uma senhora biblioteca no Calazans Freire, que está à disposição do público leitor. No Alfredo Simonetti també tem livros. Na Escola Maria Gorete também tem. Mas é diferente, meus amigos! É muito diferente de uma biblioteca pública num "preidão".

Nem jornal de Mossoró está á venda por aqui. Imaginem a que ponto está a nossa situação nessa área de leitura.

Pensando nisso, é que lancei um folheto semanal com conteúdo do blog ENTRETENDO. É uma coisa meio desengonçada, assim como eu, mas é melhor do que nada.

A folha semanal matará um pouco a fome de leitura de alguns de nossos upanemenses.


Um comentário:

Régia Gondim disse...

concordo plenamente.[E ai que deveríamos ensinas aos nossos leitores primeiramente a com se comportar numa biblioteca.O que muita gente não sabe.Régia Gondim

TERREMOTO

Ainda muito longe do ocorrido, os futurologistas, terremotólogos do povo, previam que poderia haver mesmo aquele reboliço na cidade.  "...