quinta-feira, 15 de outubro de 2020

EDUCAÇÃO: NO PASSADO NÃO ERA ASSIM

No passado, não tão, tão distante, o professor era instrumento de ensino e ao mesmo tempo de educação. Ele ensinava. Se fosse no primário, fazia seu papel de ensinar as primeiras letras e as primeiras contas, além da geografia, história, ciência, religião, artes. Se fosse professor de disciplinas, ensinava aqueles conteúdos. Não se preocupava em querer mudar o mundo. 

O foco hoje é outro. A missão do professor é transformar o mundo, preparar cidadãos. Tiraram o foco do ensino e miraram na cidadania. Os professores deixaram de ser ensinadores e passaram a ser educadores, pedagogos, facilitadores da aprendizagem e outros nomes.

E quando as coisas não funcionam direito, a reclameira é geral. Não há por que reclamar. Vamos voltar a ensinar. É para isso que a escola existe.

Nenhum comentário:

LÁ PARA AS DEZESSEIS

Pingaram pingos leves, para depois engrossar e voltar a ser leves e, aos poucos, desaparecer. Eis o singelo quadro que posso pintar na tar...