segunda-feira, 12 de março de 2012

UM NÓ PELAS COSTAS

Será preciso que os construtores da BR, digo, os responsáveis pela construção da BR 110 deem o famoso nó pelas costas e bote esse negócio de fora. É até melhor que não falem mais nessa BR.

Eles nem sabem o que o povão está pensando sobre o caso. A descrença de São Tomé não chega aos pés a do povo de Upanema.

Se não fizerem logo essa BR, acredito que a esperança do povo também irá de água a baixo, porque a fé há muito que não existe.


Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Nem tudo que se espeta, assa.