domingo, 28 de julho de 2013

QUEM SE LEMBRA?

Às vezes me parece que o estoque do QUEM SE LEMBRA está se esvaindo, mas ele aparece na minha mente cada vez que me volto para minha mais tenra infância.

O de hoje nem precisou ir longe. Bastou eu olhar para uma cadeira comum, de plástico, para que me lembrasse de um tamborete e consequentemente do ano de 1986. 

"E o que tem a ver um tamborete com 1986?"

Tudo.

Em 1986, um dos símbolos da campanha para o governo estadual era o tamborete, materializada na figura do empresário e político Geraldo Melo. Indicado como vice-governador ao lado de Lavoisier Maia, rompe com este e volta-se para o PMDB, elege-se em 1986 contra João Faustino.

Mas chega de política e vamos ao tamborete. O tamborete surgiu por causa do tamanho de Geraldo. Quando ele ia falar em público  - dote que ele tem como poucos - o locutor gritava: vai falar o tamborete.

O tamborete ou banqueta é um pequeno banco, geralmente em madeira, baixo e pequeno, sem braços nem espaldar com assento para apenas uma pessoa. Muito utilizado em lares humildes e em bares.
Ele recebeu esse nome porque é feito de couro de animal (o mesmo material usado para fazer tambores). No início ele se parecia muito com tambores, mas era menor, por isso "tamboretes". (Enciclopédia Wikipedia)

Como bem lembra o texto, era usado ( e menos usado hoje) em casas humildes. Lá em casa só tinhamos eles. Papa comprava a um fabricante da redondeza. Só sei que era muito bom de sentar. 

Ao lado do tamborete tínhamos a cadeira feita toda de madeira dura. Essa papai mesmo fazia.

Quem se lembra de tudo isso?


Nenhum comentário:

LINGUAGEM

Funções da linguagem Emotiva ou de expressão do eu - É a exteriorização das emoções e atitudes interiores de quem fala, sem se preocupar  co...