sábado, 30 de maio de 2020

DE CORPO E ALMA

Não. Não é da conhecida novela de que falo. 

Estar com a alma junto do corpo, eis aquilo que é importante para a vida de qualquer pessoa. A alma precisa estar sempre junto do corpo cada vez que fazemos algo. Não adianta estar num lugar só para marcar presença se a atenção está bem longe.

No caso dos alunos, percebemos em alguns que a atenção não está ativa na aula. Vez por outra flagramos atracados em aparelhos celulares. O apego a esses aparelhos é sinal de que ainda não entenderam que a desatenção não é legal. Noutros momentos, é a cabeça que está noutros lugares. É problema com a abstração. Abstraído, o corpo fica só, enquanto a alma viaja por lugares distantes. As crianças e os velhos produzem resmungos, ou até palavras, frases, histórias. Minha avó, que era cega, falava só durante muito tempo. Antes de dormir rezava por todos os filhos. E quando estava com raiva do que o "criava", omitia seu nome. Quando alertada, dava um pulo e negava. O mesmo acontece com os jovens em sala de aula quando pegos falando só. Ao negarem, pergunto: Você é criança ou velho caduco?

Quanto ao celular, também não se dão conta que estão na sala. Muitos não ligam para as advertências por estarem desligados da aula e ligados nós chata, mesmo que sejam chatos.

Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Quem passou o vau, conhece o perigo.