domingo, 2 de maio de 2021

ENTRETENDO - EDIÇÃO DE DOMINGO

TEXTO

Boa desculpa (Cornélio Pires)

Nhô Lau era um bom homem, possuindo um sítio em que plantava de tudo, à margem do rio Tietê. Ultimamente notara que as suas roças de milho estavam sendo "broqueadas". Ao ver tanto milho quebrado, atribuiu o estrago às capivaras, pois não podia acreditar que os seus vizinhos, todos compadres, fossem capazes de furto.

A fim de defender a roça, mandou fazer profundo fojo (foge na expressão dos caipiras) nos carreiros, cobrindo-os com ligeira camada de sapé e terra. À tardinha, viu arrematarem o serviço e partiu satisfeito para casa.

- Amanhã cedo voltaremos e almoçaremos lombo de capivara...

- Nois vai tê paçoca da boa, somana intêra...comentou o Zé Boliero.

No outro dia, pela manhã, de longe bradou Nhô Lau:

- Eu não dizia! Lá está o foge destapado! Pegamos já uma!

Ao chegar à borda do profundo buraco, notou, com espanto, uma capivara deitada de cansaço e o seu compadre Julião, todo esfolado, meio escondido por trás de um grande saco cheio de milho...

- Ô c'os diabos! Decurpe compadre! gritou Nhô Lau para baixo.

Jogou uma corda e continuou:

- Me esqueci de mandar avisar o compadre que tinha feito os foges...E aqui é o atalho por onde o compadre costuma passar...

- Foi o diabo! comentou lá embaixo Julião, agarrando-se à corda para ser guinchado.

Nhô Lau, sempre bonachão, bradou-lhe:

- Amarre o saco de milho pra subir unto, comprade.

- O saco de mio num é meu... Só se é da capivara...

ANTIGUIDADE

Ouvi num desses apps que o primeiro fakenews foi que um lado da borracha de duas cores apagava lápis a tinta.

ANTIGUIDADE II

Nota de falecimento chegava sofrivelmente pela rádio Rural de Mossoró, em "Notas e avisos", e através do comunicador Seu Mané. No domingo havia as "Mensagens musicais" e "Notas e avisos". Hoje, enquanto escrevo essas linhas através das teclas do notebook, sei, quase em tempo real, a informação de duas mortes de conterrâneos. É a velocidade da informação que o nosso mundo véio sem porteira nos oferece, para o bem e para o mal.

COMPORTAMENTO

Compartilhar - Era costume a gente compartilhar somente coisas boas. Certos compartilhamentos são dispensáveis. entretanto, nem sempre conseguimos deixar pra lá.

REGISTRO DA CHUVA DE ONTEM À NOITE

Foram 12mm.

HUMOR

Um bêbado entra numa livraria religiosa e pede:

- Me dá uma cachaça aí!

- Aqui não tem cachaça, amigo - responde o balconista. - Aqui só vendemos artigos religiosos.

- Então me dá um São João da Barra, completa o bêbado.

Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

 O vento ajunta a palha e depois espalha.