segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

PROVÉRBIO

Quem pode, pode; quem não pode, puxa o rabo do bode.

Um comentário:

Júlia disse...

Eu costumava ouvir: "Quem pode, pode. Quem não pode, se sacode."

QUE PALAVRA!

Copeque  Copeque é uma das muitas palavras da língua portuguesa que poucos brasileiros já viu escrita ou pronunciada. Moeda divisionária rus...