segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

ELEIÇÃO

A eleição de hoje foi na Escola Maria Gorete de Carvalho Macedo e CMEI.

domingo, 4 de dezembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Vivemos em casas modernamente iluminadas com luzes das mais diversificadas possíveis.

Sou do tempo da lamparina (que nunca deu choque).

Sem lamparina à noite, não era mesmo que faltar energia hoje.

Se faltasse dinheiro pra comprar gás ou qualquer outro motivo, a solução era dormir mais cedo ainda. E só. Não a calamidade de hoje da falta de energia para gelar, carregar celular, computador, ver TV, etc.

Quem se lembra disso? 

sábado, 3 de dezembro de 2016

QUE PALAVRA!

Alegrão: sm. Grande alegria.

Alegria é palavra que pronunciamos diariamente. Alegrão é uma das muitas palavras que consta no nosso vernáculo, mas não ouvimos ninguém pronunciar ou escrever.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

ATRAÇÕES

A praça do centro da cidade esteve muito movimentada hoje.

Como no ano passado, teve um papai noel e pula-pula.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

VIDA

A cada dia a vida é mais banalizada. Não só a animal, mas a vegetal e mineral.

Olhem para o rio Upanema!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

NÚMEROS DA ELEIÇÃO PARA DIRETOR

A chapa 1 e única do Calazans Freire na eleição para diretor, ontem, obteve 387 votos.

Houve 7 votos nulos e 14 brancos.

A chapa única era composta por Diógenes Matoso e Luciene Santos. A posse será no final do ano.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

ELEIÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS

Hoje é dia de eleição para diretor e vice das escolas estaduais.

Em Upanema, Calazans e Alfredo elegerão seus candidatos.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

ECONOMIA

Nunca na história de Upanema a economia de água foi tão necessária como nesses últimos dias.

domingo, 27 de novembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem nasceu há quinze anos, provavelmente não tem em casa ou nunca viu um vídeo-cassete.

Esse aparelho precedeu os maravilhosos aparelhos de DVD.

Os vídeos-cassetes não comportavam imagens tão boas quanto hoje.

Com o advento dos aparelhos mais modernos, as fitas de vídeos-cassetes perderam o sentido.

sábado, 26 de novembro de 2016

QUE PALAVRA!

Alcandorar-se é uma das palavras do nosso léxico que praticamente ninguém escreve num texto ou pronuncia, ainda que num momento solene.

Alcandorar-se é palavra estranha. Significa elevar-se, exaltar-se.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

TUDO OK

Depois de quatro dias de sufoco por causa da falta d'água, população fica aliviada pela chegada do preciosíssimo líquido.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

QUEREMOS ÁGUA

A falta d'água nas torneiras domina as conversas pessoais cara a cara e as virtuais também.

Depois de faltar quatro dias, começa a pingar nas residências de ruas do Centro e adjacências.

O problema persiste, apesar de haver muita água no subsolo. O que tá na boca e cabeça do povo é que a empresa fornecedora já devia ter uma bomba reserva.

Enquanto esse assunto é resolvido, o consumidor é que necessita de ter reservatórios reservas.

Quando não é uma coisa, é outra.

Noutros dias, a falta d'água se seu por causa de canos estourados.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

SANGRIA

Leio no Jornal de Upanema de maio de 2009 que a Barragem de Umari sangrou pela primeira vez em abril de 2008, seis anos após sua inauguração.

No dia 23 de abril de 2009 começa a sangrar pela segunda vez e segundo ano consecutivo.

No presente, o quadro é totalmente diferente e crítico. Sua capacidade de fornecimento d'água está no limite. Umari está só arquejando, como diríamos nos velhos tempos.

Ela foi agredida num passado remoto por não ter sido usada adequadamente e num passado próximo por não terem cumprido promessas de campanha, agora espera pela providência de cima: um bom inverno.





terça-feira, 22 de novembro de 2016

ELEIÇÃO

A eleição para diretor das escolas estaduais será no próximo dia 29, terça-feira.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

ATÉ QUE PONTO?

Até que ponto a educação formal pode salvar um país, se a moda agora é pessoas educadas finamente estarem envolvidas num mar de corrupção?

domingo, 20 de novembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Tenho grandes recordações das canoas que Agripino lançava no rio na época das enchentes.

Em 1985, ano de enchente histórica, só era possível atravessar o rio através de canoas, câmara de ar ou a nado.

Será que ainda veremos canoas atravessando pesdoas no leito do rio?

Epa! Mas como, se há uma seca desse tamanho e uma barragem que barra a água?

Em 2009, as chuvas foram tão grandes que a barragem não evitou o uso das canoas.

Vamos esperar pelas chuvas. As canoas dependerão delas.

sábado, 19 de novembro de 2016

QUE PALAVRA!

Alcaide: Antigo governador de castelo ou província.
Antigo oficial de justiça.
Autoridade administrativa espanhola, com funções de prefeito.
(Dicionário Aurélio).

Só ouvi um prefeito se autodenominar alcaide: Dix-Huit Rosado, de Mossoró, Rio Grande do Norte.

"O velho alcaide", dizia ele em seus discursos.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

INTELIGÊNCIA

Ao longo dos tempos, a inteligência tem sido usada para fazer o mal às pessoas.

As energias gastas para fazer o mal, poderiam ser direcionadas para o bem.

A lista de maldades não cabem num livro gigantesco.


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

QUINTA-FEIRA

Hoje é uma quinta-feira com cara de sexta.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

MOVIMENTO PARADO

Não é chororô dos comerciantes, não. Há dinheiro escasso no comércio.

Qualquer falta de entrada de dinheiro, o comércio sente.

Observando direitinho, a feira semanal está terminando cada vez mais cedo.

O movimento está quase parado.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

PROCLAMAÇÃO

O Brasil amanheceu parado por causa do feriado da Proclamação da República.

Não perderei tempo em relatar o que foi tal proclamação porque o leitor não precisa disso.

O curioso é constatarmos que se amanhã dermos um prêmio para os nossos alunos para que eles digam o feriado de 15 de novembro, poucos ganharão.

Essa constatação se repetirá com outros feriados de peso. 

Pode parecer besteira a gente saber essas datas, mas não é. O desprezo pelos fatos do passado prejudica a compreensão do presente.

Se não sabemos nada sobre a república e a monarquia, bem como a importância de cada um, como teríamos a capacidade de escolhermos entre as duas formas de governo, caso houvesse outro plebiscito?

Por causa dessa brincadeirinha, um grande número da geração dos adolescentes e abaixo dessa faixa só escrevem o nome Chavier assim. Provam que nunca souberam do nome de Tiradentes. 

O desconhecimento do passado se estende ao município. Precisamos conhecer a trajetória política de cada um para que não mais cometamos erros nas escolhas no presente.



segunda-feira, 14 de novembro de 2016

FEIRA

Gosto de visitar a feira de Upanema. Vejo que ela se mantém firme, com pequenas variações.

Algumas bancas vendem produtos antigos como há cinquenta anos: panelas e potes de barro, funil, urupemba, novelos de linha, etc.

Mesmo na era da tecnologia, esses produtos resistem como se quissessem dar testemunho do passado.

domingo, 13 de novembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra quando fumar era charme, prazer e um ponto a mais sobre os que não o faziam?

Sabem que um rapaz com um cigarro na mão ou no bico atraía as moças?

Isso foi fato. Hoje o ato de fumar um cigarro é negativo, principalmente da constatação de seu malefício e as pesadas leis contra seu uso.

sábado, 12 de novembro de 2016

QUE PALAVRA!

Alabão - adj. Que dá leite, ou que dá muito leite (diz- se de gado).

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

LOMBADAS

As lombadas tomaram conta de boa parte dos debates dos vereadores hoje pela manhã na câmara.

"As carretas em alta velocidade levam o perigo na Avenida 16 de setembro. É Deus que livra de haver acidentes", disse Canindé Rocha.


quinta-feira, 10 de novembro de 2016

COSTUME DE CASA

O costume de casa vai à praça, diz o velho ditado popular e sábio.

É o que vejo no meio de nós.

Se deixamos lixo na rua mesmo quando se tem a coleta regular, conprovamos o ditado popular acima.




deixamos o lixo

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

QUE SORTE A NOSSA

A onda de ocupações ocorridas nas escolas no país são atos que ferem o direito de muitos estudantes que querem estudar.

Que sorte a nossa que essa prática ainda não chegou por aqui.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

PRESIDENTE DA CASA LEGISLATIVA

Os olhos da população estão voltados para a Câmara de vereadores. Há muita expectativa do público eleitor sobre quem vai ser o presidente daquela casa legislativa.

Há quem diga que pelo menos quatro candidatos estejam trabalhando seus nomes.

Higor e Frânklin são os mais comentados pela situação.

Da oposição, Gineton é o nome falado.

Ainda pela situação, Carlos Garcia é um nome também lembrado.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

DIFICULDADES

A média dos estudantes não se dão bem na redação visto que têm muitas dificuldades em assimilar e praticar as normas da redação.

Para se ter uma idéia, a letra ilegível tira do páreo muitos candidatos.

A falta de coerência e coesão também são inimigas ferozes dos estudantes.

Há os que desobedecem a outras regras da boa redação como não fugir do tema e a correta ortografia.

Se não seguir o básico, não será um bom redator.

domingo, 6 de novembro de 2016

PRODUÇÃO DE TEXTO É UM EUFEMISMO

Nos últimos anos, os livros de Português do Ensino Fundamental e Médio trazem "produção de texto" no lugar de "Redação".

Por que razão fazem isso? Imagino que seja um eufemismo. A palavra redação soa pesado, visto que escrever bem requer um esforço dobrado. Esforçar-se não é pra todo mundo.

Produção de texto nem parece ser redação. Mas é.

sábado, 5 de novembro de 2016

QUE PALAVRA!

Quem sabe o que significa uma aduela?

Vamos ver o que diz o Aurélio:
S.f. Tábua encurvada com que se forma o corpo de tonéis, pipas, etc.

Aduela é uma peça que muitas pessoas passaram dessa pra melhor e não souberam o que era aquilo.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

DITO E FEITO!

A sessão da Câmara de vereadores esteve muito movimentada outra vez. Além da costumeira fala de Valério Augusto, tivemos a posse de Marinaldo Albuquerque, cuja cadeira é a do ex- vereador Ferrari Basílio.


quinta-feira, 3 de novembro de 2016

SUPLENTE ASSUME

Está previsto para amanhã a posse do suplente de vereador Marinaldo. Ele assumirá o lugar de Ferrari, por este ter sido cassado.

A câmara mais uma vez promete lotar.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

DIA TRISTE?

O dia de finados é marcado naturalmente pela tristeza e saudade daqueles que se foram.

Outros preferem encarar o dia com esperança e fé. "Morrer não é o fim."

terça-feira, 1 de novembro de 2016

UERN EM DIFICULDADES

A UERN também sofre com a crise financeira.

Ela que tantos filhos de Upanema formou, às vezes é atacada pela greve. Agora vive momentos difíceis. 

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

VIDA PERIGOSA

A educação para a vida no trânsito é papel de todos, principalmente a família. "Meu filho, tenha cuidado quando atravessar a rua. A via pública é dos carros, motos, etc e nunca do pedestre."

Se os erros do pedestre não bastassem, há os erros de muitos que guiam pessimamente carros ou motos. Eles acham que bons pilotos são os que andam em alta velocidade.

Doce engano!


domingo, 30 de outubro de 2016

O POTE COMO SÍMBOLO

Quem nunca ouviu a expressão "vai ter gato no pote?"

O pote aqui simboliza algo que está escondido, fechado.

O que está escondido geralmente será revelado com o quebramento do pote.

A expressão "quebrar o pote" quase sempre aparece em período eleitoral ou um pouco antes das eleições. Dentro do pote está um candidato surpresa, assim como o jogador puxa uma carta boa que decide a partida.


QUEM SE LEMBRA?

Um dos utensílios do passado e pouco usado hoje é o pote.

Vi um pote recentemente num documentário de TV numa comunidade bem periférica do país.

Ainda vejo pote em feiras livres. Mesmo assim, quase que não aparece um para ser comercializado.

Outrora era a geladeira da casa. Um copo d'água bem geladinho revigorava por dentro.

O pote foi cantado por Luiz Gonzaga. Em sua volta pra casa, ainda à meia noite, ele pede água ao pai com quem há anos atrás tinha brigado:"Isso é hora de chegar em casa, seu coisa?"

Lá em casa tinha no mínimo três potes: um com água de beber e mais dois para o gasto diário do lavar prato.

Quem se lembra dos potes?

sábado, 29 de outubro de 2016

QUE PALAVRA!

Quem já ouviu alguém pronunciar a palavra adrede?

Adrede? Como devemos pronunciá-la? Com o primeiro (e) aberto ou fechado?

O Aurélio diz que deve ter timbre fechado. Ele fez tal coisa adrede (ê), ou seja, de propósito.

Que palavra, hein?

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

DIA DO SERVIDOR PÚBLICO

O servidor público é o que é pago pelos contribuintes para servi-los. Servidor serve. Nada mais lógico.

O incrível disso é que há servidores e servidores. Há contribuintes e contribuintes.

PROVAS DO ENEM II

O ENEM é um exame tão concorrido que se faz necessário um preparo desde, pelo menos, o primeiro ano do Ensino Médio.




quinta-feira, 27 de outubro de 2016

PROVAS DO ENEM

Nos dias 5 e 6 haverá as provas do ENEM.

O exame é por natureza complicado, principalmente para quem não se capacitou.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

PROCESSO

O processo eleitoral sucessório da eleição para diretor e vice das escolas estaduais já está em curso.

Em Upanema, as duas escolas vão ter chapa única, pelo que sabemos.

A eleição será em 29 de novembro.

Votarão alunos de 12 anos acima, professores, pais e funcionários em geral da escola.

O resultado dar-se-á no mesmo dia. A posse será em Natal no dia 29 de dezembro.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

PARTICIPAÇÃO POPULAR

A participação do povo na câmara pode ser um sinal de que estão querendo pressionar os vereadores e fazer valer os mandatos.



segunda-feira, 24 de outubro de 2016

SESSÃO DE SEGUNDA

Os debates acalorados de alguns vereadores, principalmente Valério, levou um número elevado de pessoas ao auditório da câmara.

Que o auditório continui cheio todo o ano legislativo e não somente em período pós eleitoral.



domingo, 23 de outubro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra do canivete que serve para tira a barba?

Cresci vendo o velho pai tirando a barba com canivete.

Por esse motivo, não consegui fugir da tradição. Hoje (não digam a ninguém) ainda uso o canivete para a barba.

Quem se lembra?

sábado, 22 de outubro de 2016

QUE PALAVRA!

ADOBE(ô) S.m Tijolo cru, seco ao sol.

ADOBAR V. Fazer adobe.

Não é incrível? Quando era menino, fiz adobe e não sabia.

Meu pai fez adobe durante muitos anos e nunca conheceu essa palavra. É certo que para ele e muitas outras não fará nenhuma diferença saber disso.

Entretanto, para quem é estudante é importante para ampliação do vocabulário.


sexta-feira, 21 de outubro de 2016

PROVAS DO ENEM

Pelo que constatamos, neste ano haverá menos alunos que farão as provas do enem. É o retrato da escola pública. A cada dia mais o desinteresse pela escola aumenta. Isso leva ao desinteresse pelo Enem.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

HORÁRIO DE VERÃO

Não escondo de ninguém a satisfação que tenho com o horário de verão.

Seria bom que o horário de verão também tivesse por aqui.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

A ESPERANÇA QUE VEM DE CIMA

Ouve-se reclamações diárias de políticas voltadas para o homem do campo, como perfuração de poços para as comunidades rurais.

Ao aproximar-se do fim do ano, não só o agricultor fica torcendo para que chova logo.

Já que a solução não está vindo debaixo, preferimos ter esperança no que pode vir de cima 

terça-feira, 18 de outubro de 2016

MISSÃO

Cada pessoa deve entender qual sua missão na vida. Em  que eu sou bom ou mais ou menos?

Se não servimos para realizar um projeto x, que não o realizemos. Que deixemos o lugar para outro.

domingo, 16 de outubro de 2016

ALUNOS E OUTRAS PESSOAS LOTAM PLENÁRIO DA CÂMARA

O plenário da câmara de vereadores ficou lotado na sexta, 14.

Um dos motivos foi a presença de alunos do ensino fundamental maior do Calazans Freire.

Eles estavam observando o parlamento, pois estavam estudando o parlamento na aula de História.

O que eles viram lá? Debates acalorados sobre o pleito que passou. Espero que eles tenham entendido o que viram.

QUEM SE LEMBRA? II

Quem se lembra dos carros-pipas do passado traziam água para Upanema matar a sede?

Pois não é que a prática ainda continua no nosso meio!

Mas... qual a diferença do passado  - anos 70 - e agora?

Cuido que no passado, a água era trazida também para as casas da zona urbana, visto que ainda não havia CAERN em Upanema.
Hoje somente a zona rural recebe água da pipa.

Depois de mais de quarenta anos o quadro não mudou, para a vergonha das lideranças políticas locais.


QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra do tempo em que os vencedores de um pleito político se limitavam a sair pelas ruas comemorando a vitória através das músicas da campanha?

A primeira eleição que tenho lembrança foi a que Zé Lopes saiu vencedor. Ano: 1976.

Naquele tempo cuido eu que não tinha nem um carro fazendo barulho. As pessoas se limitavam a pular e cantar.

Todos são sabedores que as árvores só crescem se as sementes forem plantadas.

Mas como poderiam fazer isso se um ato muito mais simples sugerido pelo candidato da oposição (abolição dos fogos de artifício) não foi acatado pela coligação situacionista?







sábado, 15 de outubro de 2016

PROFEÇOR

A cada dia a missão do professor fica mais difícil diante do seu principal campo de trabalho, que é a sala de aula.

Apesar de tudo, através da experiência, conseguimos driblar os problemas e plantarmos a semente do saber.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

TEMPO NORMAL

Depois dos dias de campanha política quando a vida das pessoas deixou de ser normal, agora é hora de voltarmos ao tempo normal.

Cada pessoa deve fazer política diária, sem pensarmos em votos. 

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

VISITA SEMANAL À CÂMARA

Fazer política é acompanhar semanamente a atuação dos vereadores durante o ano inteiro.

Não é procurá-los somente em época eleitoral.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

TEMPO DE FAZER E FALAR EM POLÍTICA

Erramos quando queremos fazer e falar de política somente nas campanhas eleitorais.

A política deve ser feita quotidianamente, marcação cerrada sobre aqueles que conseguiram mandato.

Se assim fosse, viveríamos um tempo diferente.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

ELEIÇÃO, PODER E CONVENCIMENTO

Sabem daquele jogo em que o time vence, mas não convence? Obtêm três pontos, mas não agrada.

Pois bem. É essa situação em que estão os vencidos da eleição para prefeito no dia 2 de outubro.

Isso ocorreu pela expectativa criada pela pesquisa, cuja maioria seria em torno de dois mil votos ou dezessete pontos percentuais.

O resultado das urnas desmentiu tudo.

Um quadro desse só pode deixar os vencedores procurando explicações.

Assim, ganharam o poder, mas não ficaram totalmente felizes.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

DIAS QUENTES

Os dias quentes da política esfriaram depois do dia 2, mas os dias quentes que não têm nada a ver com a política não diminuíram.

Vamos aguardar os dias para ver se as coisas melhoram.

domingo, 9 de outubro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Nesses dias estava eu observando no comércio local a abundante venda de acessórios para chinelas de banho.

No meu tempo de criança chamávamos as marcas mais conhecidas eram havaianas e tiltil. Os acessórios eram chamados de cia ou arriatas, para os mais novos.

Quem se lembra?

sábado, 8 de outubro de 2016

DE LAPADAS E EQUÍVOCOS

Desde quando saiu o resultado da eleição para prefeito de Upanema, por onde passamos, escutamos alguém dizer, seja num carro de som ou não, a expressão "ô lapada!".

O momento merece uma reflexão. Será que estão insinuando que a cidade vai passar mais quatro anos de lapada?

Para quem mora aqui e é bom observador, percebeu que a administração estava no rumo errado. Por isso, nos quatro cantos da cidade seu governo foi reprovado.

Aí vem a pesquisa que dava aproximadamente dois mil votos de maioria. Abertas as urnas, somente cento e sessenta e um votos de vantagem.

O que ocorreu? Será que haverá desculpas assim como foi todo o seu governo?

terça-feira, 27 de setembro de 2016

AINDA PRECISAMOS MELHORAR

Neste ano o candidato a prefeito da oposição de Upanema propôs que não deveria haver fogos na campanha.

Pois não é que o povo atendeu a sugestão do candidato? O melhor de  tudo:agradou a todos.

Vejam, meus amigos, que um singelo gesto fez o processo eleitoral tomar um rumo positivo!

Mas ainda precisamos avançar. A altura absurda dos sons nos carros de propaganda dos candidatos é um ponto negativo.

Quem sabe em 2018 essa prática seja abolida!

domingo, 25 de setembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra do ginásio?

A palavra ginásio para essa geração que tem quinze anos abaixo soa estranho.

Estudar o ginásio era estar da quinta a oitava série, que hoje corresponde do sexto ao nono.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

SABEDORIA POPULAR

A sabedoria popular nos ensina que somente devemos prometer aquilo que temos a convicção de que concretizaremos a promessa.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

VIDA COLETIVA

Como a vida na cidade é coletiva, o gestor deve governar para a coletividade e não realizar atos individuais como concessões de mini e subempregos.

Essa prática não é uma prática correta. Não devemos perder a esperança de exterminá-la do meio nós.


segunda-feira, 5 de setembro de 2016

O ELEITOR LIVRE

O conceito de liberdade é subjetivo. Não deveria ser, mas é.

Quando se trata de escolha de candidatos, há quem esteja preso a cores ou partidos.

O eleitor livre olha para o futuro da cidade e em nada mais.

domingo, 4 de setembro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem ainda se lembra das fitas cassetes?

Fitas cassetes eram febres nos anos 80. Além dos sons dois em um, havia os sons menores e os walk-man.

sábado, 3 de setembro de 2016

O QUE IMPORTA PARA O ELEITOR POLITICAMENTE CORRETO?

Dentre as inúmeras coisas que importa para o eleitor politicamente correto é sentir que o candidato só promete o que pode cumprir, para não passar quatro anos desculpando-se.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

A UM MÊS

A um mês das eleições municipais, as manifestações de apoio aos candidatos são visíveis nos grupinhos, pombeiros, comitês, cochichos e passeatas.

O jogo está apenas começando.

domingo, 7 de agosto de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos políticos antigos de Upanema?

Dos mortos, Seu Antenor de Tibúrcio é um dos que me faz recordar a campanha eleitoral de 1982.

Concorria pelo PMDB. Se não estou enganado, aquele foi o primeiro ano em que o partido recebia o nome de PMDB. Antes era MDB, partido de oposição em todo o país. E ARENA, partidão do presidente da República.

Voltando ao assunto do segundo parágrafo, Antenor Severino da Costa era vereador em 1982.

Provavelmente teria uma reeleição. Porém concorreu à prefeitura. Foi o mais votado com mais de 1.200 votos. Luiz Cândido foi eleito ultrapassando os 900. Ainda Rosvaldo Bezerra e Maria José concorreram ao cargo.

Somados os três, chegaram a casa de 2.200 votos. Naquele tempo havia sublegenda. Eram três PDS contra um PMDB.

Quem se lembra de outros políticos?

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

INCÔMODO

Pelo visto, o tema da campanha limpa vai incomodar muitos neste pleito.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

FUTURO DE UPANEMA

Depois das convenções que apresentaram os possíveis candidatos das eleições municipais deste ano, é hora de perguntarmos:

Será que Upanema ainda tem jeito?

sábado, 2 de julho de 2016

PROVÉRBIO

"A cada um sua estrela está guardada". (Provérbios e frases proverbiais do século XVI)

quinta-feira, 30 de junho de 2016

PRÉ-CANDIDATOS

Os pré-candidatos para as eleições de outubto já são visíveis. Ainda não fazem campanha porque a lei não permite. Às vezes é nas convenções que alguns nomes são vetados. Assim, torna-se um risco duplo botar o nome na rua.

Melhor é esperar a convenção e a homologação do nome.

terça-feira, 28 de junho de 2016

OS FOGOS E A POLÍTICA

Daqui até a reta final da campanha eleitoral nossos ouvidos vão ter de se acostumar com os fogos. Eles costumam anunciar início de festa.

A festa eleitoral ainda não começou oficialmente, mas já ouvimos nesta semana barulho, sem que seja relacionado com o mês junino.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

ANALISTAS

Aproxima-se o dia do prazo final das inscrições das chapas dos que vão concorrer nas eleições de outubro.

Então, como não podia ser diferente, os pré-candidatos começam a aparecer como testes, tipo o "jogo de compara", nos jogos de biloca.

É nesse terreno que os analistas políticos esbanjam opiniões. E cada um quer analisar a aceitação desses prés. O tempo dirá quem está certo.

sábado, 25 de junho de 2016

PROVÉRBIO

O sonho acabou, mas ainda tem pão doce.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

VEREADORES NÃO VOTAM REAJUSTE

A câmara de vereadores lotada assistiu a uma sessão sem que o reajuste dos salários que estava previsto tenha sido votado.

Muitos saíram de queixo caído por não verem uma das pautas ser votada.

Agora o que os cidadãos precisam fazer é esperar, pois os edis têm até o mês de setembro para por aquela matéria em pauta.


quinta-feira, 23 de junho de 2016

CHEIRO DE CHUVA

Agora à tarde chovisca leve. Há previsões de chuva.

Que venha,  pois precisamos muito.

terça-feira, 21 de junho de 2016

POLÍTICA MUNICIPAL

A política no sentido de campanha oficial ainda não é permitido, mas o povão há tempo que conversa e se empolga.

Os pré-candidatos fazem o mesmo, mas devem ter muito cuidado porque a lei é rigorosa nesse item.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

VACATION

Durante duas semanas, estamos em vacation, nós da escola pública.

O que faremos? Ler? Ouvir música? Estudar? 

Muitos nesse período precisam disso, tendo em vista que não fizeram isso.

O certo mesmo é que devemos e temos o direito de esfriarmos a cuca, pois no segundo semestre a coisa não vai ser fácil.


domingo, 19 de junho de 2016

quinta-feira, 2 de junho de 2016

ATÉ HOJE

Começou no dia 30 de maio e vão até hoje as inscrições do SISU, segundo semestre.

É mais uma oportunidade para o aluno que não se deu bem no sisu, primeiro semestre ou prouni.







domingo, 29 de maio de 2016

QUEM SE LEMBRA? II

Esta pergunta é mais difícil:

Quem se lembra do nome da biblioteca municipal de Upanema?

QUEM SE LEMBRA? I

Quem se lembra da biblioteca municipal de Upanema?

domingo, 8 de maio de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos tamboretes?

Claro! Todo norte-riograndense se lembra de Geraldo Melo. Então lembrar-se-á dos tamboretes.

sábado, 23 de abril de 2016

sexta-feira, 22 de abril de 2016

SOMENTE 20%?

Ouvi recentemente um estudioso que dizia que somente 20 por cento do estudo no Ensino Médio é bem aproveitado. Ou seja, é como se um médico-cirurgião tivesse sucesso somente em 20 de 100 cirurgias.

Se isso é verdade, faz-se necessário aprofundarmos o tema para que o quadro mude.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

COMO EM 1992?

Em 1992, em plena política municipal, corria o processo do impeachment de Collor com muita gente nas ruas de caras pintadas.

Aqui, quatro chapas para prefeito disputavam o pleito. Uma delas era do partido que queria o impedimento do presidente.

Em alguns momentos esquecíamos da política local para prestarmos atenção à disputa do cai, não cai nacional.

Será que a hustória vai se repetir?


domingo, 10 de abril de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra das doenças de outros tempos?

Quem seria capaz de relacionar as doenças dos anos 80?

segunda-feira, 4 de abril de 2016

COMO ROCHAS

Precisamos ser como as rochas para sobrevivermos aos inúmeros desafios da vida.

Diariamente os humanos engendram novas formas de viver politicamente incorreto.

Aliás, já faz tempo que não escuto essa expressão. Se vivemos a relatividade de tudo  - não há verdade e mentira; certo e errado, então, tudo pode acontecer.



domingo, 3 de abril de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos disquetes?

Quando os computadores aparecersm por aqui, só havia o disquete como dispositivo externo de armazenamento de dados.

Um disquete só cabia textos e poucas fotos. Talvez não coubesse uma música.

O tamanho era 1.44. Uma medida que já me esqueci.

Só sei que ele desapareceu por causa de outros dispositivos como os poderosos pen drivers.

Hoje as pessoas nem mais se lembram de disquetes.

sábado, 2 de abril de 2016

PROVÉRBIO

A brandura vence almas; a aspereza cria ódio.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

O MOSQUITO ATACA

Demorou, mas chegou. Pelos quatro cantos do município o mosquito devorador encontra brechas para atacar as pessoas.

Em consequência disso, muitas pessoas estão doentes a ponto de perderem o trabalho e a escola.

O bom disso tudo é que vai passar!







quinta-feira, 31 de março de 2016

CHUVA

6.7mm foi a precipitação pluviométrica de ontem. O dia de hoje passou com momentos de ameaças.

Agora no fim da noite alguns pingos apontam para uma boa chuva.

Informação de Yamashiro de Geraldo Messias.

quarta-feira, 30 de março de 2016

CHUVA DE ONTEM

A boa chuva de ontem foi de 12,7mm.

Informação de Yamashiro de Geraldo Messias.

DUAS BATALHAS

O momento histórico do país é de grande ebulição. Lá em cima, com os grandalhões da política, há movimentos de uns para se sustentar e de outros para derrubar.

Aqui em baixo, ainda não começou de direito, mas de fato, já está começando. Os candidatos já estão se movimentando. Logo, logo, eles vão aparecer.

terça-feira, 29 de março de 2016

LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE UPANEMA

Preâmbulo

Nós, os representantes do povo de Upanema, constituídos em Poder Legislativo Orgânico de município, reunidos sob a proteção de Deus em Câmara Municipal, com as atribuições previstas no artigo 29 da Constituição federal, votamos e promulgamos a seguinte lei orgânica.

A lei orgânica de Upanema, nossa constituição municipal, foi promulgada em 1990.

Por ser um ano eleitoral, publicarei algumas passagens da nossa constituição municipal, com algumas observações. Entre elas, a função do legislativo e os preparativos da construção da nossa maior lei municipal. 

segunda-feira, 28 de março de 2016

ELE ESTÁ AQUI

Ele está em todos os lugares em que as pessoas o acolhem. Para que ele saia do nosso meio, há somente uma maneira: praticarmos as determinações dos profissionais da saúde.

O que constatamos é que o mosquito arrasador está aqui e dando prejuízos às pessoas.

domingo, 27 de março de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra das peras?

Não me refiro ao fruto da pereira. Refiro-me à "pequena peça que contém um interruptor de corrente elétrica". (Minidicionário Soares Amora).

A pera é um interruptor que fica dependurado num fio e que para a lâmpada ser acesa, é acionado.

Antigamente não conhecíamos outros interruptores. Ao longo dos anos, outros mais bonitos e eficientes apareceram e suplantaram as peras.




sábado, 26 de março de 2016

PROVÉRBIO

A boa opinião vale tudo.

E A CHUVA VEIO

Durante esta semana, a reclamação foi grande por causa do grande calor que se abateu em nossa cidade. "Calor é chuva!" Frase do letrado. "Calor é calor mesmo. Chuva é com água!" Dirá o iletrado. Ele não entende a linguagem figurada.

Pois bem. Ontem, precisamente às vinte horas, uma boa chuva caiu por aqui. Foi rápida, mas deu pra esfriar o clima insuportável. E de quebra, ainda espantou um bocado de muriçoca.


sexta-feira, 25 de março de 2016

QUE CALORES!

Os calores não dão trégua nas tardes.

Que é feito das chuvas?

quinta-feira, 24 de março de 2016

EXPLORAÇÃO DA BARRAGEM

A exploração da barragem de Umari como deveria ser até agora, Upanema não teve o privilégio de ver.

Vimos apenas nos palanques. Quem tiver memória, invoque-a. Quem tiver consciência, acione-a.

quinta-feira, 17 de março de 2016

DEVEMOS PERSEGUI-LOS ATÉ O FIM

A cada dia devemos ter a consciência que a melhor forma de destruí-los é a perseguição. 

Em cada canto da cidade e até dentro das nossas casas eles nos afugentam, nos perturbam e nos metem medo.

Assim, o que nos resta é persegui-los e destruí-los. O mosquito aedes deve perder essa batalha. E já!



quarta-feira, 16 de março de 2016

NÃO HÁ COMO NÃO LEMBRAR

O upanemense que já entendia de política em 1992 pode fazer um comparativo entre as manifestações nas ruas para pedido de afastamento do presidente.

terça-feira, 15 de março de 2016

NOTA POLÍTICA

Que é feito de?

Se fosse há cinquenta anos, os upanemenses que gostam de comentar a política municipal (e quem não gosta?) estariam perguntando e se perguntando "que é feito do nome do candidato da oposição para concorrer ao executivo?"

Hoje dizemos:

Cadê?

domingo, 13 de março de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra do livro de primeiro grau menor Lendo e aprendendo?

Naquele tempo o livro era adotado pela escola, mas não doado. Os alunos compravam. Se não comprassem, poderiam assistir à aula.

Era ruim sem livro, mas quem já entendia o valor da escola dava um bom jeitinho de ficar em paz e deixar os outros em paz.

sábado, 12 de março de 2016

BOM DIA!

Vez por outra escuto alguém reclamar que não dirá "bom dia" porque o dia não está bom.

Ora, ora! Qual o sentido do "bom dia" e de tantas saudações? É estar dizendo que o dia está bom ou desejar um bom dia?

Claro que essas saudações são meras formalidades. Raramente alguém saúda com um "bom dia" na intenção de desejar "bom dia", mas como mera formalidade.

Despertou-me este comentário porque vi ontem na TV uma apresentadora dizer que o dia não estava bom para dizer "bom dia".

Que equívoco!

sexta-feira, 11 de março de 2016

ENTRE A CORRUPÇÂO E A INCOMPETÊNCIA

Quando comentamos sobre as ações dos gestores, costumamos tachá-los de corruptos.

Nem sempre há corrupção. Mas a incompetência sempre está presente.

Para comprovar a incompetência dos gestores, observem a próxima chuva e verás. Mesmo que os culpados diretos sejam moradores que vivem em áreas de risco, competem às autoridades o dever de arranjar uma prevenção para que não morassem ali.

Todos os anos é a mesma coisa: quando as chuvas vêm, é um deus nos acuda. As casas e comércios, mesmo no centro da cidade, ficam debaixo d'água. Basta olharmos o noticiário na TV.

quinta-feira, 10 de março de 2016

UMA LUZ DE ALERTA ACENDE

Há um muito tempo que acendeu uma luz de alerta sobre os malefícios das redes sociais. Ou melhor dizendo. O mau uso das redes sociais é que está fazendo mal às pessoas.

Os males não escolhem lugar. Tanto faz ser na família, na escola ou no trabalho.

Na família, deixa- se de se conversar tête a tête; na escola,  os alunos deixaram de interagir com os colegas e professores; no trabalho, rende-se menos.

As exibições e calúnias são comuns. Isso não vai dar certo. 

ÁRVORES FRÁGEIS

As árvores de caules frágeis ou plantadas em terrenos vulneráveis não resistiram à ventania de anteontem.

Até algumas casas foram destelhadas.

quarta-feira, 9 de março de 2016

PISO LÁ E PISO CÁ

O governo do RN vai reajustar o piso salarial da educação da seguinte maneira:

No dia 14 deste mês sairá o mês de janeiro. Na folha de pagamento de março, o mês de fevereiro.

Informações do site do governo.

Já para os professores de Upanema, em seis vezes.

segunda-feira, 7 de março de 2016

A GUERRA NOSSA DE CADA DIA

Sempre houve guerras. De facão a bomba atômica. Ou seja, as guerras pequenas e grandes.

O motivo principal é sempre o mesmo: esgotamento do diálogo.

Quando as nações não conseguem mais dialogar, a guerra começa.

Agora a guerra é muito difícil ser vencida pelo lado de cá, porque o lado de lá não pode dialogar.

O mosquito, inimigo comum dos humanos, não negocia.

Então, o que podemos fazer é combatê-los de forma eficaz e sem trégua.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

FIM DO HORÁRIO DE VERÃO E INÍCIO DAS AULAS

Hoje começam as aulas nas escolas públicas de Upanema.
Elas voltam no primeiro dia útil em que o horário de verão 2015/2016 termina.


domingo, 21 de fevereiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos tempos em que só nos preocupávamos com as muriçocas?

Dos bichinhos miúdos só tínhamos medo de que um se enfiasse nos nossos ouvidos ou passasse a noite zumbindo sem deixar a gente dormir.

Hoje o quadro mudou. Os bichinhos aedes nos metem medo, pois até parecem adivinhar que os humanos não sabem mesmo se organizar quando se trata de se defender ou promover o bem.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

PROVÉRBIO

A boa cortesia custa pouco e vale muito.

DIA BOM PARA

Dia bom para ler um livro? Descansar? Meditar?
 
Tudo isso e muito mais. Dia para pensar o que fazer com esse mundo moderninho demais, em que a lógica e o bom-senso simplesmente não existe. Um mundo em que o certo e o errado e os compromissos já não têm o mesmo conceito.
 
É por isso que o mundo não está dando certo.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

ANGÚSTIA

É angustiante a situação a que estamos submetidos.

É mosquito que ameaça reduzir parcela considerável da população mundial.

São autoridades que não conseguem suportar o peso do cargo, pois não cumprem suas promessas dos palanques.

Assim, o velho ditado da minha avó se encaixa bem:

Quem não pode com o pote, não pega na rodilha.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

SEGUNDA-FEIRA COMEÇA O ANO LETIVO?

Concerteza ou com certeza segunda-feira começa o ano letivo?

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

O QUE TEM A VER A EDUCAÇÃO COM AS DOENÇAS

Claro que todo mundo de bom senso vai logo dizer que a Educação é tudo.

Se isso é verdade, para que tanta preocupação com a construção de um currículo para a escola?

Esqueceram que nas aulas de Ciências aprendemos a prevenção?


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

Todos têm a obrigação moral de lutar para que o mosquito assassino seja derrotado. É como numa barca que corre perigo. Se todos não lutarem pela sobrevivência, ficará mais difícil vencer a tempestade.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

PROVÉRBIO

A amizade mais se há de mostrar na adversidade.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

VOLTA

Segunda-feira, 15, marcará a volta das aulas na rede estadual de ensino.

Será mais um ano de batalha no batente, na labuta diária da sala.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

UMA VISITA

Recebi em minha residência, ontem pela tarde, o senhor José Cleito Babosa Nery. Vinha acompanhado de Socorro de Luiz de Zé Ronca, uma contra-parente sua.

Cleito não é upanemense, mas é casado com dona Marinetes Dantas  Aquino, de família upanemense.

Ele já escreveu um livro e está com outro nos finalmentes.

História da minha vida, do bairro Aerolândia e do condomínio Manuela Mendes é o nome do livro já publicado. A obra narra sua vida na cidade de Fortaleza, Ceará.

O livro que vai ser publicado vai falar sobre memórias do povo de Upanema. Está pesquisando mais memórias e promete concluir a obra em breve.

Recebi um livro de presente  e preciso lê-lo antes de sua volta.





quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

UMA LIÇÃO

Uma lição que podemos tirar desse carnaval é que a gastança de dinheiro público é perfeitamente dispensável.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

ENFIM, ACABOU

Hoje é o último dia de algo que não teve, segundo alguns.

O carnaval não teve segundo os padrões daqueles de alguns anos atrás, mas barulho houve suficiente para ser chamado de festa de momo.

Já está terminando, mas nos deixou algumas lições. Amanhã direi quais são.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

TRA! TRA! TRA! AQUILO NÃO É CARNAVAL?

Desde a sexta-feira, onde passamos a gente escuta um tra, tra, tra.

Dos conjuntos residenciais à beira rio ouvimos música e muito frevo.

Se isso não for carnaval, então o que é?

domingo, 7 de fevereiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos envelopes de carta?

Havia os de bordas verdes e amarelas. Depois apareceram os lisos e uns quadrinhos com espaços para colocar o remetente endereço.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

E SE TIVESSE CARNAVAL?

A cidade não tem carnaval. Oficialmente. Mas hoje um bocado de gente estava num clima de carnaval no centro da cidade.

Segundo se sabe, amanhã tem carnaval com banda especializada na coisa.

Muitos se revoltam com o fato de o poder público não torrar o dinheiro com o carnaval. Quem conhece história de Upanema sabe que essa prática é recente.

Carnaval não é serviço essencial. Então, pula quem gosta e pode. Se gosta e pode, pula.

Agora, quanto aos serviços essenciais, o poder público não pode faltar nem na época do carnaval nem fora dela.

Para ser mais específico, não pode faltar nada na área da saúde, porque, meus caros, a população vai reclamar e com muitíssima razão.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

CADÊ OS CANAIS?

Não entendo bem de sintonia de TV, mas a TV de pobre está muito ruim nesses últimos dias.

Na minha TV, a intertv saiu do 13 para o 11. O 11 era a band. Hoje o 9, que é a Record, está com a imagem muito ruim. O SBT, que era o 7, saiu do ar.

Cadê os canais? Para onde foram?

AINDA NO QUADRO

As quedas de árvores e os buracos na cidade fazem parte de um possível quadro a ser pintado por um exímio pintor.


terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

UM QUADRO PINTADO

Se um pintor quisesse sintetizar num quadro os dias atuais, começaria pintando mosquitos da dengue, moscas, chuvas, barragens se rompendo.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

A CÂNTAROS E À BEÇA

A cântaros e à beça são expressões equivalentes na língua padrão, a língua dos ditos cultos em momentos solenes.

Portanto, em Upanema, se considerarmos a intensidade das chuvas entre nós, chove a cântaros, ou à beça, como se expressa o amigo Rômulo Felinto.

Chove em Upanema desde as 13 horas de hoje. Agora já está perto de 17 horas.
 

AS FILAS

As filas de espera nos postos de pagamentos são inconvenientes por natureza.

Os maus costumes os tornam piores ainda, como as trapalhadas da fila dupla e às vezes tripla.

Aqueles que se dizrm privilegiados sem o serem e os que malandramente passam na frente mesmo que tenham chegado depois, são outros inconvenientes das filas.

domingo, 31 de janeiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra das máquinas de escrever e dos cursos de datilografias?

Naquele tempo a gente batia textos em máquinas de escrever. Hoje digitamos textos em computadores nos seus mais variados formatos: pc, notebook, netbook, nottablet, celulares, smarphones e não sei mais o quê.

Eta, mundo bom e desembestado!

sábado, 30 de janeiro de 2016

PROVÉRBIO DO SÁBADO

 A ambição não ouve a razão alheia.

QUE PALAVRA!

Abancar significa sentar-se. É verbo intransitivo e pronominal, diz o Aurélio. Mas isso não é relevante na minha postagem.

O que é importante é relembrar aos leitores de minha idade e acima, e informar ao mais novos do que raramente ouvimos alguém dizer "abanque-se!"

Abancar está numa lista de palavras raras.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

ZICA

Em tempos de zika, veio à minha memória essa palavra que escutei dos mais velhos.

Foram poucas vezes, mas ouvi alguém se referir à zica quando queriam se referir a algo mal.

É provável que seja uma metáfora da doença, que não é tão moderna, mas antiga. O que ocorre é que ela já existia no tempos dos nossos avós, lá pelo final do século XIX, mas não era identificada.

Zica: algo muito ruim, uma maldição, um azar.

O país vive uma zica na política, na economia e na moral.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

ATRASO

Por falta de dinheiro, o governo do RN não pagará ainda dentro do mês aos servidores.
 
Assim, somente nos dias 4 e 5 serão pagos.
 
Pelo andar da carruagem, em fevereiro a dose vai ser repetida: atraso de novo.
 
 

PAISAGEM

A paisagem muda rapidamente logo que as chuvas chegam.

É algo extraordinário o fato de muitas vezes uma planta ser aguada diariamente, e manter apenas viva, mas não tão bonita da maneira quando recebe água da chuva.

Coisas da natureza!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

QUANDO? II

Segundo a direção do Calazans Freire, as aulas da rede estadual em Upanema vão iniciar como determina o calendário: 

Dia 15 de fevereiro.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

QUANDO?

O diário oficial do estado RN diz que as aulas da rede estadual terão início em 15 de fevereiro.

Mas...
Aqui em Upanema, em sintonia com a rede municipal, as aulas deverão ser antecipadas para dia 11.
A antecipação ainda não é certa para todas as escolas daqui. Aguardemos.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

UMA PARADA

Depois de dias chuvosos, hoje fez verão, como dizemos por aqui.


domingo, 24 de janeiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra da brincadeira de pula-corda?

Uma brincadeira feita por meninas, muitas vezes entrávamos e fazíamos bonito.

Era um exercício que exigia inteligência e rapidez, mas nunca porte físico avantajado. Quem se distraísse, a corda tocaria no pé. Aí a pessoa perdia e saía da brincadeira ou mudava de função.

sábado, 23 de janeiro de 2016

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

TEMAS DE 2016

A política partidária é o carro-chefe dos assuntos que irão tomar conta das conversas e notícias este ano.

As doenças oriundas do mosquito malvado não serão esquecidas do povão.

O aumento dos preços, crises disso e daquilo e a corrupção disso e daquilo.


quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

CHUVA DE ONTEM PELA TARDE

A chuva da tarde de ontem rendeu 14,3mm.

Com informação de Yamashiro de Geraldo Messias e Dona Expedita

BICHO SABIDO

Disse-me um senhor que o joão-de-barro faz sua casa virada para o poente ou Oeste todas as vezes que pressente que naquele ano vai chover.

É a voz da experiência que fala alto nesses momentos.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

CHUVAS PARECEM DESMENTIR PREVISÕES PESSIMISTAS

As chuvas dos últimos dias têm feito com que reflitamos sobre as previsões pessimistas oriundas das previsões ditas científicas e de alguns profetas Populares.

Já a experiência vicente-bezerreana está dando certo:

"Se chover nos dias 7, 17 e 27 de janeiro, é sinal que teremos um bom inverno."

Os dias 7 e 17 já se cumpriram. Agora só falta o 27. Mas pelo visto, a previsão de Seu Vicente Bezerra já está consagrada por este ano.



domingo, 17 de janeiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra dos proprietários dos primeiros carros em Upanema?

Seu Balzin? Aldo?

Puxem pela memória e me ajudem a construir um texto sobre o assunto.

sábado, 16 de janeiro de 2016

PROVÉRBIO DO SÁBADO

Ser pedra é fácil; difícil é ser vidraça.

A frase acima encaixa-se muito bem no jogo entre situação e oposição, principalmente num período eleitoral.


sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

CHUVA DE ONTEM DE MADRUGADA

Estamos vivendo momentos agradáveis no município devido às chuvas e do templo nublado. É assim que nos sentimos e chamamos de tempo bom.

Precipitação pluviométrica

A chuva das quinze para as quatro da madrugada de ontem, 14, foi de 4,1mm.

São informações de Yamashiro de Geraldo Messias e Dona Expedita.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

CHUVA ÀS TRÊS E QUARENTA E CINCO

A cidade foi banhada por uma leve chuva na madrugada desta quinta-feira.

Só nos falta saber o número de milímetros, fornecidos por Yamashiro de Geraldo Messias, mas a alegria dos que plantam, esta nem precisa ninguém dizer.

NÃO MIM SINTO FELIZ

Não mim sinto feliz, mas sinto-me feliz.

15 ERROS GRAMATICAIS NAS REDES SOCIAIS

De tanto ler através das redes sociais, principalmente facebook e whatsapp, palavras e expressões em desacordo com as normas gramaticais, resolvi escrever para tentar ajudar todos aqueles que escrevem muito e erram muito.

1. Concerteza  não se escreve assim, mas assim: com certeza.

2.  Obrigado quem deve dizer são pessoas masculinas. Obrigada, para as mulheres. Em qualquer situação, a mulher deve agradecer dizendo obrigada.

3. Não tem nada a ver escrever nada haver. Nada a ver não deve confundir com o verbo haver.

4. Procuro um emprego há meses. Daqui a dois anos teremos eleições presidenciais. Há é para passado. A é para o futuro.

5. Certo é com c e não com s.

6. A gente vai. O agente de endemias trabalha mais no período chuvoso. A gente separado é sujeito da frase, singular. Agente (junto) é alguém que age.

7. Mas e mais. Mas indica algo contrário, ideia contrária. Mais tem a ver com quantidade, soma, número.

8. A palavra menas simplesmente não existe. Portanto, havia menos gente na festa hoje do que na semana passada.

9. Em breve é separado. Enquanto é junto.

10. Conosco é junto. Não é com nosco.

11. Hein é uma interjeição que deve ser escrita assim.

12. Trago e chego. São duas construções erradas gramaticalmente muito usadas. Não se deve dizer tinha trago ou tinha chego. Devem ser substituídos por tinha chegado e tinha trazido.

13. Assistir o jogo. Deve ser dito: assistir ao jogo.

14. Palavras escritas com n, quando deveriam ser m. Violação da regra "antes de p e b escrevemos m.

15. Uso do mim. Não se deve dizer "mim sinto triste", mas "sinto-me triste".

 

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

CONTINUAM AS INSCRIÇÕES NO SISU

Os alunos que fizeram o ENEM estão habilitados para submeterem suas notas a fim de obterem vagas no SISU.

Se os candidatos de Upanema mantiverem o nível dos outros anos, não teremos menos de dez alunos aprovados.

Aguardemos, pois!

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

MATRÍCULAS PARA ALUNOS NOVATOS

As matrículas para alunos novatos das escolas Calazans e Alfredo serão de 1 a 15 de fevereiro.

Documentos

Histórico escolar
Certidão de nascimento (xérox)
RG e CPF do aluno (xérox)
RG e CPF da mãe (xérox)
Comprovante de residência (xérox)
3 fotofrafias 3x4

Horário de atendimento:
8 às 11h.



segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

NOMES

Ano eleitoral é ano de lista de nomes. Nomes de candidatos ou possíveis candidatos.

Dos que são listados durante o período pré-eleitoral, poucos serão de fato candidatos.

Para o executivo, pelo menos um nome tem-se como certo: o atual prefeito, que é acobertado pelo direito à reeleição.

Do lado da oposição, haverá um candidato, mas a essa altura, ainda é uma grande incógnita.

Para o legislativo, quase ninguém disse que será candidato, exceto os atuais vereadores.

domingo, 10 de janeiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra da Upanema sem tanta poluição sonora, abusiva, tal qual está hoje?

O som mal educado dos carros entram rasgando nas nossas residências de forma que não permite que possamos ler um livro, ver TV, conversar, cochilar, pensar, ficar em casa.

Chega a tornar-se, muitas vezes, um quadro dantesco. 

Claro que não queremos uma cidade silenciosa como nos anos 70 ou 80, mas queremos o razoável, o aguentável.

Sugestão

Se as pessoas querem botar um som bem alto, que tal comprarem um bairro ou cidade?

Se não podem, então, em nome do bom senso e bem-estar de todos, só há uma alternativa: baixar o som.

MANHÃ NO PINGA-PINGA

A cidade amanheceu sob um pinga-pinga agradável.

sábado, 9 de janeiro de 2016

CORTES NO PÚBLICO E NO PRIVADO

A má gestão e erros praticados na economia pelos gestores é o retrato do que ocorre com as pessoas, pobres mortais sem mandato eletivo.

Por que muitos gestores não têm condições de pagar a folha do mês?

A resposta é a mesma para qualquer dono de casa: gastos superiores ao que ganha.

Assim, os cortes são necessários. E os cortes sempre doem.


sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

PORTA ABERTA

O Enem abriu duas portas para os estudantes que desejam ingressar no ensino superior. Do outro lado, uma porta foi fechada, que estava aberta há muitos anos: a porta do vestibular.
 
Pelo que entendi, não havia necessidade de acabar com os vestibulares. Poderia continuar, pois a seleção serviria para aqueles que desejassem os cursos denominados vocacionados.
 
Como sabem, os vestibulares da UERN eram direcionados para cada curso. As disciplinas de um curso não eram as mesmas de outro. Assim, há estudantes que têm dificuldades de serem aprovados nessa modalidade Eem, visto que têm dificuldades em algumas matérias.
 
Por essa e outras razões que defendo a volta do vestibular.
 
Que a porta do vestibular seja reaberta. Vestibular já! 
 
 

SAI A NOTA DO ENEM HOJE

A expectativa é grande acerca da divulgação da nota do Enem.

Aqui em Upanema muitos estudantes fizeram a prova e aguardam ansiosos. Há perspectivas de aprovação, como em outros anos.

CHUVA EM TODO O BRASIL

Há chuvas por todo o país. Por aqui elas estão aparecendo aos poucos, apesar das más notícias de que não haverá um bom inverno.
 
O certo é que o tempo está bom para nós. Bom para nós é sem sol descoberto e um clima frio.
 
Que continue assim!
 


quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

15 OU 22?

O início do ano letivo da rede estadual deste ano deverá ser entre 15 e 22 de fevereiro.
 
Como o calendário é flexível, as escolas da cidade discutem uma data que seja viável para as escolas municipal e estadual.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

ESCOLA NOVA

Upanema conta, a partir deste ano, com uma nova escola. É uma escola infantil. Sua construção foi iniciada na gestão passada e concluída na atual.
 
Os recursos em sua maior parte vieram do governo federal. Outra, do governo municipal.
 
As matrículas serão encerradas hoje.
 
O professor Severino Ramos recebeu homenagem através do nome da escola.
 
 

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

QUATRO CANTOS

Por não termos banco do BB para tirarmos dinheiro aqui, temos que ir a Mossoró. Na agência lotada, a gente conhece praticamente os quatro cantos, através de uma fila quilométrica.

Fila quilométrica é uma hipérbole, claro. Não chega a tanto, mas damos uma boa passeada na agência até chegarmos a boca da caixa de dinheiro.

Solução? 

Infelizmente nem em ano eleitoral há notícias de resolução do problema.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ANO DE PROMEÇAS

Este não é um ano comum quando se fala em prometer aos outros.

Prometer todo mundo promete. Prometemos nunca mais violar uma lei, uma regra.

Estudantes prometem estudar mais no ano que entra, logo após um tropeço em uma, em duas, em três matérias.

Logo entra o ano, e lá estão eles de novo do mesmo jeito ou pior.

Este é um ano de promeças, por excelência. Promeças e mais promeças.

É o ano eleitoral. Agurdem! Eles têm promeças e não promessas!

domingo, 3 de janeiro de 2016

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra da cidade sem barulho?  Ou pelo menos com tanto barulho?

Volto ao assunto indo mais direto.

sábado, 2 de janeiro de 2016

O ANO POLÍTICO

O ano civil já iniciou, mas o político, não!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

A MELHOR EXPERIÊNCIA DO INVERNO

A melhor experiência sobre o inverno, disse um senhor acolá, é o que fulano de tal dizia: (um fulano que já morreu)

Quando virem uma rolinha aninhando no pendão do milho, é sinal de bom inverno.


CUIDADOS II

E os cuidados na época invernosa devem ser direcionados aos quintais.

Nossos quintais têm tudo o que o mosquito assassino quer: uma folhinha ali, uma tampinha acolá.