domingo, 23 de julho de 2017

QUEM SE LEMBRA?

A fotografia além de ser em preto e branco, tinha formatos diferentes.

Podia-se encomendar fotos de vários tamanhos, inclusive os de três por quatro, que eram específicos para documentos.

Foto colorida era raro, tão raro, que nem sei se era tirada nesse redondeza.

O formato mais estranho, caso alguém dessa geração de quinze anos seja informada é o binóculo. O binóculo era uma novidade e mais caro.

Quem se lembra disso?

sábado, 22 de julho de 2017

QUE PALAVRA!

Balde todo mundo sabe, já balda...

Seria o feminino de balde?

Balda: sf.  Defeito habitual; mania. (Minidicionário Aurélio)

sexta-feira, 21 de julho de 2017

CADA UM POR SI E PELOS OUTROS

Quem dirige algum transporte automotivo ou não urge uma atenção redobrada, principalmente no período chuvoso.

Quem dirige sabe que deve dirigir por si e pelos outros que não trafegam adequadamente.

TEMPO CHUVOSO

Desde a tarde de ontem, a cidade é banhada por chuvas e chuviscos.

O estado requer mais atenção das pessoas quando estiverem na via pública.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

CHUVA

Boa parte da tarde e noite de hoje caiu uma boa neblina na cidade.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

RETRATO

O período chuvoso para o Nordeste já passou, mas há previsão de chuva hoje para a capital do RN.

Para outras cidades sobram o frio, poucas nuvens e céu cinzento.

Esse é o retrato da terrinha amada, Upanema.

terça-feira, 18 de julho de 2017

POESIA POPULAR

Dias melhores virão!
Na direção do paraíso
E pra sempre se dirá
Qual o sentido de cada pensamento
Se virá o momento.

As lágrimas sem desespero
Nas noites de amor (...)
Refletirá na luz da manhã
Mas pelo meio do campo
Alguém caminhará.

Caminho vazio no passo macio
Somente a vagar
Juventude sincera
Rara beleza que bela fera.

Fera ferida, não pensa na vida
Cruza montanhas
Tem todas as manhas

Nas águas do mar...

(Mano Costa)

segunda-feira, 17 de julho de 2017

VENTOS SOLTOS

Ventos soltos e leves têm sido frequentes todas as noites, desde a boca ao fim das noites.

Que maravilha!

domingo, 16 de julho de 2017

QUEM SE LEMBRA?

Em "O sítio", Gilberto Amado resgata em sua memória o tempo em que passava semanas num sítio de propriedade deles. Lá vivia "vida nova, diferente da da vila, apanhando preá em armadilha, nambu em arapuca..."

A armadilha do preá era o quixó, uma armadilha perfeita que pegava sem dó nem piedade os preás que passavam despreocupados pelas veredas.

Eram captados e depois assassinados pelos meninos.

Quem se lembra disso?

sábado, 15 de julho de 2017

sexta-feira, 14 de julho de 2017

MAIS UMA NOITE DE LUAR

O "Luar do sertão", grupo de quadrilha da cidade, apresentou-se mais uma vez. Hoje no tradicional arraiá de Bezerra.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

UERN EM APUROS

A nossa universidade, antes FURRN, depois URRN e agora UERN, passa por dificuldades parecidas ou até mais dificultosas de quando chamávamos pelas duas primeiras siglas.

Vivemos tempos de pagamentos de carnê mensal, que muitos não pagavam porque recorriam às bolsas cedidas por prefeitos da região aliados das pessoas que comandavam aquela instituição.

Hoje os problemas parecem ter aumentado, visto que os cursos também aumentaram muito, se considerarmos o tempo em que ainda não era mantida pelo Estado. 

Refiro-me aos anos 80, e mais precisamente em 1986.

A UERN merece comemorar seu aniversário em setembro com mais tranquilidade.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

EÓLICO

A palavra eólico recentemente tem sido pronunciada e escrita amiúde e está no consciente e inconsciente de grande parcela da nação.

Para se ter uma ideia do que estou comentando, alguns minidicionários não trazem o supracitado verbete.

O vento derruba casas, muros, mas também produz energia e empurra as chuvas de uma região para outra ou até de um país para outro.

Nesse período maravilhoso em que nós norte-riograndenses estamos vivendo com brisa leve desde a manhã até a tarde, temo-lo graças aos ventos. É o que dizem os meteorologistas.

O vento foi tema de hit dos anos 80: "Vento norte" da banda Karetas. Também foi tema de campanha política. "Novos ventos, novos tempos" foi o mote do candidato e depois governador do Rio Grande do Norte Geraldo Melo, eleito pelo PMDB em 1986.

Aqueles ventos não foram bem aceitos pelos patrícios. Os de agora, sim. Os que produzem energia e os que trazem brisa leve. Falo mais por mim. Não sei o que pensam meus seis leitores.

terça-feira, 11 de julho de 2017

TEMPO BOM CONTINUA

A cidade amanhece fria, nublada, ventos frios.

É assim que eu gosto.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

VOLTA

Depois do recesso escolar de duas senanas, voltamos.

domingo, 9 de julho de 2017

VERSOS

"Admiro o picapau
Na madeira do anjico
Fica pra lá e pra cá
Taco, taco, tico, tico
Não sente dor de cabeça
Nem quebra a ponta do bico".
(Manuel Xudu)

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra das cuias? Elas mediam o volume de certos produtos, como o feijão, farinha, milho. Como o açúcar era mais raro e caro, não me lembro se também era medido dessa forma.

A cuia era usada tanto no comércio quanto em casa.

Quem se lembra disso?

sábado, 8 de julho de 2017

QUE PALAVRA!

Baile: sm. Reunião festiva em que se dança.

O bale é palavra corrente entre nós até supera o baile. Baile é a grafia correta, mas é coisa do passado. Os que iam ao baile, chamavam  bale.

Também tinha o sarau, festa que só alcancei na literatura de Macedo e Alencar.

Sarau parece ser coisa de gente chique ou intectualizada. Hoje existe o sarau literário, que é uma forma de atrair as pessoas para a leitura.


sexta-feira, 7 de julho de 2017

VENTOS

Ventos empurram as chuvas para o Nordeste e derrubam árvores, e alagam, e desabrigam as pessoas.

Natal está sendo castigada nesses dias com fortes chuvas e com previsão de comtinuar por alguns dias.

Esses ventos estão passando entre nós, mas trazem somente neblinas.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

BURACOS

Os buracos nas estradas do RN têm sido destaque na imprensa por causa dos acidentes constantes e até fatais.

É perigo constante e todo cuidado é pouco. Muito pouco.

Solução? Os candidatos do próximo ano têm.


quarta-feira, 5 de julho de 2017

É NOTÍCIA II

A água voltou "dicunforça" nas nossas tormeiras. Isto é maravilhosamente maravilhoso.

É NOTÍCIA

Mais uma vez, infelizmente continua sendo notícia a falta d'água nas torneiras do upanemense.

Esse fato faz parte da lista das coisas que todo mundo sabe como devem ser resolvidas, mas a coisa não anda.

É igual àquele técnico que todos os torcedores sabem a escalação ideal do time, entretanto o técnico não resolve e o problema continua.

terça-feira, 4 de julho de 2017

MAIS UM DIA AGRADÁVEL

Mais um dia agradável, com ventos amenos em forma de brisa leve.

Como não é comum termos esse tempo agradável, aproveitemo-lo enquanto não se esvai.

MAS QUE FRIO FAZ

Não conseguimos disfarçar dos efeitos do frios das nossas manhãs.

O friozinho de julho tem deixado muita gente dentro de casa e desestimulado à caminhada matinal.

HISTORINHA DE RECESSO ESCOLAR

Calesteral

O cara encontra um senhor bem mais velho que ele e vai logo dizendo:
"Tudo bem?"

"Que tudo bem que nada! Agora me apareceu um tal de calesteral!