quinta-feira, 30 de junho de 2011

REPRESENTANTES ESTADUAIS DA SAÚDE VISITAM UPANEMA

Nesta quarta feira (29) a Equipe que representa o Governo do Estado em Saúde, representados pela Srª Maria das Dores Bulamart - Representante do Governo do Estado; Srª Iranilde Oliveira - Gerente da II URSAP e Srª Amélia Queiróz - Diretora do Centro Clínico Prof Vingt-un Rosado, realizaram visita ao nosso município onde a Prefeita Maristella Freire juntamente com a Secretária Municipal Conceição Medeiros e Técnicos da Saúde reuniram-se na devida Secretaria por volta das 15:00h. Logo após foi  feita uma visita a Unidade Mista de Saúde Raimundo Nonato Cândido e aos ESFs.
A razão principal dessa visita é o acompanhamento dos trabalhos e ações desenvolvidas em nosso município, onde na oportunidade a prefeita Maristella Freire  fez algumas reivindicações inerente à saúde para o nosso município.

Finalizando a reunião, a Equipe parabenizou  a todos pela organização dos serviços da Atenção Básica que o município desenvolve.
FONTE: Sec. de Saúde

BRASIL É PENTA

Num dia de hoje, do ano de 2002, a seleção brasileira de futebol vencia a Alemanha num placar de dois gols a zero.

Filipão venceu aquela copa por teimosia. Uma grande parte da mídia influenciou a grande torcida brasileira a não concordar com a convocação de Ronaldinho. No lugar deste, quem devia ir era Romário. Aqui mesmo em Upanema, não era difícil a gente encontrar um anti-Filipão. Quebraram a cara, juntamente com outros milhões.

Ronaldo, o fenômeno, ajudou a carregar o time nas costas e de quebra ainda foi artilheiro.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

PAGAMENTO DO MUNICÍPIO COMEÇA HOJE

Os servidores municipais começarão a receber seus salários a partir de hoje. A informação foi fornecida pela secretaria de Finanças do município. Os salários serão depositados hoje a tarde nas contas de todos os servidores, com exceção dos servidores da secretaria de Sáude e Agentes de Endemias.
FONTE: Sec. de Turismo e Comunicação - www.prefeituradeupanema.blogspot.com




VONTADE DE VOLTAR

Há muita gente com vontade de voltar à sala de aula porque já acham que o governo do Estado cedeu o que tinha de ceder  e que os discentes estão no prejuízo brabo.

Há, outras tantas,  que têm também a mesma vontade, mas fica também firme, quase caindo, porque também pensa em si mesmo, em tudo que rolou nesses dias: audiências, passeatas, pronunciamentos na rádio, panfletos, enfim.

A coisa parece que não está de brincadeira. Vamos aguardar aonde é que isso tudo vai parar.

CLIMA QUENTE E CLIMA FRIO

Enquanto o clima está quente na web (Upanemanews), o dia continua frio e nublado, para deixar muita gente inquieta. 

Os humanos são assim: se está quente, reclama; se está frio, reclama também. Entre uma coisa e outra, prefiro assim, do jeitinho que está agora pela manhã. É certo que dá uma moleza no corpo, principalmente em tempo de greve do fim do mundo.

terça-feira, 28 de junho de 2011

PELA INTERNET

Criar meu web site

Fazer minha home-page
Com quantos gigabytes
Se faz uma jangada
Um barco que veleja ...(2x)
Um barco que veleje nesse infomar
Eu quero entrar na rede
Promover um debate
Um hacker mafioso acaba de soltar
Um vírus para atacar os programas no Japão
Eu quero entrar na rede para contatar.

(Trechos da música "Pela internet", de Gilberto Gil)

Estar conectado está cada vez mais perigoso. Há estatísticas que apontam o Brasil como o segundo país do mundo em vulnerabilidade aos hackers.

Portanto, muito cuidado com os vírus!



segunda-feira, 27 de junho de 2011

O NEGÓCIO NÃO TÁ DE BRINCADEIRA

Um dos depoimentos que escutamos numa reunião de pais na Escola Maria Gorete é que a coisa não tá de brincadeira em certas turmas.
Há alunos que não estão deixando a professora dá aula. 

Se a coisa está assim é necessária a tomada de providência urgente, pois não é admissível que os pequenos governem os grandes. Cada coisa no seu tempo. Se existe autoritarismo entre os grandes dominando os pequenos, imaginem os pequenos governando os grandes!

FUTEBOL AO VIVO

A primeira partida da final entre o time de Umari e o de Monte Alegre foi transmitida ontem pela FM 104, 9, com narração de Tarcísio Teixeira, comentários de Jair Afonso e entrevistas à beira do gramado, feita por Fabiano Júnior.

Análise

Ao fazer uma análise global do jogo, pude observar a atuação do jogador Geovane, número 8, do time de Monte Alegre. O rapaz joga muita bola.

Não escapa dos nossos olhos críticos o comportamento similar do que vemos na TV: quedas e gemidos simulados; muita reclamação.


UPANEMA GRANDE

Upanema cresceu nos últimos dez anos que nem todos conseguem acompanhá-lo. 

Quem está ausente do município durante esse período, ao voltar, não reconhecerá a cidade onde nasceu. Quanto ao progresso, não podemos dizer a mesma coisa. Ele até que andou farejando por aqui, mas não deixaram. Tudo começou com a vinda da barragem, que seria a redenção na área da agricultura. A decepção foi grande nessa área porque nenhum projeto foi desenvolvido. A telefonia móvel veio através das reivindicações reiteradas da população. A internet foi outro sinal do progresso. Mas achamos pouco. 

Há ainda muita coisa que emperra o nosso desenvolvimento. A falta de um banco oficial e uma estrada asfáltica parece ser fatores que entravam e não deixam a cidade crescer no sentido de desenvolver e atrair o progresso. Banco e estrada são assuntos que a população está quase se cansando de esperar. Esperança. Eis a nossa salvação!


domingo, 26 de junho de 2011

O TEMPO DELES E DELAS

No período entre os meses de junho até mais ou menos agosto, a gente tem que aturar as mordidas de pequenos mosquitos, das várias espécies e cores.

As muriçocas também fazem a festa nessa época, principalmente em locais próprios de seus habitats.

Na cidade a gente pode identificar vários locais em que eles e elas vivem e se deleitam. Numa certa hora do dia ou noite - muitas vezes à tardinha, os nossos couros é que sofrem.

O ruim disso tudo é que existe, digamos, uma 'sazonalidade' da permanência daqueles bichinhos. Temos que esperar que chegue o tempo deles ir embora.


A VOLTA DO LATIM III

Baseado nas informações acima, defendo a volta do latim nas escolas públicas. Se de um lado muitos alunos vão encarar com desprezo e revolta, outros irão entender que o Português, tão complicado como acham, poderá soar mais leve, principalmente no vocabulário.

A VOLTA DO LATIM II

Sabe-se que o latim era uma língua corrente de Roma. 

Roma, destinada pela sorte e valor de sua base, conquista, através de seus soldados, regiões imensas. 

Com as conquistas vai o latim sendo levado a todos os rincões pelos soldados romanos, pelos colonos, pelos homens de negócio. As viagens favoreciam a difusão do latim.

A VOLTA DO LATIM I

Na UERN, há uma cadeira de latim no curso de Letras. Nunca fui um aluno brilhante, mas dava minhas boas cacetadas. 

As boas cacetadas, entenda-se, como eu administrava o conteúdo que assimilava do professor Josafá Inácio da Costa. As conjugações e declinações dos verbos já estavam ficando impregnados na minha cabeça, quando o período teve fim. 

Hoje, distante vinte e quatro anos, fico a relembrar dos bons tempos daquele latim tão bem ministrado pelo nosso conterrâneo. Fico a meditar sobre sua importância na escola primária, ou pelo menos, no Ensino Médio. 

Numa das minhas pesquisas na internet, descobri que até 1961, o latim era ensinado no curso ginasial a partir da primeira série. Em 1962 foi abolido o ensino do latim no Ginásio porque provavelmente as autoridades achavam mais fácil fazer reformas na ortografia do Português do Brasil que ensinar aos alunos a raiz da nossa língua para que ao escrever, tivéssemos mais bases que facilitariam o aprendizado do italiano, espanhol, francês,  catalão ou romeno.  

Dizer que o latim é raiz da nossa língua é dizer que ela é também a mãe da Língua Portuguesa. É dizer também que muitas palavras só serão bem compreendidas se formos lá na raiz, ou seja, procurarmos a mãe, que mesmo morta, está viva nas palavras que falamos diariamente. A palavra arborizar, por exemplo, tem origem no latim: arbore.