domingo, 30 de junho de 2019

QUEM SE LEMBRA?

Quem se lembra do tempo em que cantávamos o hino nacional brasileiro nas escolas? 

Houve um tempo de transição em que  cantar o nosso hino era sinônimo de subserviência ao poder e alienação.

Agora estamos vendo de novo a cantação do hino. Muito bom isso.

MAIS UM DIA

Mais um dia de movimento em todo o país. 

Desta vez, os apoiadores do governo federal.

sábado, 29 de junho de 2019

FALAR DIFÍCIL É FÁCIL

Falar difícil é fácil. Difícil é falar fácil.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

MUITO O QUE NOS ENSINAR

O futebol e suas regras têm muito o que nos ensinar.

Se comete-se uma falta um pouco exagerada, cartão amarelo nele. Quando a falta é forte e muitas vezes apelativa, vermelho nele.

Ah que funcionasse assim fora dos gramados!

PROPOSTAS E CONVERSAS

Ao se avizinhar a campanha política do próximo ano, embora não pareça,  os pré priorizam as conversas.

quinta-feira, 27 de junho de 2019

RECLAMAÇÃO

Reclamar é uma das marcas do ser humano.

Há os reclamadores por excelência: os pais que reclamam dos filhos e o contrário.

Professores reclamam do mau comportamento dos alunos e estes das exigências dos professores.

Atletas em geral reclamam dos juízes pelas faltas não marcadas.

E assim, vivemos de reclamações e pouco de gratidão ou elogio.

PARCIALMENTE

Parcialmente nublada a cidade neste momento.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

BOA METÁFORA

Temos que matar a cada dia um leão.

NUBLADA

Cidade nublada neste momento. Um bom sinal. Sempre é bom uma chuva.

terça-feira, 25 de junho de 2019

A RAIZ DA INCOMPREENSÃO ESTÁ NA ESCOLA

Curioso o fato de muita gente não  conseguir diferençar entre dever e direito. 

Essa constatação pode-se notar que vem desde os tempos de escola. 

Temos mais direito que dever à legítima defesa. Eis a questão.

segunda-feira, 24 de junho de 2019

INSEGURANÇA

Olhos
Braços
Alma
Vidas
Enfim.

Todos inseguros
Expostos
À mercê de quem
Nada é
Nada tem
A nós oferecer
De bom.

ENTRE O CAMPO E A TELA

O upanemense desportista tem duas opções todos os domingos de tarde. Bem concorrentes. São as equipes de futebol da Copa Oeste e o futebol  feminino e masculino na TV.

domingo, 23 de junho de 2019

QUEM SE LEMBRA?

Kichute


Começo dizendo que nunca usei um kichute, pela razão mais óbvia do mundo: nunca joguei futebol no meio dos jogadores profissionais ou amadores dos amadores. Só brincava de bola no meio dos moleques do bairro e ainda por cima, na areia do rio.

O kichute também não era pra todo mundo comprar. Eu não tinha um tostão nem pra comprar merenda. Imagina pra comprar calçado esportivo.

Características

Era um calçado preto, com cadarço enorme.

Muito vendido no país, pois a propaganda era massiva. E que jogador não queria possuir um?








sábado, 22 de junho de 2019

QUE PALAVRA!

Idílio: Pequena poesia campestre. Amor poético e suave. (Aurélio)
Devaneio, sonho. (Soares Amora)

"Os nossos olhos choraram
O nosso idílio morreu
Os nossos lábios murcharam
Porque a renúncia doeu
Desfeito o ninho, a saudade
Humilde e quieta ficou, ou, ou
Mostrando a felicidade
Que o destino desfolhou."

(Trecho da música "E o destino desfolhou", de Paulo Sérgio)

Provavelmente, o poeta tenha empregado o verbete idílio no sentido em que o dicionarista Soares Amora empregou: sonho.

LER: COMPREENDER O MUNDO

"A leitura é muito importante para nós porque ela nos ajuda a se orientar sobre os fatos mais importantes das épocas passadas e também dos fatos mais importantes que estão ocorrendo em nossa sociedade. 

Um bom leitor, com certeza, é um cidadão digno e consciente dos seus direitos e deveres e também um aluno que lê muito, com certeza, ele irá entrar mais facilmente em uma universidade." (Autor desconhecido)

sexta-feira, 21 de junho de 2019

A SALVAÇÃO ESTÁ NA AGRICULTURA

A voz do agricultor

Sempre é bom a gente escutar e ler quem sabe mais do que a gente.

Em uma dessas 'ouvidas', ouvi, mais de uma vez, a voz  de um agricultor, hoje também comerciante. É uma voz eloquente e das mais eloquentes que já ouvi na defesa da importância da agricultura.

"O governo deve se preocupar em defender o agricultor para que ele produza. Quem dá o sustento é a agricultura. Quem segura um país é a agricultura. Se continuar assim sem as autoridades darem o devido valor à agricultura, voltaremos ao tempo em que muitas pessoas vão pedir esmola."

QUESTÕES DE LINGUAGEM

Corrupção

Pensava eu que a frase abaixo pertencia ao jurista baiano Rui Barbosa. Aqui na net, Arnaldo Niskier, através do site http://www.academia.org.br informa ele que é do escritor mexicano Octavio Paz: 

Quando um país se corrompe, a primeira coisa que se degrada é a linguagem.

Fiquei a pensar sobre o assunto. Pois não é que a linguagem é muito impostante como disciplinadora de uma nação?

BATEU FRIO

Quem se aventura a acordar cedo e caminhar, sente na pele o friozinho de junho. 

Nenhuma novidade. Somente um registro.

quinta-feira, 20 de junho de 2019

RECESSO

Começa hoje período de recesso escolar.

Período de descaso e relaxamento do corpo, alma e coração, para recarregar as baterias e ajudar a suportar o dia a dia no segundo tempo do período escolar.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

terça-feira, 18 de junho de 2019

segunda-feira, 17 de junho de 2019

RELÂMPAGO

Chuva relâmpago na cidade. 

PRIMEIRO DIA ÚTIL

Neste dia, já contamos regressivamente as horas, as horas-aula e as próprias aulas para o fim do primeiro tempo do ano letivo.

No dia 19 começa o recesso escolar de duas semanas. Só voltaremos no dia 8 de julho. 

Ótimo!

domingo, 16 de junho de 2019

COBERTA DE NUVENS

Tempo de chover. A cidade vive um calor, com perspectiva de daqui a pouco chover bem.

sábado, 15 de junho de 2019

QUE PALAVRA!

Loquaz : O que fala muito; loquaz.

O loquaz é visto mais no sentido negativo que positivo. às vezes quem fala muito, dá bom dia a cavalo, diz a sabedoria popular.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

PARADA: POR QUE E PRA QUÊ?

Hoje parte do país parou para... o quê mesmo?

Já perdi a conta das vezes que inconformados de esquerda chamam o país que trabalha para parar os serviços. São os inconformados pela eleição do presidente, segundo uns, ilegítimo.

Vi pela TV os piqueteiros impedirem os que queriam trabalhar. A democracia deles permite isso.

Vi alunos voltarem do meio do caminho da escola porque o movimento arrastou a grande parte da sociedade para o não fazer nada.

O prejuízo que o país tem eles, os promotores das paradas não se importam com isso.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

TARDE FRIENTA

Parecia cair mais água, mas foi tudo rápido. Chuva de junho mesmo.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

NÃO MIM DIGA ISSO!

Nunca mim diga nada. Diga-me, se quiser e puder dizer.

terça-feira, 11 de junho de 2019

HOJE NA RÁDIO INDEPENDÊNCIA

Hoje, a partir das 18:30h, estarei no programa de Edgar, na Rádio Independência, pelo facebook online. Entre outros assuntos, comentarei sobre o dicionário upanemês.

Até lá.

NUBLADA

Cidade frequentemente nublada. 

segunda-feira, 10 de junho de 2019

SEGUNDA

Segunda movimentada, dentro da normalidade. Rotina. Upanema continua a mesma de muito tempo.

domingo, 9 de junho de 2019

QUEM SE LEMBRA?

Pião: Brinquedo piriforme (em forma de pêra).

Minha história com os piões é curta e hilária. Nunca consegui soltar um pião corretamente. Sempre, sempre ele escapulia das mãos de forma errada, indo esbarrar no chão torto ou com a parte oposta para baixo. Assim não girava corretamente.

Noutras vezes voltava-se contra mim, seja no dedo ou braço. Provocava, na maioria das vezes, leves ferimentos.

Meninos da minha idade tinham habilidade de sobra para manusear os piões e habilidades de menos para estudar. Claro que uma coisa não anula a outra. Mas era isso que acontecia. Os meninos passavam o dia treinando o pião e outras brincadeiras e ficavam mais hábeis que eu. 

sábado, 8 de junho de 2019

QUE PALAVRA!

Cabal: completo, pleno, severo, rigoroso.

Até agora, nesses aninhos de vida que tenho, só escutei alguém falar a palavra cabal juntinha a prova:

Esta é a prova cabal disso, daquilo. Beleza da linguagem. Nada errado com isso.

sexta-feira, 7 de junho de 2019

ÚLTIMO DIA ÚTIL DA SEMANA

Um quase fim de semana, na luta, na lida, tentando acertar e fazer um mundo, um Brasil, um RN e uma Upanema melhor.

Eita! Conversa de pré-candidato, mas não sou. 

Nem preciso jurar.

ECONOMIA

É de deixar muita gente envergonhada sobre o que cantaram em prosa e verso acerca do então futuro governo do grande Trump, presidente americano.

Diziam que seria um fracasso e outras coisas piores que isso.

Eu, do alto do meu desconhecimento sobre economia, apostei que Trump seria um bom presidente. Por que pensava assim? Porque via pessoas muito erradas que levaram o país ao fundo do poço criticarem o futuro presidente. Esta é a dica para quem quer saber se algo é bom ou ruim. Se estão contra, a coisa é boa; se estão a favor, é ruim.

P.s. O desemprego nos USA é o mais baixo nos últimos 49 anos.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

A DISCIPLINA MOVE O MUNDO

Termina bem quem é disciplinado. O mundo ainda vive por causa da disciplina.

Em qualquer canto, em qualquer circunstância, se falta a disciplina, tudo desaba e tudo se desfaz.

quarta-feira, 5 de junho de 2019

TRAQUES

Traques reboam no ar. Chegou o mês deles. O jeito é a gente aguentar.

FRASE

A multidão e a maioria

Nunca ou quase nunca a multidão e a maioria estão corretas. Exemplos? Eles estão no meio da gente, em toda parte, em todos os tempos, em todos os lugares.

Basta olharmos outra vez, que veremos.

terça-feira, 4 de junho de 2019

FOI EM TRÊS DE JUNHO

Em três de junho de 2002 eu escrevia o seguinte:

"Foi inaugurada hoje a agência do Bradesco nas dependências dos Correios e Telégrafos. O Bradesco em Upanema vai suprir uma carência dos habitantes que sofrem desde a 'fechadura' do BANDERN e do Posto Avançado do Banco do Brasil."

segunda-feira, 3 de junho de 2019

VIROSE ATACA

Todos os anos ela vem um pouco antes do friinho de junho.

Ela se instala em nós e nos derruba.

Para a virose não tem jeito!

domingo, 2 de junho de 2019

QUEM SE LEMBRA?

Esteira Sf. - Tecido de junco, tábua, palha, etc., usado para forrar chão, paredes, etc. (Definição de Aurélio Buarque para o verbete esteira)

A esteira de que falo é a feita de palha. Tenho lembrança de já ter publicado algumas linhas sobre isso.

Direi agora que já trabalhei com palha quando criança, mas não com esteira. Fazia a trança de palha de carnaúba para que a mãe confeccionasse chapéu e esteira. Os produtos eram destinados ao uso doméstico e para a venda.

Em casa havia sempre uma esteira no chão para colocarmos os pratos de comida, seja no almoço ou jantar. Servia como uma mesa.

Esta é uma das utilidades da esteira de que fala o dicionarista Aurélio: forramento do chão.

sábado, 1 de junho de 2019

VITÓRIA, VITÓRIA, VITÓRIA!

Sempre, sempre é melhor a gente ver ganhar aquela equipe por quem estávamos torcendo.

QUE PALAVRA!

Cabaça: Porongo.

Porongo: Bot. Trepadeira cucurbitácea de cujos frutos enormes, ocos e de casca dura, se fazem cuias e vasos; cabaça. Cuia ou vaso feito com o fruto seco e sem o miolo do porongo. Cabaça, cabaço.

Cabaça, cabaço, todo mundo sabe o que é. Porongo? Não!


CALORES

Cidade com muito calor, mas cercada por belas nuvens em forma de torres.

Eis o estado e cenário daqui neste momento.