sábado, 29 de fevereiro de 2020

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

O SABER E O FAZER

Entre o saber e o fazer está a realidade.

É isso o que os candidatos não atentam quando estão em campanha.

De punhos cerrados, proclamam: "Eu sei fazer, mas o meu adversário, não!"

Quando chegam lá e se deparam com os problemas, dizem as mesmas coisas dos seus antecessores.

COMO VOCÊ

Não gosto nem do carnaval nem da pedagogia de Paulo Freire.

Pois não é que uma escola no carnaval paulista homenageou o guru esquerdista?

O QUE SOBROU

Cada um  está contando o que ganhou, o que perdeu nesses dias de folia.

Agora voltamos a viver a vida real.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

CLAMOR PELA FALTA D'AGUA

O clamor é grande pela falta d'água nas torneiras.

Enquanto as barragens, açudes e barreiros estão cheios ou perto disso, as caixas d'água estão ficando vazias.

TANTA ÁGUA NOS AÇUDES
E AS CAIXAS TÃO SECAS

O inverso dos versos de Sivuca em "Cabelo de milho":

"Tanta água no coco e o riacho tão seco e só".

Se perguntarmos mesmo a quem não entende muito de investimento e administração, a resposta  virá na ponta da língua:

Privatiza! Pior não vai ficar!


UNIDO CONTRA O CARNAVAL

A cidade volta ao normal em cinzas e eu retiro das avenidas meu bloco "Unido contra o carnaval".

Entram na passarela os blocos  dos endividados e poucos arrependidos, mas temporariamente. Próximo ano tem mais e eles querem mais.

Dentre esses estão os defensores das políticas públicas, principalmente para o carnaval. 

Na vida quotidiana, a reclameira é grande, às vezes até da quentura do sol. Só faltam políticas públicas para esfriá-lo.


CINZAS

O dia está cinzento.

FALTA

Falta d'água nas torneiras mais uma vez.

COM A LEI NA MÃO

Ano eleitoral é tempo dos candidatos estarem com a lei orgânica na mão e na cabeça.

Assim pelo menos poderão estar preparados para os cargos que se propõem a assumirem.

Nós, os representantes do povo de Upanema, constituídos em Poder Legislativo Orgânico deste Município, reunidos sob a proteção de Deus em Câmara Municipal, com as atribuições previstas no  artigo 29 da Constituição Federal, votamos e promulgamos a seguinte Lei Orgânica. (Preâmbulo da Lei Orgânica Municipal de Upanema)

CAMINHADA E POLÍTICA

Se as caminhadas já eram recheadas de política, imaginem agora. Haja fôlego para aguentar as contações de novidades.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

BANDEIRA BRANCA

Bandeira branca amor
Eu peço paz
Pela saudade 
De Upanema
Eu peço paz.

Salvo engano era assim a letra de uma das músicas de carnaval adaptada.

PEQUENO, GRANDE, BOM, RUIM

Depende do ponto de vista de cada um em relação ao carnaval. Se for um amante, ele será bom e grande. Alguém como eu dirá com muita satisfação que o carnaval deste ano foi péssimo e pequeno.

LADOS NA POLÍTICA

As pessoas começam a definir de que lado estão. Em cima do muro, quase ninguém fica, porque pode cair.

ANO DE FOGOS

Em dois mil e vinte vamos ouvir mais fogos de artifício do noutros anos.

FEIJÃO VERDE EM FALTA

- Tem feijão verde?

- Só se pintar.

PINGOS DE LEVE

Apenas pingos de leve caíram na cidade ontem pela tarde.

Nada mais a registrar.

CAFÉ E POLÍTICA

Agora que mais pré-candidatos estão aparecendo, o café vai acompanhar a política sob novos olhos e ângulos.

GOSTO DE TI

Gosto de ti
Não poderia ser diferente
Não viveria plenamente.

Gostar de ti
Me faz bem
E me deixa leve
Como o mais leve
Dos seres.

Sinto a inspiração dos poetas
Quando me dou conta
Que é em ti
Que me completo
Que é em ti que encontro
A plenitude dos afetos
Dá completa sinfonia dos sons
O completo que soma as metades
A mentira que não resiste às verdades
Tudo porque gosto de ti.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

COISAS DA VIDA REAL

Nem tudo é relativo, porém..

Se você vai pescar para diminuir o estresse e fica estressado por não ter capturado nenhum peixe ou nem um peixe, isso é relativo. 

Melhor ir na feira-livre comprar peixe e comer em casa.

É HORA

É hora de olharmos como estão nossos quintais.

SAÚDE É O QUE INTERESSA

Saúde é o que interessa
E o resto não tem pressa.

O bordão acima da Escolinha do professor Raimundo é aquilo que admitimos como verdade, mas nem sempre praticamos.

No dia a dia fazemos quase tudo para atrairmos doenças e não saúde.

CARNAVAL É TEMPO DE PROGRESSO

Carnaval é tempo de progresso, no sentido pejorativo e irônico da palavra. Há progresso nos serviços hospitalares, policiais e rodoviários. No rodoviário, é inevitável o aumento do número de acidentes graves e fatais. Algumas vezes até o tempo chuvoso contribui para isso.

Apesar da lei seca, os números negativos não chegam nem perto de zero. 

Cada pessoa vê com os olhos  que tem. Outros veem uma maravilha no carnaval e caem na folia.

Aqui é apenas uma opinião e não uma agressão.

SÓ CALOR

Ontem foi dia de muito calor. 
As chuvas não apareceram por aqui.

Mas as previsões dos entendidos é  que choverá bastante até o mês de maio.

PERGUNTAS AOS UPANEMENSES

Upanema precisa de carnaval?

O que mais Upanema precisa para alavancar o progresso?

Necessitamos de um hospital? De uma escola bem estruturada?

Quanto foi gasto até agora em carnaval desde quando essa folia começou a receber patrocínio público?

O que a população de Upanema responderia?

FATO E OPINIÃO

Muito fácil a diferença entre fato e opinião.

O primeiro é teoricamente aquilo que se passa numa sociedade. O enunciador expõe o fato e pronto. Cabe ao interlocutor ouvir, ver ou ler -  dependendo do canal de comunicação - e depois julgar.

A opinião é o que cada um acha sobre determinado assunto. O choramingo dos interlocutores não resolve. Um dia quem defendeu tais ideias poderá mudar radicalmente e comungar com você que agora está contra. 

domingo, 23 de fevereiro de 2020

NÃO ME LEVE A MAL

Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval.

Carnaval tem o retrato da transgressão.

As pessoas sentem-se no direito de transgredir as leis, quer escritas ou do bom senso.  Não falta barulho aqui e alhures na cidade.

"Não me leve a mal, hoje é carnaval". 

A lei seca torna-se molhada para muitos. Ficam no molho para aprenderem a respeitar.

NÃO GOSTO DE TI

Não gosto de ti
Quando estás barulhenta
Quando tuas ruas são tomadas
Pela folia
Pelo pó
Pela bebedeira
Pela poluição visual
Pelos palcos
Pelos papangus nos postes
Pela exploração nos preços
Pela música de péssimo gosto (até para alguns puladores)
Pela subversão dos bons costumes
Pela coisa que dizem
Que é festa.

Ainda bem, Upanema
Que isso é coisa que dá
E passa!

Sem tua culpa
Nesses dias não gosto de ti
Mas volto a gostar no dia em que
Estás coberta de cinzas
E quase ninguém se arrependeu
De te deixar assim.

UMA EXPRESSÃO DO UPANEMÊS

Abrir do chão

Desaparecer. Ex: Meu relógio abriu do chão.

QUEM SE LEMBRA?

Ferro-de-cova

Lembrei-me de um instrumento agrícola, simples e necessário na época das chuvas: o ferro-de-cova.

Grafei com hífen para dar status a um substantivo e não apenas a um sintagma nominal.

A palavra acima não encontrei em nenhum dos pesquisadores que tenho a mão. Nem no Calepino, nem em enciclopédias nem outros dicionários regionais.

Na grande rede, há ferro de cova, mas nenhuma definição. Há para a venda.

O QUE É? Um instrumento agrícola, com cabo duplo e na ponta um ferro que abre para cavar a cova das plantas. Um agricultor que tinha um ferro daquele poderia cavar bem mais rápido do que com enxada.

Ah! Se não me escapa da memória, o ferro-de-cova era para algum tipo de plantação mais específica. Não sei se era para qualquer plantação, como de feijão ou milho. Fica a dúvida.

sábado, 22 de fevereiro de 2020

QUEM É DAQUI ENTENDE

Pé d'água: Mesmo que toró. Muita chuva.

UMA COISA SÓ

Nos portais de notícia é uma coisa só. Na rua, por onde passamos, a mesma coisa.

Ainda bem que passa, "tudo passa, tudo passará", como canta o poeta.

CIDADE MOVIMENTADA

A cidade começa a se movimentar em clima de festa da carne.

Uma banda da cidade ou mais torce que se acabe antes que comece.

PARA A NOSSA ALEGRIA

Para a nossa alegria, o serviço internéticos não passou muito tempo fora do ar.

Foi apenas um problema na transmissão, mas logo voltou.

PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA DE ONTEM À NOITE

Foram 44mm. 

DUAS VEZES DEZESSETE

Ocorreram duas chuvas com volumes iguais em Upanema nas últimas quarenta e oito horas.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

HOMENAGEM DE ALTEMAR DUTRA AOS PAIS VELHOS

Meu velho

É um bom tipo, meu velho
Que anda só e carregando
Sua tristeza infinita
De tanto seguir andando
Eu o estudo desde longe
Porque somos diferentes
Ele cresceu com os tempos
Do respeito e dos mais crentes
Velho meu querido velho
Agora já caminha lento
Como perdoando o vento
Eu sou teu sangue meu velho
Teu silêncio e o teu tempo
Seus olhos são tão serenos
Sua figura é cansada
Pela idade foi vencido
Mas caminha sua estrada
Eu vivo os dias de hoje
Em ti o passado lembra
Só a dor e o sofrimento
Tem sua história sem tempo…

CHUVA DE HOJE À TARDE

Dezessete milímetros a chuva de hoje à tarde.

HÁ 101 ANOS

Há cento e um anos nascia Erasmo Justino Gondim. Sua biografia é simples e tão simples que carecemos até de sabermos o local de nascimento. Provavelmente Riacho das Carnaúbas, zona rural de Upanema.

Foi à escola poucas vezes, o que o levou a nunca aprender a ler ou escrever.

Não lia nem escrevia, mas vivia do trabalho e nunca de políticas públicas. Não podia ajudar os filhos nos estudos pra valer, mas não atrapalhava em nenhum momento. Hora de estudar e hora de trabalhar era regra sagrada.

Morreu para muita gente, mas para mim, não! Durante seus dias conosco, procurei agradecer a ele pelo que me fez, mesmo sem dizer uma palavra.

PEDRO LUCAS DE NOVO

Pedro Lucas de Freitas foi classificado para Nutrição na Unp Natal.

Ele também foi selecionado no curso de Educação Física na Uern, onde vai estudar. Não é o curso dos sonhos, mas por enquanto vai encarar este curso.

DOIS

Dois milímetros foi o complemento da chuva de ontem na tarde-noite.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

CHUVA DA TARDE

Dezessete milímetros foi a chuva da tarde.

GREVE NO ESTADO

Fala-se em greve dos funcionários da Educação no RN. 

É que o discurso não está afinado com a prática.

ACIMA DA MÉDIA

Os números dizem que está acima da média a chuva deste ano por aqui.

CHUVAS CARACTERIZAM ANO BOM

Pelo volume de chuvas até agora, já dá pra dizermos que o ano é bom de inverno.

TARDE DE CHUVA

Mais uma tarde de chuva na cidade.

FEVEREIRO VERDE

Há o outubro rosa, o novembro azul e o janeiro branco.

Se eu não perdi a conta, não há outras cores que se relacionem com os meses.

Nada oficial. Mas fevereiro está verde, verde. Verde de ponta a ponta.

OUTRA DATA DOS NÚMEROS REPETIDOS

Vinte do dois de dois mil e vinte.

Números que para mim nada significam, mas que para outros é tchudo!

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

BOA CHUVA NA TARDE DE HOJE

Caiu uma boa chuva na tarde de hoje aqui. 

O tempo preparou-se para outra. Aguardemos.

MUITO CALOR E MUITA RECLAMEIRA

O calor leva muitas pessoas se desmancharem em reclamações.

É o quadro desta manhã em Upanema.

SÓ UM COMEÇO

Ontem à noite principiou uma chuva, mas logo parou e foi embora.

Noutras regiões do estado houve bastante chuva. 

NOTA DA ESCOLA ALFREDO SIMONETTI

A direção da Escola Estadual Professor Alfredo Simonetti comunica a toda a comunidade escolar que, por motivo da instalação dos ares-condicionados não ter sido concluída ainda, tendo em vista que durante toda essa semana a escola estará com o pessoal da empresa fazendo a instalação, não teremos condições de iniciarmos as aulas na data prevista e só iniciaremos no dia 2 de março.

Desde já agradecemos e pedimos a compreensão de todos.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

O QUE OUVI ONTEM

"O meu melhor lugar do mundo é onde eu estiver".

APROVADO NO ENEM

Emerson, aluno do técnico, também foi aprovado.

Será aluno de Física pela Uern.

VOLTA ÀS AULAS

No Alfredo Simonetti não começa hoje. Ainda a direção vai decidir se começará ainda esta semana ou se somente depois do carnaval.

No Calazans e escolas municipais, com exceção do Cemei, as aulas iniciam hoje.

domingo, 16 de fevereiro de 2020

UMA EXPRESSÃO DO UPANEMÊS

Abaixo de Deus

Isto é, aqui na Terra tal pessoa (ou tal coisa) é a mais importante.

Ex: Abaixo de Deus ele foi quem mais me ajudou.

NOVENTA

A chuva de ontem à noite foi de noventa milímetros. A maior deste ano até agora que se tem notícia por essas bandas.

QUEM SE LEMBRA?

Colorau

Apesar de muito presente na comida moderna, recordo hoje esse tempero muito presente nas comidas antigas. 

Além de dá sabor, também dá um colorido à comida.

QUASE DUAS HORAS

Foram quase duas horas de chuva ininterrupta ontem à noite. Provavelmente umas das maiores do ano até agora.

sábado, 15 de fevereiro de 2020

UMA HORA

Já estamos com uma hora de chuva.

Agora é 21:33.

Hoje parece ser a maior chuva até agora.

MAIS UM APROVADO

Em segunda chamada, foi aprovado Adryo Emanoel no curso de Ecologia, UFERSA.

A mãe Amada está se queimando de alegria.

Parabéns pra você
Nesta data querida.

REGISTRO DE CHUVA

Teremos registro de chuva hoje. Uma chuva que principiou entre o Oeste e Norte.

LEMBRANÇAS DO SARAMPO

Hoje, dia D de vacinação contra o sarampo, recordo-me daquela doença, muito comum no passado .Tínhamos consciência de sua contaminação, mas não da gravidade.

"Isso pega!"

Era comum no nosso meio. Quase todo mundo tinha. 

Velhos tempos, novas doenças, novas entendimentos, novas consciências.
 

QUE PALAVRA!

Cafundó: Lugar ermo e afastado, de acesso difícil. (Aurélio)

Existe ainda os cafundós do Judas, que deve ser um lugar muito mais afastado e difícil de chegar. Ou ainda lá onde Judas perdeu as botas. 

O povo sabe de tudo. Até que Judas perdeu as botas. Ô povo pra saber das coisas!

FRASE

Regras

Regras são regras.

SE NÃO ACEITA, SE NÃO ENTENDE, SE NÃO GOSTA, NÃO APRENDE

Acho que entendi. 

A aprendizagem, especialmente a das matérias escolares, estão do jeito que estão, em grande parte porque nossos alunos não aceitam ou não entendem aquilo que é proposto. Juntando os outros motivos, dá no que está.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

OITO

Foram oito milímetros a chuva desse início de tarde na cidade de Upanema.

CHUVAS VOLTAM

Choveu há pouco em Upanema. O mundo está coberto de chuva.

EQUAÇÃO

Menos filmes, seriados, mais leituras de livros com volumes grossos.

É, digamos, uma equação para ser estudada pelos estudantes e também professores.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

ÍCARO RAONAY

Ícaro Raonay foi selecionado para o curso de Comunicação e Jornalismo através do Sisu.

Raonay vai estudar na Uern no segundo semestre.

RESENHAS DO RN EM UPANEMA

Na próxima sexta-feira, 14, o programa "Resenhas do RN" da InterTV Cabugi estará em Upanema para gravar um programa que vai ao ar aos sábados.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

NÃO ACREDITO

Não acho que a escola precisa envolcer-se com problemas externos que não compete à escola resolvê-los, como o racismo, meio ambiente, etc.

Não estou dizendo que é proibida a leitura de textos dessa natureza. A supervalorização e o superenvolvimento é que acho desnecessário. Isso cheia a temas transversais.

E temas transversais não estão com nada!

ESCOLAS PREPARAM-SE PARA INÍCIO DE ANO LETIVO

As carga-horárias estão sendo distribuídas. Está ficando tudo okay para o próximo dia 17, segunda-feira.

DESCULPA

Um pedido de desculpa mal pedido ou apenas formal é como uma roupa mal remendada, uma esmola sem caridade, um abraço mal abraçado, um aperto de mão pouco apertado, uma emenda "pior que o soneto", diria Machado de Assis.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

TÁ BONITO!

Se preparo para chuva existe, choverá já, já!

ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL

A escola de tempo integral leva o aluno a passar mais tempo na escola em relação ao da escola tradicional.

Aqui ainda não temos nenhuma, mas vai chegar. Não tarda.

AS ILUSÕES NÃO ESTÃO TODAS PERDIDAS

Quanto à escola, minhas ilusões estão quase todas perdidas. Os meus sonhos não foram vendidos.

Quase perco a esperança quando vejo que gente nova defende com muita garra as pedagogias que não deram certo.

Suspeito que foram elas que ajudaram a desencaminhar a educação para o caminho que caminhou e chegou.

À ESPERA

Na espera, os estudantes que se inscreveram no Sisu mas não obtiveram sucesso, esperam que outros tenham desistido, para obtiverem uma vaga.

Mas não se desesperem. Há outros enens para a frente.

domingo, 9 de fevereiro de 2020

DO COMO É GRANDE À CANETA AZUL

Quando o hit "Caneta azul" despontou no cenário nacional, não somente eu, mas muitas pessoas ao redor questionaram o valor da letra da música como o tempo que ela iria passar na paradas. 

Claro, que não se pode comparar com cantores de sucesso e já consagrados, mas não deixamos de pensar em outras músicas do gênero ou de outros que falam de amor de uma forma diferente que saíram de linha tão rápida quanto a azul caneta.

Hoje ninguém mais se lembra... também não me lembro mais de inúmeras músicas que as pessoas cantavam, mas duraram meses ou nem chegaram a um ano.

"Como é grande  o meu amor por você", "Detalhes", "Canteiros", algumas marchinhas de carnaval...

Ah! Dessas ninguém consegue esquecer.

VELAR: QUAL O SEU REAL SIGNIFICADO

Na vida a gente cultiva algumas ilusões, inclusive ilusões acerca de significados de palavras. 

Sempre associei a palavra velar ao uso de velas. Por que? Nos velórios, pelos menos os mais antigos, sempre havia velas, muitas velas.

"O corpo de fulano está sendo velado na capela tal ou em sua casa no endereço tal, etc". Foi  nessa pisadinha que passei a acreditar no velar como ligado a velas.

Quando consultei os mais sábios é que eu vi que não é esse o significado. 

Velar: Vigiar. Do latim vigilare. Velório: ato de velar, com outros, um defunto. (Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, Antônio Geraldo da Cunha)

Passar a noite à cabeceira de (donte) ou ao pé de (defunto). (Aurélio)

Como veem, nada a ver com vela. "É vivendo e aprendendo", diz o adágio popular.

CHÁ DE JARAMATAIA

Para que serve?

Estudiosos alertam para o mau uso da planta. O armazenamento das folhas podem alterar sua eficácia.

Há quem diga que serve para a combater a chikunguya. Será?

BEM CHOVIDO

A cidade para essas bandas de Umari está bem chovido.

Os barreiros enchem, o rio aumenta a água. É a dinâmica daquilo que chamamos de inverno.

QUEM SE LEMBRA?

Caçuá

É um espécie de cesto, balaio grande para colocar às costas dos animais. É feito de couro e as pessoas carregavam a feira da semana e outras mercadorias pesadas.

Quem possuía animais, tinha na certa um caçuá. 

Diz Silveira Bueno em seu Dicionário Escolar da Língua Portuguesa que a palavra caçuá é de origem tupi.

Tem até um ditado entre nós e já posto no Dicionário Upanemês que diz:

Isso aqui deu mais certo que caçuá em besta.

sábado, 8 de fevereiro de 2020

MAIS UM APROVADO

Vinícius Eduardo foi classificado para o curso de Zootecnia.

Vinícius era aluno da terceira série A, matutino, do Ensino Médio no Calazans Freire. 

QUE PALAVRA!

Cafarnaum: Depósito de coisas velhas. Confusão, miscelânea. (Aurélio)

"Cidade da Galiléia, ao norte da Palestina, situada na margem noroeste do lago de Genesaré, também chamado lago de Tiberíades, a pouca distância da desembocadura do Jordão. Muito próspera no tempo de Cristo, graças à sua posição à beira da via maria, grande roteiro comercial que ligava o Egito à Síria, decaiu a tal ponto, que hoje não restam mais traços que lhe determinem com certeza a primitiva colocação. Segundo o Novo Testamento, Cristo passou por ela diversas vezes, pregando, operando numerosos milagres, é chamando-a: minha cidade. Foi na sinagoga de Cafarnaum que ele revelou o mistério da Eucaristia".

Enciclopédia Brasileira Globo, volume 3, 15ª edição.

Dois significados totalmente distintos.

Quantos de nós temos um cafarnaum em casa e não sabíamos?

NOVENTA E NOVE

O mês de fevereiro choveu até o dia de ontem noventa e nove milímetros.

São dados do meu quintal.

DEZESSEIS

Foram 16mm a chuva de ontem à tarde em Upanema.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

BAOBÁ

É uma "árvore de grande porte da família das bombacáceas, originária das estepes da África, Índia e Austrália, e introduzida no Brasil. Atinge cerca de 20 m de altura, com um diâmetro de 10 a 17 m, pelo que é considerada o colosso entre os vegetais, admitindo-se-lhe ainda uma longevidade de 3 000 a 6 000 anos. O caule é ereto, com numerosas reentrâncias ou cavidades; possui uma raiz central profunda e numerosas laterais grossas que se desenvolvem quase à superfície do solo, atingindo cerca de 30 m de comprimento. Tem folhas digitadas, quase cuneiformes e levemente dentadas, e flores solitárias, brancas, ou ainda com um tom lilás, medindo 20 cm de comprimento. O fruto é uma cápsula oblonga de cerca de 40 cm de comprimento. O baobá prefere terreno arenoso e fresco, mas resiste muito bem a secas prolongadas. Todas as partes da enorme árvore têm sua utilidade. Escavado, serve de cabana aos nativos, que das fibras de suas cascas fabricam cordas resistentes, e da madeira, que é muito leve, canoas e flutuadores para redes de pescar. As sementes de seus frutos são comestíveis, ricas em óleo de uso industrial e alimentício. da medula dos frutos prepara-se ótimo refresco, sendo sua casca aproveitada para recipientes de líquidos. O povo chama-a também fruta-pão-de-macaco."

(Enciclopédia Brasileira Globo, volume 2, 15ª edição) 

Baobá em Upanema

Há uma árvore dessa em Upanema. no Sítio Atoleiro, bem próximo da casa de Seu Anélio, pai de João Marinho. Seu Anélio trouxe a plantinha do Sítio Curralim, município de Assu, em 1961. Portanto, o baobá de Seu Anélio está completando 59 anos de idade.

João Marinho falou que a última vez que mediu, tinha 21 metros de altura. A largura, aproximadamente 8 metros.

As informações acima batem com a do texto da enciclopédia.

CHUVA

Chuva muito boa agora em Upanema.

QUEM CONHECE O BAOBÁ?

O que é um baobá? Qual sua origem? Aqui temos um? Onde? Na casa de quem? Quem o trouxe? Quantos metros de altura?Largura?

Essas e outras informações trarei ainda hoje ao leitor curioso. Curioso no bom sentido, é claro.

QUE É FEITO DA PRECIOSA?

Num bom upanemês

Cadê a preciosa água que desapareceu das nossas torneiras desde o dia de ontem?

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

SEMANA PEDAGÓGICA

A Semana Pedagógica, a agora Jornada Pedagógica será nos dias 10 e 11, segunda e terça próximas.

No primeiro dia as escolas se reúnem para ouvir palestrantes sobre temas que acham relevantes para a educação. No segundo, cada escola se reúne para distribuir carga-horárias e outros assuntos de interesse da instituição.

Jornada Pedagógica prepara escola para receber alunos e professores. 

TREZE MILÍMETROS

A chuva de ontem à tarde rendeu treze milímetros.

Esperamos mais hoje. O tempo está pra isso.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

CHOVE NA CIDADE

As chuvas voltaram, depois de pequena parada. É leve, mas parece ser demorada.

JORNADA PEDAGÓGICA

Francamente, não gosto dessas coisas na educação. Antes de tudo, deprime. Deprime não só a mim, mas a mais pessoas.

É que os temas não acrescentam nada ao ensino-aprendizagem. São temas alheios ao processo educacional. 

Ora, para quê a escola querer espedaçar-se com questões do meio ambiente se são problemas que a escola pouco pode fazer? 

Os problemas mais graves a escola não resolvem, como a reciclagem do lixo, o esgoto, a poluição, o saneamento, etc.

Assim, quando a escola supervaloriza isso, deixa de cumprir sua função de preparar os alunos para os exames.

Temas como esses não são proibidos, mas não devem ser supervalorizados.


UMA VERTIGEM

Há pouco nossa preciosa luz sofreu um passamento, ou como modernamente dizemos: uma vertigem.

A energia sofreu uma tontura, mas logo voltou ao normal.

ANALFABETISMO FUNCIONAL

Alfabetização

Os últimos governos do Planalto investiram pesado em universidades e Ifs. Na contramão, esqueceram-se da base.

Alguém tem como construir uma casa, por mais simples seja, do teto para o piso? Ou pior: construir o teto e não o piso?

Pois é o que ocorre com a escola hoje. Na base, há algo estranho na aprendizagem das crianças nas primeiras letras. Há inúmeras dificuldades no tripé ler-escrever-contar.

Na verdade, o tripé acima é considerado pelos modernos como coisa de velho. 

Ler: faz-se necessária a leitura silenciosa e oral desde as primeiras passadas na escola. Não deve-se tolerar o mimimi do não quero ler. 
Escrever: É preciso investir pesado na escrita de todas as formas, com todas as letras, com todos os lápis, de todas as cores, com especialidade a caneta azul, a azul caneta. 
Contar: Era comum na velha guarda toda criança saber a tabuada de cor e salteado. Pouco se vê alguém saber disso hoje. 

Diante do quadro acima, há exceções de aluno pra aluno, de escola para escola, de professor para professor. Dito isso, acho que algo está sendo praticado hoje e que não funciona como funcionava no passado. Quando um aluno é craque nos itens descritos acima, vejo que ele teve um mestre que despreza as novas metodologias.

Expostos os fatos, o que poderia ocorrer senão uma verdadeira fábrica de analfabetos funcionais? 

MEDICINA RÚSTICA

"A medicina rústica procura curar o que de estranho foi colocado pelo sobrenatural no doente, ou extirpar o mal que faz sofrer. Compreende benzedura, simpatia, profilaxia mágica, toré e catolicismo brasileiro."

Susto - Pode produzir muitos males: uma pessoa torna-se gaga, tartamuda, por causa de um susto. Um susto depois de uma refeição na qual se comeu lautamente, provoca a morte, quando não, uma congestão cerebral. O susto pode provocar aborto, como pode provocar loucura em consequência de suspensão de regras. Mas o susto é também usado como remédio. Uma criança gaga, quando se procurou curá-la, vários remédios foram empregados debalde, o que se deve fazer, então, é peegar-lhe um grande susto para sarar.
Melhor do que qualquer simpatia para curar soluço é o susto. Uma pessoa quando está soluçando, prega-se-lhe um susto, cessa  imediatamente." (Medicina rústica, Alceu Maynard Araújo, pág 46 e 54)

O relato acima do autor é uma monografia baseada em pesquisa  numa cidade alagoana, ribeirinha, às margens do rio São Francisco.

O exemplo acima do soluço mostra algo muito presente na cultura popular local.

Quem nunca pregou um susto em alguém para que parasse de soluçar?

Quem não tem uma história de uma mulher que perdeu o menino por causa de um susto?


DIA DA MEGA

Mega é a vontade mega que muita gente tem de ficar rica e viver bem sem esforço, mas somente pela sorte e ainda de quebra, em cima da má sorte alheia.

Mega dá esperança a quem acha que pode encontrá-la através de uma bolada.

E quando mais tarde leva uma bolada, decide em desesperar-se ou dizer:

A minha vez ainda  não chegou.

O JORNAL DE PAPEL NÃO DEVE SE ACABAR

Faço parte da resistência para que o jornal impresso não desapareça do mercado.

Semelhante ao jornal, há outras bem diante de nós. A fotografia, por exemplo. Perdeu o encanto depois que grande parte das pessoas deixaram de imprimi-las.

Quando se lê um jornal impresso temos um contato físico com a matéria. Podemos folheá-la, manipulá-la. Resisto para que não deixemo-lo acabar.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

E SE ELA MORRER

E se a esperança morrer, morre com ela o ser.

FRASE

Poderemos perder muita coisa, menos a esperança.

TEMPO DE PLANTAR

Popularmente dizemos que o agricultor planta. Ou que ele semeia, dizem os mais eruditos.

Quando chega o tempo, mete-se a semente na terra e pronto: espera-se pela colheita.

O volume de chuvas desse ano já permite ter plantas crescidas. Quem é do ramo há dias já cuidou de plantar a semente, e não esperou por programas governamentais.

CURSINHO SHOW: MATRÍCULAS

As matrículas no Cursinho Show começarão no dia 19/02, a partir das 19 horas, no Calazans Freire.

O Cursinho Show oferece aulas que preparam para o Ifrn ou Enem.

APROVADOS 2019

Alunos de Upanema aprovados no Ifrn que estudavam no Cursinho Show:

Ana Flávia - Mecânica
Camila Medeiros - Eletrotécnica
Joyce Rafaele - Eletrotécnica
Aretuza Raquely - Informática
Vinícius Araujo - Edificações
Plácido Silva - Informática
Éber Selemuel - Informática.


VEM AÍ O CURSINHO SHOW

Cursinho Show 2020

A temporada deste ano do cursinho está chegando.

INÍCIO DAS AULAS

Está previsto o início das aulas na rede estadual e municipal no dia 17 deste mês que inicia.

LEGADO DE PAULO FREIRE:A MANEIRA COMO ENSINAR

Ao ver notícia de hoje na Folha de São Paulo sobre o método Paulo Freire na qual uma mulher dá testemunho como era aplicado o tal método, não tem nada de novo na maneira de levar o aluno a aprender as primeiras letras. O que diferencia é que Paulo Freire colocava uma "pitada" de política partidária na aula. Ou seja, fazia os alunos pensarem política.

Está aí o pecado do método: politizar onde não deveria.

ACÚMULO DAS CHUVAS DE JANEIRO

Foram 146mm registrados no mês de janeiro.

Isso no meu medidor.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

domingo, 2 de fevereiro de 2020

FRASE

A vida bem vivida e o jogo bem jogado requerem muita paciência.

MUITOS 2

Não acredito que os números possam dizer alguma coisa, principalmente em datas.

Hoje é dois do dois de dois mil e vinte. Já houve algo também incrível: 02.02.2002.

Para mim não significa nada, mas para estudiosos, tudo.

BOA CHUVA

A chuva de hoje pela tarde promete altas precipitações. Começou há pouco.

O QUE DISSE UM PROFETA DAS CHUVAS

Um profeta das chuvas disse ontem pela manhã, quando um vento Sul batia leve:

"Quando vem esse vento do Sul, pode esperar: é chuva na certa".

Pois foi isso mesmo que ocorreu ontem. Pouca, mas a palavra do homem foi curta e cumprida. 

CHUVA

Sete

A chuva de ontem à tarde foi de 7mm.

QUEM SE LEMBRA?

Licença para sair

Mais uma vez, aproveito um comentário do amigo Carlos Lopes. Inclusive, um comentário bem antigo que estava no e-mail.

Xavier: Não sei se você alcançou a licença. Era uma bola de gude utilizada para controlar a saída dos alunos. Eu alcancei.

Não, Carlos. Eu não alcancei, mas já tinha ouvido falar. Falando nisso, já vi em filme e novela  antiga. Deveria ser chato para quem era indisciplinado, mas muito legal para quem bem se comportava.

Para algumas turmas há a necessidade da volta da bola de gude. Alguns podem chamar isso de controle. Que seja, mas que seria bom, isso seria.

PROVÉRBIO

Cipó não trepa em pau morto.