sábado, 31 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

AS FASES DE UM PLEITO ELEITORAL

Um observador da política disse que o político passa por três fases: é a fase da campanha, a hora que é eleito e quando assume. Na campanha ele promete, pede votos no palanque, nas residências, no rádio, na TV. Na hora que é eleito sente o prazer de ter batido o adversário e o alívio das preocupações da campanha. A terceira fase é a da posse. Há políticos que na hora que assume, já tem um discurso diferente daquele da campanha. “As dificuldades são grandes, minha gente. Tenho que arrumar a casa e ver o que posso fazer por vocês.”
Somado a estas três, o atual momento é muito importante para o político. É nele que tudo se arruma e se faz as jogadas que produzirão frutos negativos ou positivos durante o período seguinte: a campanha propriamente dita.

sexta-feira, 30 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

QUEM NÃO PODE SER POLÍTICO

Transcrevo parte de um artigo de Dom Aloísio Roque Oppermann scj, arcebispo de Uberaba, MG, que fala do momento atual.

“(...)duas qualidades negativas, que tolhem qualquer possibilidade de alguém ser bom político. A primeira é a característica de extravasar o ódio em cima dos adversários. Há gente que vive motivada pela raiva, cuja conversa revolve lembranças negativas. Jamais é capaz de se deliciar com o aspecto alegre da vida, ou de ver os acontecimentos com bom humor. A sua ocupação é demonstrar ódio pelo semelhante e planejar a destruição e o aniquilamento completo dos seus contendores. Como político, ungido pelas urnas, continuará a fazer a mesma coisa.
O segundo perigo que acompanha um mau político, é o espírito de vingança. Seu tempo integral é voltado para a preparação de armadilhas, com as quais deseja “dar o troco” aos seus adversários. Querer “dar tombo”, “passar a perna”, “enviar uma lembrança”, perseguir os amigos do adversário, premiar seus inimigos, e até usar de forma indevida a Lei da Corrupção Eleitoral, tudo se torna lícito. Enfim, o vingativo vive num mundo sórdido de querer dar umas boas risadas, e de sentir um prazer mórbido ao ver suas vítimas gemerem no pó da humilhação. Tais candidatos não podem receber o beneplácito dos cidadãos, porque, elevados ao poder, vão reduzir a pó os melhores servidores do bem público, e distinguir com favores públicos os piores elementos da sociedade. Ser político bem sucedido, e ser pessoa votada ao ódio e à vingança não é a mesma coisa. Basta olhar para o exemplo de vida de Tancredo Neves e de Juscelino Kubitschek.”

quinta-feira, 29 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

MOLHO NA FERVURA DA POLÍTICA MUNICIPAL

Uma nova expressão é incorporada á língua portuguesa. Depois de Anaximandro cunhar a expressão “afirmar com unhas e dentes”, agora é “colocar mais molho ainda nessa fervura”. Ora, sabemos do efeito da água na fervura, que é acalmar, arrefecer os ânimos. Mas o molho na fervura da sucessão municipal, só depois veremos seu efeito. Acho que o molho, como literalmente, só faz queimar e arder. Como está sendo conduzida os acordos tendo em vista a vice-prefeitança na cidade, tanto de um lado como do outro, nem é preciso que seja colocado molho. Já está bastante quente.

Fonte das informações acima: blogdoanax.blogspot.com

quarta-feira, 28 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

UM EM CIMA

Até esse presente momento ninguém sabe, com exceção Daquele que está no céu, onde Carlinhos Garcia vai aportar neste campanha. Prazos já foram vencidos como “será no próximo domingo!” Depois “na quarta”, “no sábado,” etc. Num momento ele está com os pés firmados em cima de um muro imaginário. Outra hora está só com um pé. Noutro momento ele desce do muro e fica por algumas horas de um lado. Depois sobe no muro e vai para o outro lado. E assim os eleitores não têm a resposta certa porque o próprio não tem. Não sei quanto tempo o muro vai suportar o peso desse e de outros cabos eleitorais.

PROCEFET

ALTERAÇÃO DE DATAS DO PROCEFET

O Núcleo Permanente de Processos Seletivos (NUPPS) do CEFET-RN informa que houve alteração de datas para o período de entrega dos cartões de inscrição do PROCEFET e do livro de estudo Procefet: Interligando saberes na Educação Profissional, em virtude de um atraso na impressão desse livro. Em virtude dessa alteração, a data da primeira avaliação do PROCEFET também foi adiada.

O período de entrega dos cartões de inscrição e do livro de estudo será de 23 a 27 de junho e a primeira avaliação do PROCEFET foi remarcada para o dia 24 de agosto. A segunda avaliação permanece na mesma data prevista, 19 de outubro.

Para receber o cartão de inscrição e o livro do Procefet, os candidatos devem dirigir-se à unidade do CEFET-RN para o qual se inscreveu, no novo período estipulado, munido da seguinte documentação:

Cópia do documento de identidade, acompanhada do original;cópia do comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 30,00, acompanhada do original;declaração que comprove a escolaridade exigida (ter cursado do 6º ao 8º ano e estar cursando o 9º ano, todos em escola da rede pública de ensino);e uma foto 3x4, datada a partir de 2007.
Na oportunidade, os alunos receberão o cartão de inscrição, que indica local, data e horário em que realizarão a prova e o livro que servirá de embasamento para as avaliações.

Fonte: http://www.cefetrn.br/exames/procefet-2009

terça-feira, 27 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

ANO BOM PARA

Ano de eleições é um ano em que nos acostumamos a ver e ouvir muitas coisas não tão comuns como nos anos “normais”. Eles (e elas – para satisfazer as feministas) prometem muito, mentem de propósito e fora de propósito, dizem que aquilo que estão prometendo é proposta, não promessa. Diante disso, concluímos que este e um ano bom para a promessa e a mentira aflorarem com gosto de gás.

SERVIÇO

BB COLOCA FUNCIONÁRIO PARA ATENDER CLIENTES NA CIDADE

Sem autorização do autor, vou fazer uma pequena adaptação da notícia publicada ontem no blog de Anaximandro e reproduzida pelo blog de Silva Júnior:
“A partir de ontem e nas próximas segundas-feiras, o Banco do Brasil disponibilizará um funcionário para tirar dúvidas, prestar informações, além de orientar os clientes, na caixa eletrônica do município. Para maiores informações, basta dirigir-se a caixa eletrônica e procurar Nájara Martins, funcionária do banco. Muito importante, parabéns ao BB.”

COMENTÁRIO DESTE BLOG:
O serviço do BB ao cliente mencionado na notícia acima constitui-se pelo menos na terceira ação da instituição dentro de poucos dias. O banco já resolveu o problema do analfabetismo da máquina de sacar dinheiro (já mencionado por Anaximandro). A porta já não é tão problemática como antes. Acho que agora só falta silenciar o piado que perturba a pessoa mais tranqüila do mundo. É um piado que vem não sei de onde. Só sei que é de dentro do banco. Quanto ao atendimento de Nájara, não tenham dúvidas, porque quem a conhece sabe que ela é cem.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

ESTIVE NA FEIRA

ESTABILIDADE

Depois de três meses da inauguração, a Feira da Agricultura Familiar continua estável porque está havendo colaboração dos consumidores em fazer compras e a dedicação “teimosa” dos feirantes. Moral da história: “o povo gosta do que é bom.” O mesmo ocorre com a música: se há algo bom pra se ouvir, as pessoas escutam e gostam.

domingo, 25 de maio de 2008

HOJE É DOMINGO

BARRAGEM ESQUECIDA

Os dias passam e os assuntos envelhecem. Não sabemos mais como está o nível de água da barragem, a quantidade de peixes, etc. Temos certeza de que a nossa grandiosa barragem ainda continua lá no seu cantinho, cheinha. Só não tem quem pense mais nela. Só pensamos em Maristela, Manezinho, Jairo, Márcia, Naide... quem mais? Quem é o pré-vice de Jairo?
O pior disso tudo é que ninguém tem culpa da barragem ser colocada num grande mar de esquecimento. Se alguém tivesse culpa, aí era bom. Só era esculhambar alguém. Ninguém tem culpa disso. A barragem de Umari não é o assunto do momento. O assunto do momento é a política até que ela (a barragem) esborrote (sangre) outra vez ou seque.

sábado, 24 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

NOSSA VÃ FILOSOFIA

Estamos num período que mais do que nunca, como diria o apresentador de televisão e seu plagiador, a frase célebre “há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia” ganha sentido. É nesse período que as pessoas que decidem ou ajudam a decidir os acordos políticos que serão homologados até 30 de junho se isolam dos demais em lugares não conhecidos de todos e conversam não sei o quê, não sei onde, não sei com quem. O que rola nos bastidores poucos sabem. O engraçado é que às vezes com muitos anos é que vem tona certos episódios ocultos que a nossa vã filosofia nunca imaginou.

NOSSA LÍNGUA

REFORMA ENTRA EM VIGOR NO PRÓXIMO ANO

Há meses que a reforma ortográfica da Língua Portuguesa é notícia. Sabemos que no próximo ano as letras k,w e y serão incorporadas ao nosso alfabeto; que os ditongos ói e éi perderão o acento; que o trema (¨) vai para o beleléu; que o acento de beleléu não irá para o beleléu; que o “chapéu”, “cangalha” ou circunflexo dos verbos nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos "crer", "dar", "ler", "ver" e seus derivados irão para o espaço pra não mais voltarem. A grafia correta será "creem", "deem", "leem" e "veem”; que em palavras terminados em hiato "oo", como "enjôo" ou "vôo" -que se tornam "enjoo" e "voo".

ELEIÇÕES 2008

TÁ ROLANDO UM ZUNZUNZUN

Com a indecisão do PT em partir unido para indicar o vice na chapa da situação, já há quem fale por aí que Manezinho voltará à tona na chapa majoritária. Agora como vice. Essa eu não peguei no Bar do Betinho, na Avenida Getúlio Vargas, Centro de Upanema.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

INVERNO

CHUVAS RECUAM

Observando as previsões de chuva para o município de Upanema, constatamos quão exatas são as previsões dos institutos meteorológicos. Para Upanema, vamos passar alguns dias sem as chuvas, ou seja, o ritmo do inverno caiu. Só deu pra a barragem sangrar. Com as chuvas que tivemos já deu pra o gasto dos agricultores. Quem plantou, colheu e pronto!

quarta-feira, 21 de maio de 2008

FORA DO AR

INTERNET LOCAL

O ditado “há males que vêm para o bem” pode se encaixar na variação de tem-não-tem internet aqui na nossa cidade. Onde está o mal? É porque estamos pagando por um serviço do qual não estamos usufruindo. E o bem? O bem ... é mais dificil convencer o usuário de que sem internet ele vai ficar bem. Algumas vezes é preciso que despertemos para o fato de que necessitamos conversar com as pessoas frente a frente, em detrimento do bate-papo. E as calçadas? Depois da chegada da internet aqui só vai para as calçadas quando o sinal desparece. E é na calçada que sai muita coisa que a internet não diz,

INTERNET LOCAL

DITADO

O ditado “há males que vêm para o bem” pode se encaixar na variação de tem-não-tem internet aqui na nossa cidade. Onde está o mal? É porque estamos pagando por um serviço do qual não estamos usufruindo. E o bem? O bem ... é mais dificil convencer o usuário de que sem internet ele vai ficar bem. Algumas vezes é preciso que despertemos para o fato de que necessitamos conversar com as pessoas frente a frente, em detrimento do bate-papo. E as calçadas? Depois da chegada da internet aqui só vai para as calçadas quando o sinal desparece. E é na calçada que sai muita coisa que a internet não diz.

terça-feira, 20 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

O CALDEIRÃO QUE FERVE

Como era esperado, as disputas políticas estão sendo disputadas palmo a palmo. Mas tem coisas que eu não esperava pra logo. Noutras oportunidades direi quais são.

MOVIMENTAÇÃO

DESFILE

Através de um convite da SUAS, ontem pela manhã as escolas estaduais José Calazans Freire e Alfredo Simonetti participaram de uma caminhada em comemoração ao dia Nacional contra o abuso sexual de crianças e adolescentes, que transcorreu domingo, 18. O ponto de apresentações foi na calçada da Igreja Católica. Depois da palavra de Ricardo Alexandre, das secretárias Rivanda Bezerra e Conceição Lins houve o show da Banda Municipal Ivaldete Basílio. Um grupo de dança da Secretaria de Ação social fechou a programação através de jogral acompanhado por músicas alusivas ao tema.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

ESTIVE NA FEIRA II

MINHAS PAMONHAS

Na Feira da Agricultura Familiar encontramos muita coisa boa, de primeira. Não se faz necessário nomearmos os produtos que estão à venda lá, porque são aqueles já divulgados por este e pelos outros blogs da cidade. Quero, porém, fazer um destaque de um produto caseiro que está presente em todas as segundas-feiras: é a pamonha. Se eu chegar lá e não tiver mais, eu brigo com o pessoal das bancas. Pamonha, mel, bolacha preta, um filme de época, e um livro precisam ser muito ruins para que eu diga: é ruim. Hoje mesmo devorei uma pamonha daquelas!
Se você que anda na feira de Upanema gosta de pamonha, passe pela banca 7, de Ceição e Nívea. Mas cuidado! Deixe pelo menos uma pra mim. De preferência paga! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

ESTIVE NA FEIRA I

A MELHOR FEIRA


“A melhor feira da região é a de Upanema,” disse um upanemense um certo dia. Será que o conterrâneo exagerou? Eu de minha parte não posso dizer nem sim nem não porque não conheço as outras feiras das cidades do porte de Upanema. Uma coisa posso dizer com convicção: ela é bastante movimentada. Não podemos dizer que somente em algumas feiras isso ocorre, mas em todas presenciamos feirantes de cidades como Caraúbas e Açu que vendem seus produtos regularmente. Se nossa feira não fosse boa não teríamos a presença de tanta gente comprando e outras vendendo. Com o advento da feira da agricultura familiar a coisa melhorou. Quem quiser conferir isto que vá ver!

domingo, 18 de maio de 2008

ELEIÇÕES 2008

PURO-SANGUE FEMININO

A escolha pelo PT de Upanema de Naide Fernandes é mais uma costura da chapa situacionista. Ao lado de Maristela, formará uma dupla feminina. Do lado da oposição ainda não foi possível a pré-escolha do vice. Aliás, segundo os zun-zun-zuns, também será uma vice? Ou não?

sábado, 17 de maio de 2008

CULTURA COM “C”

SHOW DO I RECITAL “MEU CANTO”

Quem não assistiu ontem ao I Recital “Meu canto” perdeu um grande show dos adolescentes do coro “Encanto” e o coral “Conductus”. O maestro Maxsuel Galvão regeu o show e tocou no teclado as músicas cantadas pelos garotos e garotas. O radialista e desportista Fabiano Júnior fez as apresentações das músicas e comandou a solenidade, que começou às 7:30 no plenário da Câmara de vereadores.
O coro “Encanto” cantou músicas de Sandy & Júnior, Toquinho, Ivan Lins e Jamily. Esta última, nas vozes de Fernária Fernandes e Alcione Maria.
O coral “Conductus” cantou canções de Milton Nascimento, Dominguinhos, Luiz Gonzaga, Tim Maia. No final tivemos ainda um show individual da estudante Vânia Costa, que cantou “Eu vou seguir”, de Marina Elali. A seguir as garotas Fernária Fernandes e Alcione Maria voltaram ao palco e cantaram “Sonda-me”. Tivemos ainda a palavra de agradecimento de Rivanda Bezerra, promotora do evento e do maestro Maxsuel Galvão.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

POLÍTICA PARA VARIAR

RASGÕES E COSTURAS

O mais arguto analista político não consegue medir as costuras políticas que estão sendo feitas nesses dias que antecedem as convenções que baterão o martelo das candidaturas oficiais. As costuras, como numa roupa, são necessárias em razão dos rasgões que ocorreram durante o processo político que antecederam o momento que estamos vivendo.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

BARRAGEM

ASSUNTO QUE NÃO VAI TER FIM

Pensei que depois da sangria da barragem o prato principal seria a política local. Mas me enganei. O assunto será o aproveitamento da barragem que não existe. Entretanto, o assunto será um dos temas dos dois candidatos a prefeitura de Upanema.
Já sei de cor o que cada um vai dizer. Na próxima postação escreverei sobre isto.

terça-feira, 13 de maio de 2008

BARRAGEM

ATÉ QUE ENFIM

Agora não se pode dizer que a barragem vai sangrar porque já sangrou. Agora a cidade vai procurar outro assunto importante pra comentar. Talvez seja agora sobre as possíveis conseqüências para os moradores dos Teimosos. Isso se as chuvas arrocharem daqui pra frente. Ou voltaremos a falar de política de novo?

domingo, 11 de maio de 2008

PIONEIRISMO

MERCADINHO POPULAR PROMOVE COFFEE-BREAK PARA CLIENTES

Os clientes e amigos do “Mercadinho popular” de Francisco Raimundo, ou Francisco de Dalvirene, como é conhecido, não precisaram de quebrar o jejum em casa hoje. “Café da manhã para os clientes é um ato pioneiro na cidade,” diz Francisco. “Também fui o primeiro a distribuir panfleto com promoções dos produtos”, segredou ele.
Há mais de um mês o mercadinho foi reformado, mas somente hoje foi inaurado oficialmente. Assim, uma mesa farta foi postada em frente a sua residência para ser degustada pelos amigos e clientes daquele estabelecimento. Houve também sorteio de prêmios transmitido pela FM Liberdade. O Mercadinho está localizado no Conjunto COHAB.

BARRAGEM

“SÓ SE DER UM TORÓ”

A novela do sangra-não-sangra da barragem Jessé Pinto Freire ainda não terminou. Ainda não terminou porque quem produziu os capítulos foram os moradores daqui. Mas enquanto não presenciarmos os primeiros jorros d’água, voltemo-nos para Os Teimosos, bairro da periferia que recebeu a alcunha por causa de sua “teimosia” em desafiar a natureza e morar num lugar vulnerável ás enchentes. Em 1985 foi construído o pequeníssimo conjunto “Nova Vida”, próximo a COHAB e ao antigo estádio Calazans Freire, justamente para retirar aqueles habitantes. Hoje a situação é a mesma de 23 anos atrás. Aliás, sobre aquele bairro existe muito o que escrever que se fossemos fazer isso escreveríamos muitas laudas. Mas fiquemos por aqui indagando: as águas inundarão ou não aquele local? Mas é claro que não! “Só se der um toró”, disse hoje um morador daquele bairro, ao ser indagado se estava com medo de alagamento.

sábado, 10 de maio de 2008

SANGRIA DA BARRAGEM

COMO O ASSUNTO É BARRAGEM

Como postei na quinta-feira, as pessoas se esqueceram da política se voltaram a atenção para a sangria da barragem Jessé Pinto Freire. Há muito o que comentar sobre o assunto. Já contei alguns mitos e piadas. Hoje vou destacar uma coisa que nunca falta numa situação dessa: a mentira. Assim como muita gente já esteve morta na boca do povo, a nossa barragem não escapou das más línguas. Quando faltavam dois metros, uns diziam que faltavam 1,30 etc. sempre houve pequenos enganos na contagem, mais coisa de 5 centímetros. A culminância do engano foi hoje à tarde. Eu estava em casa quando chegou alguém da rua e disse: ta cheio na rua que a barragem sangrou. Eu não acreditei porque já sei como são as mentiras. Como há pessoas de plantão pra plantar mentiras de alguém que morreu, também não falta quem plante uma mentirinha sobre a sangria.
“DEI UMA CARREIRA GRANDE”
Um cara me disse ontem que quase se despedaça pra chegar na barragem por que espalharam o boato da sangria. E é porque não estamos em 1º de abril!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

ESPORTE E EDUCAÇÃO

O VALOR DOS CARTÕES

Nos jogos de futebol tenho observado o valor do cartão amarelo e o vermelho. Eles nos ensinam tantas coisas! Não sei por que uns teóricos da educação inventaram que a correção na escola é um tipo de punição. Eles sabem que o sistema de correção à guisa de cartão amarelo ou vermelho dá certo porque eles mesmos passaram por esse sistema e foram bem sucedidos. Quem acompanha o futebol pela TV sabe que os cartões têm salvado muitos jogadores. Só pra recordar: quem não se lembra do Corinthians paulista há alguns, que foi preciso que o Presidente do time ameaçasse os jogadores em descontar os salários se eles continuassem indisciplinados? E o resultado foi positivo. Voltando para a escola, vemos muitos jovens se perderem porque não estão sendo corrigidos. O melhor jeito é adotarmos um sistema de cartões, pois só assim poderemos salvar muitas mentes privilegiadas.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

BARRAGEM

A BARRAGEM VAI SANGRAR

O povo se esqueceu um pouco da sucessão municipal, ou seja, o povo se esqueceu de discutir se Márcia de Carlim Garcia vai ou não aceitar ser a candidata a vice na chapa da oposição. O povo se esqueceu que pra Luiz Jairo é uma dor de cabeça a escolha do companheiro ou companheira (como diriam os companheiros e companheiras ) da chapa majoritária. O povo se esqueceu de Ronaldo Garcia, como pré-candidato a vereador ou administrador do Mercado. O povo e esqueceu que ao PT foi prometida a vaga de vice na chapa majoritária. Até os possíveis vices o povo se esqueceu. E a carrada de pretendentes a vice da situação, apesar de o prefeito ter dito que esta seria do PT?
Do que só se fala na cidade? É do sangramento da barragem. Às dez horas da manhã estive lá com o professor Edgar e outras pessoas. Só não medi quantos centímetros faltavam para a sangria porque não tive coragem. Porém um rapaz foi lá e fez a projeção: faltavam 30 centímetros. Outros disseram que faltavam 35 etc etc.

FRASES QUE ESCUTAMOS SOBRE A BARRAGEM

● A barragem vai ou não sangrar?
● Quando o vento bate forte, ela sangra um pouquinho
● Ela está com a língua de fora
● Quando a barragem sangrar, os Teimosos vai ficar inundado
● A água tá lambendo a parede
● Dizem que ela vai arrombar
● Tem não sei quantos açudes derramando água pra barragem
● Se ela não sangrar agora, não sangrará nunca
● Faltam somente 5 centímetros pra sangrar ( quando disseram isto ainda faltava mais de 50).
● Ô povo besta! Parece que nunca viu uma barragem!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

DIA DO SILÊNCIO

Diz a sabedoria popular que temos dois ouvidos e somente uma boca porque precisamos ouvir mais do que falar. Outro pensamento diz que o sábio escuta e o tolo fala demais. Há ainda outro que diz que quem fala demais dá bom dia a cavalo. Há tempo de calar e tempo de falar. Quando não praticamos isso, passamos vexames. Existe o indiscreto que não consegue ver um lábio de uma cor diferente, uma unha crescida ou uma camisa nova de outro. Não se agüenta e berra: pia, fulano está assim e assim. O dia do silencio, existe para alertar essas pessoas!

terça-feira, 6 de maio de 2008

SIGMUND

Nesta data no ano de 1856 nascia Sigmund Freud, o 'Pai da Psicanálise', em Freiberg-Moravia (então parte do Império Austro-Húngaro, hoje Príbor, na República Tcheca). Ele revolucionou o mundo com sua psicanálise. Foi ousado com suas teorias e experiências. “Freud explica” tornou-se uma expressão rotineira quando não se tem uma explicação convincente ou obscura. Para se ter uma idéia da extensão de sua fama, ele é citado por muita gente, mesmo por aqueles que nunca leram um livro dele (pronto, eu sou um!) Apenas li sobre ele e tenho uma idéia superficial do que foi o id, ego e superego. Em Upanema, há uma conterrânea que diplomou-se recentemente em Psiquiatria. Ela, com certeza, tem muito o que nos relatar. Refiro-me a Magali Cabral, que também tem formação em Letras. Ah! A pronúncia correta de Freud, o “Pai da Psicanálise” é “Fróid”.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

ESTIVE NA FEIRA

A tradicional feira de Upanema não é a mesma desde a chegada da Feira de Agricultura familiar, em fevereiro deste ano em curso. A mudança consiste na qualidade e origem dos produtos. Há dez bancas com uma variedade de produtos como hortaliças, carne, remédios caseiros, mel, ovos. A média de venda tem sido razoável e está estabilizada desde o seu lançamento em fevereiro. Uma banca que tem sofrido uma baixa nas vendas foi a do artesanato. A informação partiu de uma vendedora. Mas mesmo assim elas vendem dentro do esperado. No mais, tudo está nos conformes, ou seja, dentro do esperado por todos. O que nós upanemenses precisamos fazer é comprarmos regularmente naquela feira para que ela não vá de água abaixo. O mercado dos ovos está muito bem. Quem quiser comprovar isso que vá comprar ovos lá para as 8 da manhã. Com certeza não encontrará mais. O mel de abelha, a pamonha e a canjica são bastante procurados. Até a próxima segunda com mais comentários da feira de Upanema!

domingo, 4 de maio de 2008

HOJE É DOMINGO

DIA DE LAZER

Hoje é dia de descanso. Hoje é o último dia dos quatro que o feriadão nos presenteou. É dia de descanso para uma parte da população. Alguns preferem não descansarem. Procuram diversas formas de lazer. Aqueles que trabalhavam com muito com a mente, procuram algo para relaxar: praia, balneários, bares. Bares, nem tanto! Nem sempre no bar o trabalhador descansa a mente. Quem bebe sabe disso. Não é necessário explicarmos.
Falando em bar, vou roubar (roubar mesmo) uma idéia de um orkuteiro local que disse que é no bar que nesses dias rolam as quentinhas da política. Ou seja, quem quiser ouvir coisas que em sua casa não tem, vá para um bar. Lá você ouvirá coisas...!

sábado, 3 de maio de 2008

CHUVAS

RAIOS

Os raios que caíram no dia 30 de abril passado aqui em Upanema me fizeram recordar de um raio que caiu no ano 2000, na rua onde moro. Localizei em meu caderninho de anotações o seguinte texto: “Trovões, relâmpagos, faíscas, pouca chuva... esse foi o quadro que se instalou no dia 6 de janeiro de 2000, no final da tarde e início da noite. Um raio caiu sobre um pé de coqueiro de um morador da Rua Augusto Pinheiro. Naquela hora, alguns jogadores que bataim uma pelada no antigo Estádio Calazans Freire sofreram choques da descarga elétrica. As pessoas que caminhavam nas proximidades do local sofreram também os efeitos. O pânico se instalou nas pessoas, pois os trovões prosseguiram em grande intensidade.”

sexta-feira, 2 de maio de 2008

NOSSA LÍNGUA

NOVA ORTOGRAFIA

Há uma previsão de mudança de algumas regras da nossa ortografia. Depois de algumas tentativas de fechar o ano para entrar em vigor, os países que falam a língua de Camões decidiram para o ano de 2009 as mudanças, que desde 1991 os países-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa planejam.
Uma das mudanças é a inclusão do k, w e y ao vocabulário, ficando assim 26 letras.
Se muita gente ainda não assimilou as regras da última reforma (1971) imagine agora. Tenho certeza que as mudanças vão dar umas dorzinhas de cabeça tanto em professores quanto em alunos.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

ESCOLA

A POSITIVIDADE DA ESCOLA

Cada um vive a vida como quer e pode. A escola já foi discutida e rediscutida muitas vezes por sabidos e bestas. Cada um tira proveito dela como acha melhor. Eu, por exemplo, soube tanto tirar proveito que me tornei professor. Outros preferem passar a vida inteira reclamando da vida ainda enquanto estudante e assim não vão a lugar nenhum. Eu sou daqueles que acredita que a escola é instrumento de melhoria de vida de si e do mundo. Que a escola sirva para que a gente aprenda e mude nosso modo de viver. Assim, se o cidadão quiser tirar bom proveito da escola ele poderá se beneficiar dos conhecimentos adquiridos. Um exemplo bem prático é o vício do cigarro. Tenho observado que a consciência anti-tabagista tem estado presente na escola. Vejo que são poucos os alunos que fumam. Isso não deixa de ser um reflexo da presença da escola na vida deles. Ou não?