segunda-feira, 1 de março de 2021

COMPARANDO OS JANEIROS

O Rio Grande do Norte registrou volumes de chuvas 78,3% abaixo da média esperada no mês de janeiro de 2021.  A média de chuva observada no estado foi de 14,1 milímetros (mm), enquanto que a esperada era de 60,4mm. As análises da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte- EMPARN, apontam que o cenário decorreu  da presença de águas superficiais mais frias do que o normal no Oceano Atlântico sul.

A região do Alto Oeste potiguar foi aonde os maiores índices foram registrados, com destaque para os municípios de Rafael Fernandes (150mm), José da Penha (95,8mm), Água Nova (87,5mm) e Cel. João Pessoa (77,4mm). “No restante do Estado, por falta de instabilidade atmosféricas, as chuvas foram fracas e isoladas, mostrando uma predominância de índices pluviométricos abaixo de 10mm”, avaliou o chefe da unidade, Gilmar Bristot. (Informações da Emparn)

Em Upanema, janeiro do ano passado nos deu 146mm, enquanto este ano apenas 41. Quase quatro vezes menos, portanto.

Nenhum comentário:

PROVÉRBIO

Quem faz o que pode, não fica a dever.