sábado, 3 de agosto de 2013

ERRATA

Machado de Assis, falava pela pede de seu Brás Cubas, em seu livro "Memórias póstumas de Brás Cubas" que o ser humano é uma errata pensante. 

Se não for isso realmente, tem algo aproximado. Ele erra tanto de olhos abertos quanto de olhos fechados. Falo dos olhos do entendimento e não o físico. 

Como exemplos, podemos olhar para os outros, seja gestores ou não, e se quisermos exemplos mais próximos é só olharmos para nós mesmos. 



Nenhum comentário:

VALOR DOS PREFIXOS NA LÍNGUA PORTUGUESA

O português e as línguas ocidentais, na sua modalidade escrita, incorporam grande número de elementos de origem grega, sobretudo a partir da...