sexta-feira, 16 de julho de 2021

GRANDES ONDAS

Grandes ondas cresceram na minha frente
Não esperei por elas para que me derrubassem
Tive medo, eu sei que tive
Mas não me contive e pulei
Uma hora para cima
Outras vezes mergulhei
Mas em nenhum momento parado fiquei.

Revoltas, das mais revoltas
Vinham com força para derrubar
Mas sua força se perdeu
E não continuou por muito tempo
Pois a força dos fortes
Se cansa de ser forte
Quando alguém enfrenta em algum momento.


Nenhum comentário:

QUE PALAVRA!

Cabide Móvel com pequenos braços, ou móvel, ou objeto apropriado, onde se penduram roupas, chapéus, toalhas, etc. (Aurélio) Silveira Bueno a...