terça-feira, 27 de julho de 2021

NEGATIVA

Não falarei sobre o futuro
Porque dele nada sei
Com concretude.

Só pistas há
Do que pode acontecer
Sombras vultosas
Pistas sombreadas
Cheias de contornos
E pontos sem paradas.

E na dureza da vida
No embate diário
No vaivém da vida
O tempo passa
Tudo passa sem
Que possamos desvendar
O que possa estar
Perto ou longe de chegar.

Nenhum comentário:

QUE PALAVRA!

Cabide Móvel com pequenos braços, ou móvel, ou objeto apropriado, onde se penduram roupas, chapéus, toalhas, etc. (Aurélio) Silveira Bueno a...