domingo, 16 de abril de 2017

PÁGINA DA NOSSA HISTÓRIA

Comércio em Upanema

"A vida comercial é tão antiga que, certamente, ela é anterior à formação do povoado. O comércio esteve sempre presente na vida das famílias, que já habitavam a região. O que um não tinha, outro vendia." (p. 119)

Entre aspas está um trecho do livro "Upanema de povoado a vila", de Josafá Inácio. "Os negócios não se davam em estabelecimento", continua Josafá. As pessoas eram ambulantes. Depois estabeleceram-se em prédios, como hoje é comum.

Minhas primeiras lembranças de comércio são as bodegas de Nen de Eliseu, Venceslau Mendonça e Chico Balbino. Todos localizados em esquinas.

Um comércio de tecidos, depois acrescentou-se os eletro-domésticos é o de Antônio Jerônimo.

O tempo passou e houve uma evolução nesse setor a ponto de nada hoje parecer-se com o que funcionava há vinte anos.

Nenhum comentário: