quarta-feira, 3 de novembro de 2010

NINGUÉM É DONO DOS VOTOS

"Ninguém deveria ter o direito de dizer que tem votos. O voto é a consciência individual, transformada em escolha, delegando direitos, indicando representantes.

Quando alguém diz que tem votos, já está indebitamente invadindo a liberdade do outro. O voto obrigado, cobrado, significa resíduos de submissão."

(José Luiz Silva – Texto cedido por Inez Tavares)

COMENTÁRIO: Ninguém tem mesmo votos, não. Os resultados das urnas comprovam isso. Olhem para os resultados do pleito deste ano e vejam que alguns candidatos obtiveram votos por méritos próprios ou porque eles caíram na graça do povo.

Um dia, se eles deslizarem na casca da banana, inevitavelmente, eles cairão na desgraça do povo. Nem é preciso a gente citar nomes, não é?

Nenhum comentário:

ACORDO ORTOGRÁFICO: EU TE ABENÇOO

Palavras como voo, abençoo, enjoo e perdoo perderam o acento no mais recente Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. É uma preocupação a me...