domingo, 21 de novembro de 2010

UM PRÊMIO INESQUECÍVEL

Dos prêmios dos tempos de criança só me lembro de um. Foi numa festinha do dia das crianças. A escola parou para a gente comemorar nosso dia.

No pátio do Alfredo Simonetti, a garotada esperava pelo momento das perguntas, porque tinha prêmios.

Num momento, convidaram um aluno que soubesse da tabuada de oito. As perguntas seriam feitas de trás para frente, do meio e da frente para trás. Sempre considerei a tabuada de oito a mais difícil. Como ninguém queria ir, talvez por vergonha ou por não saber, me empurraram para o pátio, a força. Fui.

Depois que a professora perguntou, respondi a todas elas. Palmas. E o prêmio? Um copinho de plástico, azul, redondo. Para mim foi um troféu, dos bons. Para terminar, nem se espantem, nem me chamem de velho, mas isso foi exatamente em 1977.

Nenhum comentário:

ACORDO ORTOGRÁFICO: EU TE ABENÇOO

Palavras como voo, abençoo, enjoo e perdoo perderam o acento no mais recente Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. É uma preocupação a me...